Your browser is out-of-date.

In order to have a more interesting navigation, we suggest upgrading your browser, clicking in one of the following links.
All browsers are free and easy to install.

 
  • in vitruvius
    • in magazines
    • in journal
  • \/
  •  

research

magazines

newspaper

news

Um ano após o lançamento oficial da sede da KAAN Architecten em São Paulo, o escritório Holandês finaliza dois edifícios, que abrigarão os novos câmpus da Universidade Anhembi Morumbi, localizados nas cidades de Piracicaba e São José dos Campos

Os dois edifícios foram concebidos com o mesmo objetivo arquitetonico: criar uma identitade elegante e marcante para os câmpus a Universidade Anhembi Morumbi. Isso foi possível graças à sensação de não-escala transmitida pelas fachadas, proporcionando uma generosa área comum central, espaço que promove interação social e atende às características peculiares do clima quente dessas regiões, já que permite maior circulação de ar natural.

O futuro câmpus São José dos Campos está localizado nas proximidades do cruzamento entre as principais rodovias de acesso ao Município e foi construído em um terreno elevado, ganhando destaque e, ao mesmo tempo, isolamento na paisagem da cidade, condições ideais para tornar-se um novo ponto de referência no denso tecido urbano. Já em Piracicaba, o novo edifício ocupa um terreno situado em um eixo urbano expandido secundário, na parte sul da cidade. Por meio da otimização das características topográficas da área e da geometria harmoniosa das fachadas, ambos os projetos se constituem pontos de referência na paisagem. Os edifícios se abrem visualmente para a cidade de maneira assertiva, concedendo à Universidade uma posição marcante no panorama arquitetônico.

Os dois edifícios são de diferentes proporções volumétricas. Em São José dos Campos o prédio tem uma estrutura mais compacta, com um programa dividido em três pavimentos, totalizando 5.300m² construídos; enquanto que em Piracicaba, o edifício foi desenvolvido mais horizontalmente e se assenta no morro existente na paisagem, dialogando diretamente com seu entorno.

A intensa radiação solar típica da localidade é amenizada por um sistema de pilares que atende a necessidade específica de sombreamento em cada fachada. A escolha de um sistema estrutural regular permitiu à KAAN Architecten o envidraçamento livre de fachadas entre as finas lajes de concreto e as vigas da cobertura, seja no edifício moldado in loco, confiando na experiência da força de trabalho local (no caso São José dos Campos) ou no edifício realizado em sistema pré-fabricado, otimizando a rapidez e a precisão da obra (Piracicaba).   

O amplo uso de vidro nas fachadas traz transparência e estabelece conexão com a cidade e sua arquitetura. Além disso, o piso de resina na cor caramelo reflete confortável e abundantemente luz natural no grande vão central e em toda a circulação dos edifícios. A ventilação e iluminação natural é garantida através de um sistema composto por um pergolado de madeira, com uma cobertura translúcida deslocada das lajes de concreto, que atuam como brises e permitem a troca de ar.

O programa apresenta salas de aula, laboratórios de simulação, laboratório para atividades práticas de fisioterapia, uma biblioteca, áreas administrativas e espaço para cafeteria. Todas as atividades educacionais acontecerão em salas locadas ao longo das fachadas, beneficiando-se da luz natural dos planos de vidro, tendo seus acessos orientados para o grande vão central, onde se concentra o núcleo social nos dois edifícios, um generoso espaço para encontros e trocas de conhecimento e experiências.  

Após uma cuidadosa análise das possibilidades estruturais, foi adotado para o edifício de São José dos Campos um sistema de lajes nervuradas possibilitado pelo concreto moldado in-loco. Já para Piracicaba foi adotado o sistema de lajes alveolares, também explorando a melhor possibilidade para o sistema estrutural pré-moldado. Essas escolhas permitiram, nos dois casos, a execução de grandes vãos livres e uma modularidade significativa do espaço com base em uma grelha rígida de 1,50m x 1,50m. Além disso, o estudo de insolação realizado teve como resultado a execução de grandes caixilhos, do piso à cobertura, assegurando a entrada de luz natural em todas as salas de aula e laboratórios, criando um jogo de luz e sombra gerado pelos elementos verticais de concreto.

A sustentabilidade desempenha um papel central nas decisões de projeto dos câmpus, que utilizam um sistema inovador de gerenciamento de energia para o controle térmico, evitando assim o uso excessivo de ar-condicionado e aumentando a eficiência do sistema de ventilação natural criado na cobertura. O uso da tecnologia e do software BIM foi também de grande importância para todo o processo projetual dos dois edifícios: cada fachada foi desenhada seguindo estudos específicos de conforto térmico, resultando em amplas varandas de proteção nas fachadas sul e norte, e em uma densa grelha de brises verticais para as fachadas leste e oeste.  

KAAN Architecten apresenta novos edifícios da Universidade Anhembi Morumbi

source
Maria Azzurra Rossi
São Paulo SP

share


© 2000–2018 Vitruvius
All rights reserved

The sources are always responsible for the accuracy of the information provided