Your browser is out-of-date.

In order to have a more interesting navigation, we suggest upgrading your browser, clicking in one of the following links.
All browsers are free and easy to install.

 
  • in vitruvius
    • in magazines
    • in journal
  • \/
  •  

research

magazines

architectourism ISSN 1982-9930

Vista panorâmica de Jaffa, Israel. Foto Victor Hugo Mori

abstracts

português
Michel Gorski tem interesse por placas em geral e placas de trânsito em especial. Esta fixação o motivou a a escrever um livro para crianças em parceria com o artista plástico e ilustrador Fernando Vilela.


how to quote

GORSKI, Michel. Adoro placas! Arquiteturismo, São Paulo, ano 06, n. 065.02, Vitruvius, jul. 2012 <http://www.vitruvius.com.br/revistas/read/arquiteturismo/06.065/4442>.


As pessoas quando viajam se ligam em coisas variadas – museus, gastronomia, arquitetura, compras, gente e paisagem, portanto, ter mania de placas de sinalização não me parece ser algo de sobrenatural.

Eu adoro placas!

Agora, quando você pede para parar o carro no meio de um eloquente nada, exatamente onde tem uma placa que só você viu e ainda achou interessante, é que começa o problema – as pessoas que viajam em sua companhia, reclamam.

As placas que mais me atraem estão relacionadas com as travessias de escolares e zonas de pedestres, pois têm aspectos pictóricos bem peculiares, obviamente dentro das regras do Código Internacional de Trânsito.

Capa do livro “A menina da placa”, de Michel Gorski e Fernando Vilela

Para quem tem uma mania destas, fazer o exame para a renovação da CNH, a popular carta de motorista, chega a ser uma curtição. Depois de alguns dias às voltas com a apostila de preparação para o tal exame, na véspera da prova, tive um sonho sobre como agir em casos de acidentes nas estradas, sinalizando a pista, atendendo às vítimas etc.

No dia seguinte passei no exame com facilidade, mas o sonho e a vivência de um mundo em “plaquês” ficaram tão impregnados em minha mente, que resolvi fazer algo que nunca tinha me passado pela cabeça – escrever um livro infantil que tratasse do mundo das placas, sem palavras, é claro.

Daí nasceu A menina da placa (1), em parceria com o escritor, artista plástico e ilustrador Fernando Vilela, todo na linguagem sintética, precisa e objetiva deste idioma universal, que nos permite “transitar” por todos os lugares do mundo.

Páginas do livro “A menina da placa”, de Michel Gorski e Fernando Vilela

nota

1
GORSKI, Michel; VILELA, Fernando. A menina da placa. São Paulo, Lafonte Júnior, 2012.

sobre o autor

Michel Gorski é arquiteto e co-editor da revista Arquiteturismo do portal Vitruvius. Estreou na ficção infantojuvenil com o romance Por um triz, em parceria com a escritora Silvia Zatz.

comments

065.02 biblioteca
abstracts
how to quote

languages

original: português

share

065

065.01 arquiteturismo em questão

Pedra portuguesa

José Tabacow

065.03 viagem cultural

Castelvecchio em Verona

Haifa Yazigi Sabbag

065.04 roteiro de viagem

Egito

Sérgio Antonio dos Santos Jr

065.05 viagem cultural

Deambulando por San José, Costa Rica

Junia Mortimer

065.06 ensaio fotográfico

Grafite em Berlim

Bruno Santos Stassi

065.07 quiz show

Quem sabe o nome do escultor e da escultura?

Abilio Guerra

065.08 ministério do arquiteturismo

Ministério do Arquiteturismo adverte

Milton Saad Junior

065.09 editorial

Por detrás de toda publicidade sempre há uma grande obra de arte!

Michel Gorski

newspaper


© 2000–2017 Vitruvius
All rights reserved

The sources are always responsible for the accuracy of the information provided