Seu navegador está desatualizado.

Para experimentar uma navegação mais interessante, recomendamos que você o atualize clicando em um dos links ao lado.
Todos são gratuitos e fáceis de instalar.

 
  • em vitruvius
    • em revistas
    • em jornal
  • \/
  •  

pesquisa

revistas

jornal

agenda cultural

AA visita os barracões do carnaval carioca e propõe workshop que estudará o encontro do high-tech com as técnicas tradicionais

Complementando os locais associados ao Carnaval de Rio de Janeiro, a Copa do Mundo de 2014 e os Jogos Olímpicos de 2016, o workshop "Matéria Prima" irá explorar esportes  populares e programas culturais como uma forma de transformar ambientes urbanos e comunidades em estado precário e ajudar a garantir o legado destes eventos globais para a população. O workshop de 10 dias vai promover uma filosofia de design que media a sensibilidade global e local, entre as economias formal e informal, e os processos de fabricação de alta e baixa tecnologia. Em contraste com produtos importados e pré-fabricados, será empregada uma metodologia híbrida, utilizando matérias primas e outros objetos encontrados (inspirado na obra do artista Ernesto Neto e dos irmãos Campana) e aprimorando-os com técnicas computacionais novas de projeto e de fabricação.

O workshop ocorrerá quase 40 dias após o Carnaval, explorando e reutilizando os carros alegóricos, fantasias e parafernálias relacionadas, colaborando com várias escolas de Samba localizadas nos armazéns pós-industriais do porto do Rio, berço do Carnaval e do Samba. Este material reciclado será transformado utilizando processos de fabricação digital através de novos componentes produzidos digitalmente e, ao final, serão feitas intervenções em espaços públicos e no mobiliário urbano na zona do porto, para apoiar os eventos esportivos e culturais que envolvem a população local e complementem as construções em grande escala para os esportes olímpicos.

Aberto a designers de todo o mundo, o workshop incluirá modelagem paramétrica, instruções fundamentais em Rhinoceros e Grasshopper (incluindo GECO e Galapagos para simulação de conforto ambiental e processos evolutivos), seminários e palestras de arquitetos, artistas, urbanistas e outros especialistas brasileiros e estrangeiros, e fabricação digital utilizando corte a Laser, usinagem CNC e máquinas de prototipagem rápida para produção de maquetes e, ao final, protótipos na escala 1:1 para apresentação final e instalação nos espaços do porto e do centro da cidade.

Sobre a Architectural Association

A Architectural Association, também conhecida como AA, é uma das instituições de ensino mais tradicionais da Inglaterra. Seu intuito não é lecionar Arquitetura como a conhecemos, mas sim criar condições para novas formas de ensino, prática e, sobretudo, pensamento e aprendizado. Devido ao seu intenso programa de exposições, palestras e publicações e a seus renomados professores a escola atingiu uma excepcional visibilidade no cenário da arquitetura contemporânea. Na instituição estudaram profissionais como Rem Koolhaas, Zaha Hadid, Peter Cook, Steven Holl, Kenneth Frampton e Richard Rogers.

Sobre o programa Visiting School

A Architectural Association organiza workshops de projeto espalhados pelo mundo. Esta será a segunda vez que o Brasil receberá o programa. A última edição abordou novos usos para espaços residuais em São Paulo, tendo como estudo de caso a Academia de Boxe Cora-Garrido nos baixios do Viaduto Alcântara Machado.

Sobre os diretores do programa Brazil Visiting School 

Anne Save de Beaurecueil and Franklin Lee (www.subdv.com) usam computação para gerar ambientes que obedeçam a critérios de conforto, fluxos e ornamentação. Lecionaram no Pratt Institute e possuem Master da Columbia University. Ultimamente eles tem publicado, exibido e palestrado sobre seus trabalhos pelo mundo, incluindo as bienais de Beijing e Rotterdam, a exposiçãoo Athens Syntharosis, o London Festival of Architecture e o Festival Internacional de Linguagem Eletrônica (FILE). Os trabalhos desenvolvidos no Diploma Unit 2, na AA, foram publicados pela AD, ArchiCree e no livro AA Agendas 7 Articulated Grounds: Mediating Environment and Culture. Atualmente estão projeto a nova sede educacional e cultural da União dos Moradores e Comércio de Paraisópolis.

Sobre o escritório SUBdV

SUBdV é um escritório multi-disciplinar baseado em Londres e em São Paulo. Sua atividade visa a interface entre sensibilidade ambiental e significação cultural. Para tal, são utilizadas ferramentas paramétricas de projeto. Da escala micro à macro, seu trabalho utiliza algoritmos generativos para mediar diferentes tipos de forças, desde fluxos de pessoas e carregamentos estruturais até a transmissão de sons, água e luz. Atualmente estão projeto a nova sede educacional e cultural da União dos Moradores e Comércio de Paraisópolis.

Patrocinadores

DS4

SEACAM

Mais informações

Data: 5 a 14 de Abril de 2011

Local: Barracões do Santo Cristo, Porto do Rio

Organização: Architectural Association School of Architecture

Inscrições: através do blog ou do link

Rapid prototyping<br />Yona Lee

Rapid prototyping
Yona Lee

Cartaz Visiting School “Matéria Prima”

Cartaz Visiting School “Matéria Prima”

Architectural Association Rio de Janeiro Visiting School “Matéria Prima”

acontece
de 05/04/2011
a 14/04/2011

fonte
Victor Sardenberg
São Paulo SP Brasil

compartilhe


© 2000–2018 Vitruvius
Todos os direitos reservados

As informações são sempre responsabilidade da fonte citada