Your browser is out-of-date.

In order to have a more interesting navigation, we suggest upgrading your browser, clicking in one of the following links.
All browsers are free and easy to install.

 
  • in vitruvius
    • in magazines
    • in journal
  • \/
  •  

research

magazines

newspaper

agenda cultural

Como parte das comemorações da restauração da casa projetada por Mies Van Der Rohe na região metropolitana de Chicago, o Elmhurst Art Museum apresentará a exposição, uma iniciativa do Instituto Bardi e do Instituto de Arquitetura e Urbanismo da USP

Realizada de outubro de 2017 e março de 2018 na Casa de Vidro, primeira obra construída da arquiteta Lina Bo Bardi e ícone da arquitetura moderna em São Paulo, a Exposição “Casas de Vidro”, com  curadoria de Renato Anelli e co-curadoria de Sol Camacho e Ana Lúcia Cerávolo, compara quatro casas modernas concebidas por Philip Johnson (Glass House, 1945-1949), Mies Van Der Rohe (Farnsworth, 1945-1951), Ray e Charles Eames (Eames House, 1945-1949) e Lina Bo Bardi (Casa de Vidro, 1949-1952), destacando as semelhanças no uso do vidro como material principal de integração com a paisagem.

“Casas de Vidro” integra a Mies’s McCormick House Revealed: News Views, exposição que tem como curador o renomado professor Barry Bergdoll,  do Departamento de Arte e Arqueologia da Universidade Columbia de New York,  e busca contextualizar  a importância  da restauração deste projeto de Mies Van Der Rohe a um público mais amplo.

“A apresentação da exposição brasileira nos Estados Unidos, junto à casa projetada por Mies Van Der Rohe aponta para um contexto internacional do desenvolvimento da arquitetura moderna no pós-guerra, no qual está incluída a obra de Lina Bo Bardi. A exposição Casas de Vidro compara diferentes configurações da transparência para a integração arquitetura e paisagem, abordando desde as técnicas construtivas até os diferentes modos de viver nessas casas.”, diz o curador Renato Anelli.

No Brasil, a primeira edição da exposição “Casas de Vidro” foi realizada por meio de incentivo fiscal, ProAC ICMS - Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo, com patrocínio da AGC Vidros e apoio da Abividro, Masp, The Glass House, Eames Foundation, Farnsworth House e The Getty Foundation.

McCormick House

Em 1952, Robert Hall McCormick contratou o arquiteto alemão Mies Van Der Rohe para projetar a casa de sua família, que seria um protótipo de casas econômicas para a classe média nos subúrbios de Chicago. Uma das três casas  projetadas por Mies nos EUA, a casa McCormick, contemporânea à casa Farnsworth e os edifícios 860-880 Lake Shore Drive, representa a fase mais madura do arquiteto alemão.

Construída em Elmhurst, região metropolitana de Chicago, a casa foi adquirida pelo Elmhurst Museum of Art em 1994  e transferida para seu local atual, ao lado do museu.

Restauração e intervenção

A restauração reconstitui a forma original da garagem de entrada da casa, obscurecida em 1997 por um anexo que visava conectá-la ao Museu.  Em conjunto com a revelação completa do exterior da casa, o artista Iñigo Manglano-Ovalle criará a Seeing Red, uma intervenção arquitetônica na casa.

A exposição

Ao mesmo tempo, o Museu abrigará a exposição Mies’s McCormick House revealed: New Views, dividida em três partes.

Na primeira galeria, Barry Bergdoll apresenta modelos desse protótipo de casas pré-fabricadas que seriam produzidas em seguida, ao lado de fotografias históricas e material publicitário da época.  A exposição tem como destaques  três desenhos originais pertencentes ao arquivo do arquiteto no Modern Art Museum de New York, nunca expostos antes.

A segunda galeria recebe a exposição Casas de Vidro, na sua primeira itinerância fora do Brasil, com o objetivo de contextualizar a McCormick House entre as casas de vidro nas Américas do Norte e do Sul. Serão apresentadas oito maquetes produzidas especialmente para a exposição, revelando detalhes construtivos e a estrutura espacial das quatro casas.

A terceira galeria de New Views conta com o apoio do National Endowments of the Arts to Explore Elmhurst Grant Program e  reúne ensaios fotográficos sobre reflexos e transparência  nas paredes de vidro concebidas por Mies, incluindo trabalhos por Scott Fortino, Veronika Kellndorf, Luisa Lambri e Iñigo Manglano-Ovalle. Destaque-se que Kelldorf já realizou trabalhos sobre a Casa de Vidro de Lina Bo Bardi, expostos em Munique (2014) e São Paulo (2016).

Elmhurst Art Museum

Elmhurst Art Museum está localizado na Cottage Hill Avenue, 150, em Elmhurst (Illinois, EUA), 25 minutos de trem (Metra) ou carro do centro de Chicago. O museu atrai  fãs e pesquisadores acadêmicos da obra de Mies Van Der Rohe, sendo também um centro regional nos subúrbios a Oeste de Chicago, para estudos de arte, design e arquitetura atuais. .

O museu fica a um quarteirão da estação Elmhurst Metra e abre de Terças-feiras a Domingo das 11 às 17h (19h às Sextas-feiras). Ingressos a $ 12 ($10 para idosos e gratuito para estudantes e crianças menores de 18 anos).

Glasshouses, Philip Johnson Maquete, 1:100 <br />Foto divulgação

Glasshouses, Philip Johnson Maquete, 1:100
Foto divulgação

Glasshouses, Casa de Vidro, Lina Bo Bardi, maquete 1:5

Glasshouses, Casa de Vidro, Lina Bo Bardi, maquete 1:5

Exposição Casas de Vidro é um dos destaques do Elmhurts Art Museum em junho

happens
from 10/06/2018
to 26/08/2018

where

Elmhurst Art Museum
150 S Cottage Hill Ave
Elmhurst IL USA

source
Renato Anelli
São Paulo SP

share


© 2000–2018 Vitruvius
All rights reserved

The sources are always responsible for the accuracy of the information provided