Your browser is out-of-date.

In order to have a more interesting navigation, we suggest upgrading your browser, clicking in one of the following links.
All browsers are free and easy to install.

 
  • in vitruvius
    • in magazines
    • in journal
  • \/
  •  

research

magazines

drops ISSN 2175-6716

abstracts

português
Intervenção na Rodoviária de Campinas, desenvolvida no curso de extensão em Cenografia da FAU PUC-Campinas, a partir da ação de bonecos inspirados nos personagens da Comédia Dell'Arte e concebidos e construídos a partir da leitura da Arte Concreta

english
Intervention at the bus station in Campinas, developed as part of an extension course in scenography FAU PUC-Campinas, from action figures inspired by the characters of Comedy Dell'Arte and designed and built from the perspective of the Concrete Art

español
Intervención en la Estación de Autobuses de Campinas, desarrollada del curso de Escenografía FAU PUC- Campinas, a partir de la acción de muñecos inspirados en los personajes de la Comedia Dell'Arte y concebidos y a partir de la lectura del Arte Concreto

how to quote

TAMAI, Sidney. Gabusianos na Rodoviária. Drops, São Paulo, ano 06, n. 015.05, Vitruvius, jun. 2006 <http://www.vitruvius.com.br/revistas/read/drops/06.015/1687>.


Esse trabalho foi desenvolvido como parte do curso extensão em Cenografia da FAU PUC-Campinas, proposta pelos professores Alexandre Suarez e Sidney Tamai e desenvolvida em conjunto com os alunos.

A proposta foi a de gerar espaços e ambientes na Rodoviária de Campinas a partir da ação de bonecos inspirados nos personagens da Comédia Dell'Arte e concebidos e construídos a partir da leitura da Arte Concreta tendo como referência as esculturas de Naum Gabo.

A princesa, o Pierrot e o Bufão não são personagens convencionais do cotidiano e nem espelhos simétricos dos usuários da Rodoviária. Essas esculturas tem forma nova, pois foram concebidos com a idéia de economia de Meios. Menos massa e mais volume, menos procedimentos e mais informações espaciais. Menos é mais, no limite do reconhecimento para um público que, quase todo, desconhece esse tipo de ação.

Na Rodoviária os bonecos foram posicionados em duplas ou em conjunto criando espaços entre eles e o público, modificando a forma e o reconhecimento imediato do lugar. Espaço e tempo foram modificados pela inclusão e interação com os personagens que atuavam nas funções (e fora delas) da rodoviária, criaram filas, esperaram ônibus, foram conhecidos, reconhecidos e também propositadamente ignorados.

As interações ocorreram através das várias distâncias e dos vários sentidos envolvidos. As vezes um olhar de passagem no canto dos olhos e por vezes uma conversa amigável em que alienados e crianças em geral demonstraram confiança e intimidade.

Nessa tarde, atravessar a Rodoviária ficou meio estranho.

notas

[publicação: julho 2006]

Sidney Tamai, Campinas SP Brasil

 

comments

newspaper


© 2000–2017 Vitruvius
All rights reserved

The sources are always responsible for the accuracy of the information provided