Your browser is out-of-date.

In order to have a more interesting navigation, we suggest upgrading your browser, clicking in one of the following links.
All browsers are free and easy to install.

 
  • in vitruvius
    • in magazines
    • in journal
  • \/
  •  

research

magazines

drops ISSN 2175-6716

abstracts

português
O Espaço Cultural Marieta, projeto coletivo do portal Vitruvius, Irmãos Guerra Filmes e produtora Cactus, promove seu segundo evento teste, com a residência artística e exposição de Glen Lasio, com curadoria de Giovanni Pirelli.

how to quote

PIRELLI, Giovanni; LASIO, Glen. Rest Mass, pinturas de Glen Lasio. Projeto Marieta realiza segundo evento teste. Drops, São Paulo, ano 16, n. 099.04, Vitruvius, dez. 2015 <http://www.vitruvius.com.br/revistas/read/drops/16.099/5861>.



Marieta recebe Glen Lasio

O Marieta foi inaugurado de forma provisória no início do segundo semestre de 2015, no dia 15 de agosto (1), com uma série de eventos que serviu como “teste” do amplo arco de programação presente em sua concepção  – entrevista, música ao vivo, projeção de filme, debate e exposição (2). Em novembro, começamos a pequena reforma necessária para que o espaço ficasse pronto para a abertura oficial, marcada para 2016. Passamos semanas trancados dentro do apartamento, pintando paredes, construindo prateleiras, adequando o sistema elétrico, moldando com nossas próprias mãos o nosso futuro local de trabalho.

Glen Lasio chegou para sua residência enquanto estávamos finalizando a primeira metade do trabalho. De Milão, após um longo período nos EUA, chegou à São Paulo com o objetivo de produzir uma série de quadros inspirados na paisagem urbana da capital. Ficou hospedado na Avenida São Luís, também no Centro da cidade, a dois passos do Marieta; mas também ao lado do Minhocão, do Teatro Municipal, da Praça da Sé, enfim, mergulhado no coração da cidade.

Agora, ao fim desta residência, posso afirmar que o grande protagonista deste processo foi o Centro de São Paulo, com seus habitantes, suas cores e cheiros, luzes e sombras. Para um curador, o trabalho em residência traz a possibilidade de participar ativamente do processo criativo de um artista: abrindo seu ponto de vista sobre a cidade, escolhendo roteiros e locais para visitar e, ao mesmo tempo, adaptando o ambiente de acordo com as necessidades e vendo nos trabalhos produzidos a reação do artista aos múltiplos estímulos.

Tal situação permitiu uma proximidade rara entre curador e artista, conjunto de obras e espaço expositivo. Eu reconheço nos quadros que compõem esta exposição a cidade em que vivo. Lembro minhas divagações sobre a peculiar inclinação de um raio de sol em um fim de tarde após a chuva; as janelas de um prédio lindo, antigo, hoje decadente; de reconhecer esta paisagem no gesto do braço de Glen enquanto pintava, mais tarde no mesmo dia. Vejo a marca que esta cidade leva consigo, pequenas e grandes intervenções estéticas, que moldam o nosso habitat, o nosso cotidiano, a nossa paisagem, nas camadas de tinta que cobrem as telas.

Atravessando os ambientes do Marieta, que acolhem os frutos deste processo, revivo o diálogo que tive com o artista nestas três semanas de trabalho, sinto a presença de São Paulo e de seus habitantes, desse gigante em que vivemos nosso dia-a-dia e que transforma nossa visão sobre o mundo (3).

[Giovanni Pirelli]

Massa inercial no Marieta

A Massa Inercial (Rest Mass, em inglês) de um objeto ou sistema é a quantidade de inércia que ele possui quando se encontra em descanso, ou a energia necessária para que ele deixe esse estado. Aumentando a velocidade do objeto, a massa inercial do objeto também aumenta. Se você̂ acelera um objeto o suficiente – algo próximo à velocidade da luz – é como se, efetivamente, a própria massa do objeto aumentasse, tendendo ao infinito. Trabalhando em residência, a minha percepção e experiência do Ser se expandem. A Minha pesquisa absorve naturalmente a energia, as formas, cores e significados do mundo com o qual entro em contato. Todas as novidades que vivo aqui em São Paulo são reelaboradas e interpretadas em um esforço constante de criar uma conexão entre essas fugazes e efêmeras manifestações de vida e a intuição de uma dimensão eterna e imutável. Procuro por aquele momento sutil, porém fundamental, em que a massa se aproxima á energia, o espaço ao tempo e a linguagem ao conteúdo. Eu sinto que, dentro desta conexão, pode-se encontrar um momento de verdade; uma verdade sobre Ser que vai muito além da que temos dentro de nosso usual sistema de referências.

[Glen Lasio]

notas

1
A programação do evento-testo do pode ser verificado na seguinte notícia: PORTAL VITRUVIUS. Projeto Marieta. Etapa inaugural do projeto cultural recebe Guto Lacaz, Marco do Valle, Abilio Guerra, Angelo Bucci, Caio Falcão e Lizete Rubano <www.vitruvius.com.br/jornal/events/read/1460>.

2
O conceito do Marieta está exposto no seguinte artigo: GUERRA, Caio; GUERRA, Helena; PIRELLI, Giovanni; ROMANO SANTOS, Silvana; GUERRA, Abilio. Projeto Marieta. Um sonho, dois usos e muitas iniciativas. Drops, São Paulo, ano 16, n. 095.04, Vitruvius, ago. 2015 <www.vitruvius.com.br/revistas/read/drops/16.095/5655>.

3
Rest Mass, exposição de Glen Lasio. Curadoria de Giovanni Pirelli. Espaço Cultural Marieta, São Paulo, de 17 a 24 de dezembro de 2015, das 11h às 18h <www.vitruvius.com.br/jornal/agenda/read/6114>.

sobre os autores

Giovanni Pirelli, nascido em Milão, é curador, produtor cultural e diretor da produtora Cactus.

Glen Lasio, nascido em Milão, tem 27 anos. Estudou arte em Chicago e está abrindo seu estúdio de gravura e impressões de arte em Milão. Sua primeira exposição individual ocorreu este ano em Chicago, na Thomas Masters Gallery; participou também de várias mostras coletivas e ganhou os prêmios Teatro Franco Parenti Young Artists Grant (Milão, 2014) e o JCE Biennal D'Art Contemporain (Montrouge, 2013).

Glen Lasio durante residência artística no Espaço Cultural Marieta, São Paulo
Foto Giovanni Pirelli

 

comments

099.04 exposição
abstracts
how to quote

languages

original: português

share

099

099.01 homenagem

Aprendendo com Cosac Naify

A editora que revolucionou a editoria em arte e arquitetura no Brasil

Abilio Guerra

099.02 política

A sociedade brasileira precisa reinventar a esperança

Intelectuais anti-impeachment

099.03 homenagem

Carlos Lemos, escritor

Homenagem aos 90 anos do arquiteto

Abilio Guerra

099.05 arquitetura

Em meio à arquitetura da Fondation Louis Vuitton

Sobre o museu de artes plásticas contemporânea e design projetado por Frank Gehry

Lutero Proscholdt Almeida and Milene Migliano Gonzaga

099.06 cultura

Das expressões chulas e vulgares

Álvaro Rodrigues dos Santos

099.07 derecho a la ciudad

Rún, rún arquitectónico

Humberto González Ortiz

newspaper


© 2000–2017 Vitruvius
All rights reserved

The sources are always responsible for the accuracy of the information provided