Your browser is out-of-date.

In order to have a more interesting navigation, we suggest upgrading your browser, clicking in one of the following links.
All browsers are free and easy to install.

 
  • in vitruvius
    • in magazines
    • in journal
  • \/
  •  

research

magazines

architexts ISSN 1809-6298


abstracts

português
O projeto da Bicocca, ex-área industrial da Pirelli é uma das intervenções urbanas mais amplas e significativas executadas em Milão, com projetos arquitetônicos de Vittorio Gregotti.


how to quote

BARDA, Marisa. Revitalização da área Pirelli, Bicocca 1985 – 2000. Arquitextos, São Paulo, ano 01, n. 006.01, Vitruvius, nov. 2000 <http://www.vitruvius.com.br/revistas/read/arquitextos/01.006/954>.

O projeto da Bicocca, ex-área industrial da Pirelli é uma das intervenções urbanas mais amplas e significativas executadas em Milão, com uma superfície total de 600 mil metros quadrados de vazio urbano e de aproximadamente 20 novas edificações, todas realizadas pelo arquiteto italiano Vittorio Gregotti.

Gregotti foi o vencedor do concurso organizado sob convite pela própria Pirelli. Organizado em duas fases em 1984, teve a participação entre outros do arquiteto Joaquim Guedes. A segunda fase teve a participação de Gino Valli, Aimaro Isola & Gabetti e Vittorio Gregotti. O vencedor foi selecionado somente em 1988, após diversas discussões e modificações de objetivos solicitados pela a Prefeitura

As indústrias Pirelli já haviam se transferido há alguns anos para uma periferia mais adequada já que a área aonde funcionava a sede desde 1905, então uma zona campestre, hoje faz parte da periferia norte de Milão, localização estratégica, próxima à rodovia de ligação com o norte da Europa.

O nome de Bicocca (casa abandonada) dado ao bairro deriva da localização na área de uma casa de campo do séc. XVI que pertencia à uma nobre família milanesa, os Arcimboldi, hoje restaurada e considerada Patrimônio histórico, sede de reuniões da direção da Pirelli. Com o tempo o nome de Bicocca degli Arcimboldi foi simplesmente simplificado para Bicocca.

O projeto vencedor do concurso Pirelli-Bicocca consiste em conciliar a reinterpretação da multiplicidade e densidade da cidade histórica com as exigências do presente, ocupando o "vazio" com edifícios e espaços bem definidos: a Bicocca deve se transformar em um "centro histórico" da periferia com a presença de universidade, residência, comércio, atividades terciárias e culturais, inclusive com a construção de um teatro lírico que substituirá o famoso "Scala" de Milão enquanto este, por 2 anos, estará fechado por obras de manutenção e adequação das instalações.

O projeto de Gregotti propõe a requalificação da área da Bicocca e sua reintegração no tecido e na vida da cidade com a qualidade do espaço aberto e de uso público, a articulação e a diversificação das funções, das atividades e dos serviços que definem a hierarquia das coisas e dos espaços, com a presença de serviços de valor territorial que tornam necessárias os intercâmbios com outras partes da cidade, a possibilidade de suportar variações e complementos sem perda de identidade por parte de uma população local socialmente mista – seja por tipo de atividade, poder econômico, origens ou idade.

sobre o autor

Marisa Barda é arquiteta brasileira formada na FAUUSP em 1979, radicada em Milão desde 1982, aonde desenvolve sua atividade profissional como arquiteta na recuperação e restauro de casas e edifícios e crítica de arquitetura colaborando para a AU no Brasil e Abitare, Costruire e Ufficiostile na Italia.

comments

006.01
abstracts
how to quote

languages

original: português

share

006

006.00

O metrô de São Paulo e outras histórias metroviárias (editorial)

Abilio Guerra and Cristina Jorge Camacho

006.02

Nazareth: urbanismo e lugares santos

Vittorio Corinaldi

006.03

Restauro da Piazza Montecitorio

Franco Zagari

006.04

Eisenman e Koolhaas: "less is less, more is more"

Fernando Luiz Lara

006.05

O legado do urbanismo moderno no Brasil

Paradigma realizado ou projeto inacabado?

Vicente del Rio and Haroldo Gallo

006.06

Design é arte?

Agnaldo Farias

006.07

O Colégio Estadual de Oscar Niemeyer em Campo Grande MS: uma análise compositiva

006.08

Stud banker bang bang!: casa e ateliê

Barragán em Tacubaya, México, 1947

Carlos Eduardo Dias Comas

006.09

Niemeyer gráfico

Chico Homem de Melo

006.10

Em busca do tempo perdido

O Renascimento dos Centros Urbanos(1)

Vicente del Rio

006.11

7ª Bienal Internacional de Arquitetura de Veneza, Itália:

pouca ética e menos estética

Clara Irazábal

006.12

Restauração de obras modernas e a Casa da Rua Santa Cruz de Gregori Warchavchik

Marcos José Carrilho

newspaper


© 2000–2017 Vitruvius
All rights reserved

The sources are always responsible for the accuracy of the information provided