Your browser is out-of-date.

In order to have a more interesting navigation, we suggest upgrading your browser, clicking in one of the following links.
All browsers are free and easy to install.

 
  • in vitruvius
    • in magazines
    • in journal
  • \/
  •  

research

magazines

newspaper

news

O júri seguiu os critérios de relevância e consistência crítica em relação à área proposta, partido arquitetônico, clareza e embasamento teórico; potencial de benefícios à comunidade de Poços de Caldas, dentre outros

Em novembro, durante o workshop Arquitetura como Símbolo, realizado pela Escola de Arquitetura e Urbanismo da PUC MINAS - Poços de Caldas, foram anunciados o vencedor e as menções honrosas do 1 º Concurso de Ideias Gustavo Penna 73/23 – 50 anos de Arquitetura, Desenho e Palavra. O concurso propôs aos estudantes de arquitetura a concepção de um projeto urbanístico para requalificação da área central de Poços de Caldas. O principal objetivo foi a criação de um espaço integrado, funcional e que considerasse o morador da cidade e os seus visitantes.

A estudante Fernanda Silva Freitas, da UFJF, Juiz de Fora, Minas Gerais, foi a grande vencedora com o projeto “Encontro de Afluentes”. Como prêmio participará da Residência Arquitetônica, no escritório GPA&A com Gustavo Penna, entre os dias 14 de janeiro e 01 de fevereiro de 2019.

Os estudantes Luís Guilherme Rodrigues de Oliveira Hovadick, Lais Marques de Araújo e Marcelo Auler Pinto da Silva, do Instituto Metodista Izabela Hendrix, de Belo Horizonte, receberam a 1ª Menção Honrosa com o projeto “Paisagem”, enquanto Gabriel Nascimento Xavier, Mateus de Paiva Souza e Raul Isaías Brito Paiva, estudantes da PUC Minas, Poços de Caldas ficaram com a 2ª Menção Honrosa, com o projeto “(In) Visíveis Urbanos”.

Os trabalhos foram avaliados por uma equipe de 7 arquitetos: Esther Cervini e Adriane Matthes, da PUC-Minas Campus Poços de Caldas; Flávio Carsalade, da UFMG; João Neves Carvalho de Toledo, da Prefeitura de Poços de Caldas; Elisabete de Andrade, do IAB-MG; Fátima Barnabé, da DECA; e João Diniz, representante da GERDAU.

O júri seguiu os seguintes critérios: relevância e consistência crítica em relação à área proposta, partido arquitetônico, clareza e embasamento teórico; potencial de benefícios à comunidade de Poços de Caldas, relação com a comunidade e com o local onde está inserido; possibilidades colaborativas e interdisciplinares; integração com o entorno e diálogo com os aspectos simbólicos da cidade; e apresentação, organização e comunicação das pranchas.

O anúncio dos premiados contou com a presença de Sérgio Azevedo, prefeito de Poços de Caldas, Carlos Cobra, Presidente da Associação Comercial do município e Waldir Miguel, Presidente do Sindicato dos Hotéis, Restaurantes, Bares da cidade, além de alguns jurados, do arquiteto Gustavo Penna e dos palestrantes.

Sobre o projeto

Gustavo Penna 73/23 - 50 anos de Arquitetura, Desenho e Palavra é um projeto de longo prazo, idealizado por uma equipe de professores da PUC Poços de Caldas e com patrocínio da Gerdau e Deca, que prevê a publicação de livros,workshops, concursos, plataforma multimídia e exposição. As atividades antecipam as cinco décadas de carreira do arquiteto mineiro que se completarão em 2023.

Segundo Gustavo Penna, “O projeto Gustavo Penna 73/23 se baseia em três pilares fundamentais para pensarmos o exercício da arquitetura no futuro: a Academia, os Arquitetos e a Inovação. Nosso compromisso é criar um elo entre esses três grandes grupos e lançar discussões e reflexões num diálogo amplo e na troca de conhecimento transformadores”.

Para analisar as dezenas de projetos de Penna, um corpo docente multidisciplinar da PUC irá se debruçar, de 2018 a 2023, sobre os mais distintos aspectos que caracterizam a obra do arquiteto, incluindo a intercomunicação com a Arte, a Cultura, a História e a Geografia dos espaços. Além dessa coordenação acadêmica, o programa conta com a colaboração das equipes da editora KPMO Cultura e Arte e do escritório Gustavo Penna Arquiteto & Associados. Ambas se dedicam à edição das pesquisas em coleção de livros e à organização dos diferentes eventos ao longo dos cinco anos de estudos: workshops em universidades públicas e privadas do país; concursos de ideias para estudantes acerca de soluções para os desafios da cidade contemporânea; residência arquitetônica para os vencedores dos concursos no escritório Gustavo Penna Arquiteto & Associados, com mentoria exclusiva do titular; exposição de obras do homenageado, apresentando também o processo de produção de Gustavo Penna 73/23 - 50 anos de Arquitetura, Desenho e Palavra, em 2023.

O primeiro concurso de ideias que integra o projeto sugeriu que os alunos participantes apresentassem uma proposta de intervenção para uma área da cidade de Poços de Caldas. Outros concursos e workshops serão organizados nos anos seguintes de pesquisa, todos tendo como parte da premiação a residência com Gustavo Penna em seu escritório em Belo Horizonte. A cada edição novos temas serão propostos, sempre de acordo com os desafios das cidades e das universidades que irão sediar os debates.

Encontro de afluentes, projeto da estudante Fernanda Silva Freitas, da Universidade Federal de Juiz de Fora, Minas Gerais<br />Imagem divulgação

Encontro de afluentes, projeto da estudante Fernanda Silva Freitas, da Universidade Federal de Juiz de Fora, Minas Gerais
Imagem divulgação

Gustavo Penna 73/23 | 50 anos de arquitetura, desenho e palavra

source
Pontifícia Universidade Católica
Poços de Caldas

share


© 2000–2018 Vitruvius
All rights reserved

The sources are always responsible for the accuracy of the information provided