Your browser is out-of-date.

In order to have a more interesting navigation, we suggest upgrading your browser, clicking in one of the following links.
All browsers are free and easy to install.

 
  • in vitruvius
    • in magazines
    • in journal
  • \/
  •  

research

magazines

newspaper

selections

Serão selecionados até 24 artigos completos para apresentação, sendo seis de cada eixo: Cidades, Memória, Projetos e Tecnologia. Do total, 12 serão publicados como capítulos de livro. A princípio, farão parte da publicação dois artigos de cada eixo

O Instituto de Educação Superior da Paraíba, IESP, por meio do Curso de Arquitetura e Urbanismo, torna público o edital de chamada de artigos para a II Sessão de Pesquisa e Mostra de TCCs da Semana Acadêmica de Arquitetura e Urbanismo, SAAU’19.

Eixo central: Habitação - morar, viver e [re]existir nas cidades

Atualmente, as cidades brasileiras abrigam aproximadamente 85% da população do país. Cada vez mais, o campo e suas zonas rurais vem dividindo o protagonismo territorial com outras fronteiras e a cidade se torna, então, palco de diversas narrativas. Desde meados do século XX, nossos núcleos urbanos vem sofrendo um processo de transformação avassalador: cidades grandes com caráter de metrópoles, conurbações criando novas regiões metropolitanas, cidades pequenas e médias construindo identidades de grande porte e, aliado à isso tudo, um forte e perceptível acentuamento das desigualdades sociais.

Ao mesmo tempo, em [re]ação ao panorama instalado, insurgem resistências que buscam uma nova [re]existência. A Universidade, instituição chave nesse processo de formação crítica para o pensamento contemporâneo, tem papel fundamental na construção do conhecimento. Por meio da extensão universitária é possível [re]criar e [re]consolidar as pontes com a nossa realidade. Demais instituições não governamentais, como ONGs, entidades e conselhos profissionais, grupos e movimentos da sociedade civil, entre outras, se [re]organizam de modo a se [re]conectarem às bases da nossa sociedade. A própria Arquitetura, que compõe e desenha a cidade, ganha nova concepção, se [re]estrutura e se adapta aos moldes contemporâneos. As relações sociais do século XXI imbricam à outras posturas de conformação espacial e, como em um laboratório, a cidade vai sendo [re]discutida e disputada a medida em que vai sendo produzida.

Sendo assim, ao se observar o território que se descortina, com matizes de desigualdades sociais, culturais e econômicas, há de se pensar outras formas de morar, viver e [re]existir nas cidades.

O objetivo geral desta chamada de trabalhos é aprofundar o debate sobre a questão da moradia e dos assentamentos humanos nas cidades brasileiras a partir da atual conjuntura. Como forma de ampliar o espectro da discussão, quatro eixos temáticos possibilitam a categorização do diálogo, que podem se detalhar entre cidades, memórias, projetos e tecnologias.

Eixo temático 01: Cidades

Trata de assuntos que relacionam a cidade com suas mais diversas formas de morar, viver e [re]existir. Do corpo aos modos de representação da cidade por meio das artes: cinema, música, dança, teatro, artes-visuais, quadrinhos, grafite etc. Abrange temas concernentes ao espaço público como lugar da política, palco das intervenções artísticas, do pixo, das lutas sociais, das manifestações, dos debates públicos etc. Abarca reflexões sobre os movimentos sociais por moradia, sobre a ocupação sócio-espacial da cidade - segregação, precariedade, violência -, como também sobre o espaço contemporâneo - habitação social, políticas públicas, enclaves urbanos.

Eixo temático 02: Memórias

Trata de assuntos que relacionam o patrimônio cultural com as formas de habitar a cidade, nas suas mais diferentes escalas - do edifício ao urbano - e enfoques de reflexões técnicas à conceituais. Abarca técnicas de intervenção - restauro, retrofit, rearquitetura e afins - e aplicação de instrumentos de incentivo à habitação em bens culturais; relação das teorias do restauro com os instrumentos de gestão do patrimônio; integração das políticas de patrimônio e de habitação no planejamento das cidades; debates sobre o direito à memória como parte dos direitos à cidade; estudos sobre a habitação no âmbito da historiografia e da sociologia da arquitetura; formas de pensar a habitação a partir de ressignificações de áreas de valor patrimonial.

Eixo temático 03: Projetos

De forma transversal e transdisciplinar, este eixo busca fomentar um debate sobre discursos de projetos que sejam abrangentes e diversos em suas escalas, processos e fundamentações. Procura explorar o pensamento contemporâneo sobre projetos permeando as suas bases históricas, teóricas e críticas, atravessados por experimentações metodológicas circunstanciadas na prática projetiva. Considera o ato de projetar enquanto meio de conceber a realidade, capaz de implicar diretamente na construção de nossa vida cotidiana. Instrumento de mediação para a construção de formas de habitar e viver na cidade, condicionando modos de [re]existência. Projeto como desígnio de realidade futura, implica sobre percepções e apreensões, emoções e afetações, modos de compartilhar a vida e a própria compreensão de humanidade e de mundo. Projetar arquiteturas, desde a escala do ambiente interior à escala da paisagem urbana, suscita a presença encarnada do projetista nos processos de projetação e o entendimento sobre a realidade a ser implicada.

Eixo temático 04: Tecnologias

Entendendo a eloquência da tecnologia como campo de interação entre o cotidiano e o projeto, este eixo temático abrange a inovação e a ligação entre sistemas a partir do compartilhamento de informações; recursos e serviços que, de forma multidisciplinar, ampliam habilidades funcionais e autonomia, culminando na inclusão social. A Tecnologia Assistiva faz a conexão entre sociedade e o controle do ambiente. Promover diálogos entre: modulações e técnicas construtivas; plástica e tectônica; acessibilidade universal e gestão participativa; recursos tecnológicos e sustentabilidade; interdisciplinaridade com outros campos do saber; geoprocessamento e urbanismo; inovação de projeto e arquitetura ambientalmente consciente; interface do processo projetual: croqui, maquete e fotografia; desafio do morar e viver as cidades do futuro; eficiência energética e construção coletiva com uso racional dos recursos naturais.

Para mais informações, acesse o site.

<br />Imagem divulgação


Imagem divulgação

Instituto de Educação Superior da Paraíba

inscription dates
from 26/11/2018
to 25/01/2018


Instituto de Educação Superior da Paraíba - IESP
Rodovia BR-230, Km 14
Cabedelo, PB

source
Instituto de Educação Superior da Paraíba
João Pessoa

share


© 2000–2018 Vitruvius
All rights reserved

The sources are always responsible for the accuracy of the information provided