Your browser is out-of-date.

In order to have a more interesting navigation, we suggest upgrading your browser, clicking in one of the following links.
All browsers are free and easy to install.

 
  • in vitruvius
    • in magazines
    • in journal
  • \/
  •  

research

magazines

drops ISSN 2175-6716

abstracts

português
O artigo aborda a exposição Favelité, instalada na estação do RER Luxembourg, em Paris, na qual as favelas brasileiras são pensadas a partir de sua riqueza humana e cultural, seus problemas e qualidades

english
The article discusses exposure Favelité, installed in the Luxembourg RER station in Paris, where the Brazilian favelas are thought from their human and cultural wealth, its problems and qualities

español
El artículo aborda la exposición Favelité, instalada en la estación del RER Luxembourgo, en París, en la cual las favelas brasileñas son pensadas a partir de su riqueza humana y cultural, sus problemas y cualidades

how to quote

SCHEIN, Françoise; BUEL, Romaric. Favelité. Onde você vive? Drops, São Paulo, ano 06, n. 012.09, Vitruvius, set. 2005 <http://www.vitruvius.com.br/revistas/read/drops/06.012/1664>.



Para o Ano do Brasil na França a ONG Enda Brasil e 3 jovens arquitetos: Laura Taves, Pedro Rivera e Pedro Évora, com a colaboração da designer Paula Delecave, apresentam sua cidade de uma outra forma que não sob o ângulo da violência muitas vezes mostrada no exterior.

Quem vive nas favelas? Milhares de brasileiros, os descendentes dos escravos, o povo mestiço deste país, aqueles que há mais de um século tentam construir na favela uma cidadania de homens e mulheres livres.

Em uma sociedade ainda bastante desigual, eles construíram suas pequenas casas, umas sobre as outras. No início em madeira e barro, depois em tijolos... uma casa, depois duas, depois três, depois centenas e milhares formando bairros inteiros, se desenvolvendo no meio da cidade próximas aos prédios e casas da cidade dita formal.

O Rio de Janeiro é uma cidade onde os bairros populares e os bairros ricos se encontram, se misturam. Um pouco como se em Paris, próximo ao Jardim de Luxemburgo, área nobre da cidade, houvesse uma favela com 30.000 habitantes vivendo e trabalhando. Como, por exemplo, se o Morro da Providencia fosse situado no quinto Arrondissement em Paris.

Favelité, a favela no RER Luxembourg

Favelité é um projeto de exposição para a estação RER Luxembourg, elaborado e realizado no âmbito do Ano do Brasil na França, entre 23 de setembro e 31 de dezembro de 2005.

O projeto apresenta as favelas brasileiras a partir de uma colagem de fotografias da favela do Morro da Providência, no Rio de Janeiro, sobre a qual estão aplicadas frases dos moradores, intelectuais e artistas, que têm participação no debate sobre o tema. Estas informações contêm o entendimento básico do que são as favelas: sua riqueza humana e cultural, seus problemas e suas qualidades.

As favelas representam o desafio urbano, social e cultural das cidades brasileiras no presente. Torna-se cada vez mais necessário perceber as cidades a partir de novos olhares, buscando-se agregar ao invés de separar, respeitando-se as diferenças e as individualidades existentes. Estes questionamentos que dizem respeito não só às cidades brasileiras, mas a todas as metrópoles do mundo.

A apresentação deste projeto num espaço público tem o sentido de amplificar estas informações a um público variado. O RER (trem urbano integrado ao metrô) responde a estas expectativas pelo grande número de pessoas que utilizam o sistema de metrô em Paris, e pela própria característica do transporte, que possibilita fluxos e conexões de pessoas e lugares, garantindo acessibilidade aos espaços da cidade e, portanto a oportunidades. Transporte e desenvolvimento urbano são temas indissociáveis. As cidades brasileiras são carentes de uma forma geral na oferta de serviços de transporte, e um dos principais fatores e argumentos dos moradores para viver nas favelas é justamente a proximidade dos locais de trabalho e de serviços públicos.

A escolha da estação RER Luxembourg para a montagem, dedicada ao tema do desenvolvimento sustentável e da ecologia urbana, é estratégica para o projeto. O desenvolvimento de cidades mais justas e equilibradas passa pela compreensão de sua complexidade, que no caso brasileiro, é representada principalmente pelas favelas.

Apesar da informalidade e da inegalidade na produção de seus espaços, as favelas têm a capacidade de dar soluções em condições adversas, de suprir a demanda urgente por habitação e oportunidades a partir de recursos mínimos. A compreensão e a incorporação desta natureza de esforços é fundamental para o desenvolvimento das cidades contemporâneas, especialmente nos países em desenvolvimento. A sustentabilidade deve ser perseguida pela integração entre os diferentes processos sociais e culturais, formais e informais, constituindo bases justas sobre as quais a discussão sobre as cidades devem ser estabelecidas.

O projeto Favelité no RER Luxembourg participa deste processo, buscando contribuir para o fortalecimento das ações que visam a inclusão da favela, através do esclarecimento do tema para diferentes públicos.

notas

[Favelité – Ano do Brasil na França
Estação RER Luxembourg, Paris
De 23 de setembro a 31 de dezembro 2005
Autores: Laura Taves, Pedro Èvora e Pedro Rivera]

[publicação: outubro 2005]

Françoise Schein e Romaric Buel, Paris França

 

comments

newspaper


© 2000–2017 Vitruvius
All rights reserved

The sources are always responsible for the accuracy of the information provided