Your browser is out-of-date.

In order to have a more interesting navigation, we suggest upgrading your browser, clicking in one of the following links.
All browsers are free and easy to install.

 
  • in vitruvius
    • in magazines
    • in journal
  • \/
  •  

research

magazines

drops ISSN 2175-6716

abstracts

português
Ivo Mesquita, o texto curatorial da exposição "José Patrício: Expansão Múltipla, Projeto Octógono Arte Contemporânea", que esteve em cartaz na Pinacoteca do Estado em São Paulo, de 11 de maio a 13 de julho de 2008

english
Ivo Mesquita, curatorial text of the exhibition "José Patricio: Expansão Múltipla, Projeto Octógono Arte Contemporânea", which was in theaters in the Pinacoteca do Estado in Sao Paulo, from May 11 to July 13, 2008

español
Ivo Mesquita, el texto de la exposición "José Patrício: Expansión Múltiple, Proyecto Octógono Arte Contemporánea", que estuvo en cartel en la Pinacoteca del Estado de San Pablo, desde el 11 de mayo al 13 de julio de 2008

how to quote

MESQUITA, Ivo. José Patrício. Expansão múltipla. Drops, São Paulo, ano 09, n. 025.07, Vitruvius, dez. 2008 <http://www.vitruvius.com.br/revistas/read/drops/09.025/1779>.


José Patrício


Desde o começo de sua carreira, no início dos anos 80 do século passado, o trabalho de José Patrício (Recife, 1960) explora as possibilidades construtivas de diversos materiais como o papel artesanal, objetos produzidos industrialmente como bonecos e botões, em composições geométricas, organizadas em módulos que se repetem, mas que são alterados ou subvertidos no seu rigor formal por sutis intervenções do artista. A partir de 1999, dentro de um processo contínuo de experimentação, ele começa a trabalhar com pedras de dominó que vão conferir a marca definitiva de sua obra. Sua produção constitui um conjunto original e único de desdobramentos, na atualidade, de questões fundadas pela tradição construtivo/concreta brasileira, produzindo, entretanto, uma geometria precária, acidental e contaminada pela consciência do aleatório no gesto humano e da fragilidade de sua presença no mundo.

Em composições emolduradas e colocadas sobre as paredes ou estendendo-se como grandes estruturas de plástico sobre o piso, cada peça é articulada não segundo as regas do jogo, mas seguindo outras regras de encadeamento, arbitrárias, definidas pelo artista a partir dos signos gráficos, cores, possibilidades de combinações e de movimentos. Como resultado, surgem surpreendentes composições, marcadas, simultaneamente, por cromatismos e movimentos (pintura), assim como por linhas e grafismos (desenho). Desse modo, José Patrício altera o entendimento não apenas das pedras do jogo de dominó, do uso que se faz delas, mas também do próprio conceito de pintura e de desenho, traduzido em uma superfície artificial, de plástico, industrial e distante das linguagens poéticas tradicionais. As pedras transformam-se em tapetes ou superfícies bordadas, que, pela predominância das formas espiraladas e vibrantes, põem o olho em movimento incessante sobre a superfície. É essa instabilidade mesma do olhar que assegura a esses trabalhos um lugar outro, fora das categorias rígidas que organizam as formas de representação. São espécies de híbridos entre pintura e desenho, entre superfície e objeto, entre criação e sistema de produção.

Por vezes o trabalho adota o formato de uma instalação, algo sítio específico, pensado e produzido para um espaço determinado, como o Octógono da Pinacoteca do Estado. Expansão múltiplaé uma mandala, ou um conjunto delas, pacientemente construído como um grande plano sobre o piso formado por quadrados de diversas dimensões, organizados por tonalidades e motivos em padrões magnetizadores. Justaposta de modo a criar uma superfície dinâmica e provocativa do olhar e da percepção, ela ocupa o interior do museu, alterando usos e circulação. Como um grande tapete a ser contemplado desde as extremidades, ou do segundo andar do edifício, esse plano capta e reflete todas as luzes e sombras que se movimentam pelo interior da galeria, marcando brilhos, pontuando grafias, revelando a sutileza das cores. De um lado, o caráter obsessivo do trabalho e a racionalidade do projeto desafiam a situação de exposição invertendo o modo tradicional de olhar pinturas no museu. De outro, funda um espaço de alegria quase infantil para o olhar.

Exposição

José Patrício: Expansão Múltipla, Projeto Octógono Arte Contemporânea. Pinacoteca do Estado, São Paulo, 11 de maio a 13 de julho de 2008.

sobre o autor

Ivo Mesquita é crítico de arte e historiador formado em jornalismo na ECA-USP. É curador do Projeto Octógono Arte Contemporânea.

Ivo Mesquita, São Paulo SP Brasil

 

comments

newspaper


© 2000–2017 Vitruvius
All rights reserved

The sources are always responsible for the accuracy of the information provided