Seu navegador está desatualizado.

Para experimentar uma navegação mais interessante, recomendamos que você o atualize clicando em um dos links ao lado.
Todos são gratuitos e fáceis de instalar.

 
  • em vitruvius
    • em revistas
    • em jornal
  • \/
  •  

pesquisa

guia de livros

Atalie, 40 anos de arte-trajetória

Atalie, 40 anos de arte-trajetória

Mauro Ferreira (Org.)
 

Laboratório das Artes de Franca, Franca; 1ª edição, 2016

edição em português
brochura
140 p
ilustrado
colorido
ISBN 978-85-7681-295-1

Atalie, 40 anos de arte-trajetória

sobre o livro

Quarenta anos de arte

Sei que sou suspeito para escrever este texto. Afinal, desde que comecei a namorar Atalie em 1970, não a deixei mais, estamos juntos até hoje. Nunca me arrependi de usar parte dos meus primeiros salários para pagar-lhe um curso de desenho e pintura com a professora Ana Luiza Belucci na Faap, pois foi a base sólida de sua formação na Faculdade de Belas Artes e o curso da Faap que definiram sua vida e trajetória artística, permitindo a manufatura de seus milhares de desenhos, pinturas, gravuras e outros artefatos artísticos.

Atalie é, antes de tudo, trabalhadora. Em quarenta anos de atividades artísticas numa cidade conservadora, provinciana, refratária às artes (principalmente moderna), nunca deixou de produzir de forma constante e consistente, quase diariamente. Fez e faz de tudo em seu campo de atividade: artista, educadora, agitadora cultural, responsável por políticas públicas de arte, escritora e divulgadora das artes visuais. No fundo, ela é uma artista com pleno domínio de sua expressão artística, ao mesmo tempo em que é a maior cronista visual da cidade e região do seu tempo: suas pinturas, desenhos e gravuras expressam situações do cotidiano, sua arquitetura, sua paisagem, sua gente, seus trabalhadores mais humildes.

Nenhum artista local fez isto com tal constância e intensidade, nenhum mergulhou tanto na representação do trabalho e dos trabalhadores da indústria coureiro-calçadista que é a base da economia local, nenhum tentou criar espaços, políticas públicas e atividades acessíveis de artes visuais a todos, principalmente aos jovens. Quando olhamos para trás e vemos a qualidade e quantidade de trabalhos que fez é que percebemos sua importância para a arte e para a cultura da cidade. Este livro permitirá a todos que apreciam as artes visuais conhecer melhor a bela caminhada de uma artista completa, de Atalie Rodrigues Alves, de Franca.

[texto de Mauro Ferreira, arquiteto]

sobre o autor

Mauro Ferreira
É arquiteto e trabalha em Franca, interior de São Paulo.

como citar

FERREIRA, Mauro (Org.). Atalie, 40 anos de arte-trajetória. Franca, Laboratório das Artes de Franca, 2016.

comentários

Atalie, 40 anos de arte-trajetória

resenhas desse livro
por Miguel Antonio Buzzar

outros livros

compartilhe

revistas

jornal


© 2000–2018 Vitruvius
Todos os direitos reservados

As informações são sempre responsabilidade da fonte citada