Seu navegador está desatualizado.

Para experimentar uma navegação mais interessante, recomendamos que você o atualize clicando em um dos links ao lado.
Todos são gratuitos e fáceis de instalar.

 
  • em vitruvius
    • em revistas
    • em jornal
  • \/
  •  

pesquisa

revistas

arquiteturismo ISSN 1982-9930

São Paulo. Foto Nelson Kon

sinopses


como citar

CYTRYNOWICZ, Salomon. Cor do Tempo. Arquiteturismo, São Paulo, ano 01, n. 001.01, Vitruvius, mar. 2007 <http://www.vitruvius.com.br/revistas/read/arquiteturismo/01.001/1428>.


Fiz parte de um grupo de jovens paulistas que, em 1970, partiu em busca de uma vaga na faculdade de arquitetura da Universidade de Brasília. Desembarcamos depois de uma maratona ferroviária de trinta horas com baldeação em Campinas e, num veículo de tração animal, fomos até o Núcleo Bandeirante, popularmente conhecido por cidade livre, onde pegamos um ônibus até a Estação Rodoviária – encontro das asas com a fuselagem no avião à jato de asas enflechadas concebido por Lúcio Costa, ponto zero, intersecção do eixo rodoviário que liga Brasília ao norte e ao sul do país, junção das asas urbanas com habitações, serviços e gente comum com o eixo monumental, que à oeste sedia a máquina de poder do governo local e, à leste, a federal. Em sua ponta mais ocidental, voltado para o nascente, a cabine do piloto: o Palácio da Alvorada.

Andamos pela esplanada sobre as trilhas sulcadas no largo e gramado canteiro central, quando ainda eram em terra de onde subia uma vermelha poeira durante a seca. Os ministérios pareciam estar próximos mas não estavam. Aquela paisagem monumental confundia nossa paulistana sensação espacial de escala urbana, invadida pelo intenso brilho do sol no planalto central do país.

Um sítio muito especial, irmã caçula de Ouro Preto e Olinda, patrimônio da humanidade, onde são muito belos os encontros entre céu e terra, o horizonte é onipresente como um alto-mar no meio do cerrado goiano. Lugar de convergência e divergência de brasileiros de todas direções e motivações. Utopia de cidade moderna e igualitária materializada no Brasil que não resistiu à sua realidade. Cidade histórica da era moderna, concebida e construída bem no meio do conturbado século vinte, hoje é para cada um de nós reflexo e síntese das coisas que mais envergonham e orgulham a cidadania.

Abandonei no sétimo semestre o curso de arquitetura para trabalhar como fotógrafo no jornal de Brasília, onde Luís Humberto era diretor de arte e editor de fotografia, com quem aprendi, entre tantas coisas,que fotografia, design e arquitetura podiam virar uma só coisa. Entrei em contato, nessa época, com seu trabalho “O homem e o espaço”, a exposição “Paisagem Urbana” de Cristiano Mascaro e a cor saturada e tropical de Walter Firmo.

Essas influências e ensinamentos materializaram-se no período de 1984/86, em que vivi no Rio de Janeiro e entrei para a agência F4, iniciando um trabalho pessoal de motivação documental com ênfase na construção gráfica e cromática.

As primeiras imagens deste ensaio fotográfico de Brasília foram realizadas sem preocupação de inventário. apontaram na direção das demais que venho realizando desde 1987, em ritmo bem menor desde minha mudança para São Paulo, em 1991.

sobre o autor

Nascido em Ulm, na Alemanha, em 1952, Salomon Cytrynowicz formou-se em Comunicações pela Universidade de Brasília. Trabalhou no Jornal de Brasília, no Correio Brasiliense e revista Veja, sempre na área de fotografia. Com exposições no Brasil e exterior, conquistou prêmios importantes, como o da Casa de lãs Américas e Bolsa Vitae de Artes/fotografia. É professor de fotojornalismo na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

comentários

001.01 Fotografia
sinopses
como citar

idiomas

original: português

compartilhe

001

001.02 Paisagem construída

O lugar bonito

Rosa Grena Kliass

001.03 Entrevista

Turismo de arquiteto

Marcio Kogan

001.04 Coluna do Michel

Museu, um destino turístico?

Michel Gorski

001.05 Arquiteturismo em questão

Flanar por São Paulo

Rogerio Batagliesi

001.06 Na estrada

A África é o humano

Renato Barbieri

001.07

Livros de arquiteturismo

Abilio Guerra e Michel Gorski

001.08 Editorial

Arquiteturismo = arquitetura + turismo

Abilio Guerra e Michel Gorski

001.09 Ministério do Arquiteturismo

Ministério do Arquiteturismo adverte

Sandra Godoy

jornal


© 2000–2017 Vitruvius
Todos os direitos reservados

As informações são sempre responsabilidade da fonte citada