Your browser is out-of-date.

In order to have a more interesting navigation, we suggest upgrading your browser, clicking in one of the following links.
All browsers are free and easy to install.

 
  • in vitruvius
    • in magazines
    • in journal
  • \/
  •  

research

magazines

drops ISSN 2175-6716

abstracts

português
Guto Lacaz comenta sua fixação, que vem da infância, por coisas que flutuam. O barco com dezoito remos no lago do Parque Ibirapuera, em São Paulo, é sua mais recente obra com esse conceito.

how to quote

LACAZ, Guto. Barcos. Sobre a intervenção urbana flutuante 18. Drops, São Paulo, ano 16, n. 100.04, Vitruvius, jan. 2016 <http://www.vitruvius.com.br/revistas/read/drops/16.100/5900>.



Desde criança que gosto de barcos.

Admiro deveras o fenômeno da flutuação. Como é possível flutuar?

A banheira da casa de meus pais era meu tanque de provas. Motores elétricos, a vapor e a ar comprimido a transformavam num lab do MIT.

E, sempre me lembro do Eureka de Arquimedes em sua formulação da lei do Empuxo. Brilhante!

Quando adolescente assinava Popular Mechanics, que sempre trazia projetos de barco. Construí uma diluição de um deles, uma prancha que navegou com sucesso nas águas de um pequeno lago em Lorena. Também escrevia para as fábricas que anunciavam na revista pedindo catálogos.

Por falta de oportunidade meu sonho não foi a frente.

Agora, como artista plástico, esse sonho tem voltado na forma de intervenções urbanas flutuantes, projetos mais livres mas que guardam o desejo inicial: Auditório para questões delicadas, 1989; OFNI – Objeto flutuante não identificado Paranoá, 2011; OFNIS Ibirapuera, 2012; e agora o 18 – o barco com dezoito remos, 2016.

Vejo o 18 como um objeto low tech impressionista, aquelas pinturas do Monet, reeditadas em perfis de alumínio. Ou, como um barco construtivista russo, com o camarada Kazimir Malevich no comando.

Lembra também Tales de Mileto e seu teorema dos segmentos proporcionais que utilizei muito para distribuir equidistantes os remos nas vigas.

Lembro dos perfis de alumínio que vêm de fábrica com 6m e que essa medida eu aprendi desde o auditório para questões delicadas em 1989 e se tornou um balizador de muitos projetos.

O 18 será pilotado por amigos que o conheceram aqui em casa e que mostraram o desejo que vivenciar esse experimento, assim já pertence a esse mundo do compartilhamento que me enche de alegria.

Todo mundo no lago do Ibira dia 25!

Arte é energia


18, Guto Lacaz, lago do Parque Ibirapuera, 2016. Vídeo Edson Kumasaka [amplie para ver o vídeo] 

nota

NE – Guto Lacaz apresenta nova intervenção no lago do Parque Ibirapuera, o barco 18, no dia 25 de janeiro de 2016, das 8 às 17h.

sobre o autor

Guto Lacaz é artista plástico.

 

comments

100.04 artes plásticas
abstracts
how to quote

languages

original: português

share

100

100.01 parceria público-privado

Qual será o futuro da Praça Victor Civita?

Francine Sakata

100.02 espaço público

Indagações sobre os espaços públicos de Campinas SP

Carolina Guida Cardoso do Carmo

100.03 acidente de trabalho

Oração ao peão soterrado

Álvaro Rodrigues dos Santos

100.05 sociedade

Sobre o novo ano

Luiz Fernando Janot

100.06 homenagem

Alfredo Britto, 1935-2015

Arquiteto, crítico, historiador, professor

Lidia Kosovski

100.07 evento

Quinze dias de iniciativas cidadãs

Reflexões sobre a experiência no Laboratório Ibero-americano de Inovação Cidadã no Rio de Janeiro

Simón Fique

100.08 exposição

Um presente para São Paulo

Coleções em diálogo: Museu Paulista e Pinacoteca de São Paulo

Eduardo Augusto Costa

100.09 evento

XIX SIGraDI Florianopolis 2015

Um balanço do Congresso da Sociedade Ibero-americana de Gráfica Digital

Regiane Trevisan Pupo

newspaper


© 2000–2017 Vitruvius
All rights reserved

The sources are always responsible for the accuracy of the information provided