Your browser is out-of-date.

In order to have a more interesting navigation, we suggest upgrading your browser, clicking in one of the following links.
All browsers are free and easy to install.

 
  • in vitruvius
    • in magazines
    • in journal
  • \/
  •  

research

magazines

newspaper

eventos

Apresentação

O objectivo do Simpósio é reunir estudos de investigadores e académicos de diferentes países de modo a obter uma visão panorâmica da mudança de paradigma na cultura construtiva que ocorreu por toda a Europa, a partir do século XIX. Esta transformação levou à transição de tradições de construir baseadas em alvenarias à base de argamassas de cal (a partir do século XIX combinadas inicialmente com ferro estrutural e depois com aço) para uma cultura construtiva baseada no cimento Portland nas suas variadas aplicações (tubos, mosaicos hidráulicos, elementos prefabricados) e nos sistemas construtivos do betão armado.

A questão do uso quotidiano de materiais e sistemas construtivos está directamente relacionada com o conceito de cultura construtiva. A cultura construtiva de uma comunidade pode ser definida como o dia-a-dia da sua actividade construtiva. A forma como cada comunidade constrói num dado período histórico e numa região específica depende de muitos factores: do conhecimento e das técnicas de extracção e processamento de materiais; do uso de máquinas e ferramentas; do sistema social, económico e político; dos recursos naturais e manufacturados disponíveis; da legislação, do ensino, da organização entre diferentes actores (clientes, arquitectos, engenheiros, empreiteiros, trabalhadores); dos sistemas de comunicação e de transportes, etc.

Actualmente, apesar da importância dos plásticos, dos produtos derivados do petróleo, do vidro, do gesso, etc., a indústria da construção é sucintamente baseada em três culturas construtivas principais: - a cultura construtiva das alvenarias; a cultura construtiva do aço e a cultura construtiva do betão armado. Esta última começou por ser usada sobretudo em obras hidráulicas, em pavilhões industriais, em pontes e em barragens e depois de 1945 desempenhou um papel primordial na reconstrução da Europa, em particular com elementos pré-fabricados e pré-esforçados. Hoje, grande parte da indústria da construção a nível global é determinada pelo cimento Portland, pelos seus derivados e pelos sistemas de betão armado. Estes sistemas estão associados e determinam redes complexas de recursos materiais e humanos que incluem, entre outros sectores, a indústria de aços laminados e a indústria dos agregados (areia e britas), o sector da educação e formação de engenheiros e arquitectos, legislações internacionais e nacionais, etc. No entanto, são poucos os agentes envolvidos diariamente nas actividades construtivas (arquitectos, engenheiros, produtores, fornecedores, empreiteiros, agentes imobiliários e clientes) que se dão conta de que a cultura construtiva em que vivem, tem apenas dois séculos.

Tomando como ponto de partida as considerações mencionadas, o principal objectivo do Simpósio é contribuir para uma ontologia de uma parte considerável dos métodos construtivos usados actualmente. Os conferencistas convidados apresentarão casos de estudo ou panorâmicas históricas sobre a introdução do cimento e do betão armado em países europeus que contribuíram particularmente para o estabelecimento deste tipo de cultura que hoje domina a indústria da construção não apenas na Europa mas em todo o Mundo.
O evento é financiado pelo projecto exploratório “From Lime to Portland Cement. Construction History and Building Cultures in Contemporary Portugal” (IF/00792/2014/CP1259/CT0001 – Programa Investigador FCT) e servirá também para estabelecer uma ponte com outros estudos no mesmo âmbito que foram levados a cabo nos países representados no Simpósio.

Para maiores informações, acesse o site.

<br />Imagem divulgação


Imagem divulgação

Cimento, betão armado e culturas construtivas: Perspectivas europeias (séculos XIX-XX)

happens
in 28/11/2018

where

Teatro Nacional D. Maria II
Praça Dom Pedro IV, 1100-201
Lisboa Portugal

source
Centro de investigação em Arquitetura, Urbanismo e Design
Lisboa

share


© 2000–2018 Vitruvius
All rights reserved

The sources are always responsible for the accuracy of the information provided