Your browser is out-of-date.

In order to have a more interesting navigation, we suggest upgrading your browser, clicking in one of the following links.
All browsers are free and easy to install.

 
  • in vitruvius
    • in magazines
    • in journal
  • \/
  •  

research

magazines

drops ISSN 2175-6716

abstracts

português
Ruth Verde Zein, coordenadora do Núcleo Docomomo-SP, comenta o encontro promovido pela entidade no dia 18 de setembro de 2015, evento ocorrido na Universidade São Judas Tadeu e que contou com pesquisadores da arquitetura moderna brasileira.

how to quote

ZEIN, Ruth Verde. Encontro Núcleo Docomomo-SP 2015. Consolidando caminhos. Drops, São Paulo, ano 16, n. 096.08, Vitruvius, set. 2015 <http://www.vitruvius.com.br/revistas/read/drops/16.096/5720>.



Docomomo é a sigla pela qual é mundialmente conhecido o International Committee for Documentation and Conservation of Buildings, Sites and Neighbourhoods of the Modern Movement, uma organização internacional com ramos em dezenas de países, dedicada a pesquisar, estudar e defender o patrimônio da Arquitetura Moderna do século 20. O Brasil vem participando do Docomomo e promovendo inúmeros eventos desde sua criação nos anos 1990. Pela extensão e variedade do patrimônio moderno desse nosso país continental, o Docomomo-Brasil se organizou em várias representações regionais, sendo Núcleo Docomomo-SP um dos mais antigos e tradicionais. Podem se filiar ao Docomomo São Paulo / Brasil / Internacional quaisquer pessoas interessadas, através do site da entidade (1).

O Docomomo-SP retomou desde o ano passado seus “Encontros”, breves seminários que se realizam em âmbitos acadêmicos. Se trata de um evento rotativo que conta com o apoio das nossas universidades e programas de pós-graduação em arquitetura e urbanismo. Em 2014 aconteceu na Universidade Presbiteriana Mackenzie, em conjunto com o seminário nacional da Anparq, associação dos pesquisadores em arquitetura do Brasil. Em 2015 aconteceu nos dias 18 e 19 de setembro passado na Universidade São Judas Tadeu, que ofereceu apoio logístico e financeiro, especialmente para a vinda e estadia do conferencista convidado.

No dia 18 foram propostas duas mesas e uma conferência. Na primeira mesa três jovens pesquisadoras mestrandas /doutorandas apresentaram suas pesquisas em curso ou especialmente preparadas para o evento. Fernanda Critelli (Pós FAU Mackenzie) falou sobre seu extenso trabalho acerca das relações entre Richard Neutra e o Brasil; Silvia Raquel Chiarelli (Pós FAU Mackenzie) apresentou o estado da arte de sua pesquisa de doutorado sobre o última projeto de Le Corbusier para o Brasil, a Embaixada da França em Brasília; e Audrey Migliani (Pós USJT), a pedido do Núcleo Docomomo-SP, organizou um breve relato sobre a história e os esforços de preservação da Casa Modernista da rua Santa Cruz, de Gregori Warchawchik, que também vem contando com o apoio do Núcleo Docomomo-SP. A mesa foi coordenada pro Fernando Vázquéz (USJT), que enfatizou o importante papel dos nossos programas de pós-graduação na formação de novos pesquisadores.

Na segunda mesa do dia 18 comemoraram-se os centenários e aniversários de importantes arquitetos brasileiros modernos. Renato Anelli, do IAU USP e diretor do Instituto Bardi falou sobre as várias atividades brasileiras e internacionais promovidas pelo Instituto e outras instituições durante o ano do centenário de Lina Bo Bardi, e pela continuidade dessas iniciativas, bem como as dificuldades logísticas e financeiras em gerenciar esse patrimônio, que  conta com a famosa “Casa de Vidro” como sua principal joia. Monica Junqueira de Camargo, da FAU USP, realizou uma homenagem ao centenário do arquiteto João Batista Vilanova Artigas, apresentando também a importante pesquisa que vem trabalhando, junto com Miguel Buzzar (IAU USP São Carlos) e grande equipe, sobre as obras encomendadas pelo Governo Carvalho Pinto, no início dos anos 1960, que subsidiaram um importante boom da construção civil de patrocínio estatal naquele período, no qual participaram boa parte dos arquitetos paulistas então em atividade. Abilio Guerra (FAU Mackenzie e editor do portal Vitruvius) homenageou os arquitetos Rino Levi e João Filgueiras Lima, recentemente falecido, falando sobre os trabalhos da editora Romano Guerra para valorizar suas obras através da publicação de excelentes livros, um esforço de grande dedicação e idealismo, que vem disponibilizando a estudantes e profissionais livros de ótima qualidade, conformando um catálogo que também abrange a obra de vários outros arquitetos brasileiros. A mesa foi coordenada por Hugo Segawa (FAU USP), que comentou e debateu as apresentações dos palestrantes, situando a importância da renovação e ampliação das pesquisas e estudos sobre arquiteturas e arquitetos brasileiros que se proponham ir além do que já está conhecido e consolidado.

O Encontro do dia 18 foi encerrado com a conferência de Carlos Eduardo Dias Comas (Propar UFRGS), que pela primeira vez no Brasil apresentou uma conferência muito completa sobre sua participação como co-curador da exposição Latin America in Construction 1955-1980, que teve como curador chefe Barry Bergdoll, como curador assistente Patricio Del Real,  e também como co-curador, Jorge Francisco Liernur. Exibida no Museu de Arte Moderna de Nova York – MoMA, entre março e julho de 2015, a exposição apresentou mais de 500 peças originais sobre quase duas centenas de projetos e obras latino-americanos desse período, um alentado catálogo e vai se tornar, se já não é, um importante marco da historiografia da arquitetura moderna regional e mundial. No debate foi também de muito interesse a presença e participação de vários colegas pesquisadores, além dos já acima citados, tais como Eneida de Almeida, Ana Paula Khoury, Paula Belfort Mattos, André Marques e Edite Galote Carranza (USJT), Paulo Bruna e Adilson Macedo (FAU USP), Cecilia Rodrigues dos Santos e Ana Gabriela Godinho Lima (FAU Mackenzie), Paulo Fujioka e Miguel Buzzar (IAU USP São Carlos), Gustavo Rocha-Peixoto (FAU UFRJ), Walter Pires (DPH SP) entre outros.

No sábado dia 19 foi oferecido o Workshop “Entre o livro e o lugar”, ministrado pela arquiteta e artista Patricia Osses, combinando aula, leituras e passeios poéticos pelo centro de São Paulo, com declamações teatrais de Karen Menatti e a participação de alunos e arquitetos de várias instituições paulistas.

A organização dos eventos esteve a cargo de Fernando Vázquéz, Mirthes Baffi e Ruth Verde Zein, com o apoio das instituições e colegas presentes, e do Docomomo Brasil. O Encontro 2015 é uma modesta contribuição para as atividades o reconhecimento e valorização do patrimônio da arquitetura moderna paulista, brasileira e latino-americana. Interessados em participar podem acompanhar a página do Núcleo Docomomo-SP no Facebook (2).

notas

1
Website oficial do Docomomo Brasil <www.docomomo.org.br>.

2
Facebook do Núcleo Docomomo São Paulo <https://www.facebook.com/nucleo.docomomo.sp>.

sobre a autora

Ruth Verde Zein é coordenadora do Núcleo Docomomo-SP e professora da graduação e pós-graduação da FAU Mackenzie.

 

comments

096.08 evento
abstracts
how to quote

languages

original: português

share

096

096.01 patrimônio moderno

Casa JK

Memória e sedução

Cêça Guimaraens

096.02 design

Símbolo da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo

Benedito Lima de Toledo

096.03 urbanización

Reflexiones de abril

La urbanización y la necesidad de arquitectos y urbanistas

Humberto González Ortiz

096.04 homenagem

Bernardo Secchi

Entre plano e projeto: sobre o papel político do arquiteto-urbanista

Adalberto da Silva Retto Junior

096.05 ocupação irregular

Carta de apoio à desocupação da Orla do Lago Paranoá

Matheus Seco

096.06 patrimônio em risco

Nota sobre o abandono da Fazenda Colubandê

Cêça Guimaraens

096.07 homenagem

Em partículas no ar...

Dois anos sem Marshall Berman

Rossana Honorato

096.09 poluição

Rio Tietê

Reivindicação de despoluição é elitista

Álvaro Rodrigues dos Santos

newspaper


© 2000–2017 Vitruvius
All rights reserved

The sources are always responsible for the accuracy of the information provided