Your browser is out-of-date.

In order to have a more interesting navigation, we suggest upgrading your browser, clicking in one of the following links.
All browsers are free and easy to install.

 
  • in vitruvius
    • in magazines
    • in journal
  • \/
  •  

research

magazines

drops ISSN 2175-6716

abstracts

português
Paulo Miyada homenageia a vida e obra de Tunga, artista que sempre optou pela parcela maldita da arte em uma sociedade obcecada com a produtividade.

how to quote

MIYADA, Paulo. Tunga, 1952-2016. Drops, São Paulo, ano 16, n. 105.04, Vitruvius, jun. 2016 <http://www.vitruvius.com.br/revistas/read/drops/16.105/6057>.



Nestes tempos em que as "políticas" da "austeridade" pretendem colonizar não apenas os campos da saúde, educação, previdência e política social, mas também da arte e da cultura – moralizando-as com discursos de utilidade (de direita ou de esquerda), chega o dia de nos despedirmos de Tunga, que foi o melhor antídoto para as falsas instrumentalizações da arte e da invenção.

Um dos mais inquietantes artistas de sua geração (não só no Brasil), Tunga esteve sempre comprometido com a parcela maldita da arte, com o sacrifício de energia e materiais, com o indizível e o mítico em uma sociedade obcecada com a produtividade e a acumulação. Sua acumulação foi de enigmas insolúveis, concentrados em fitas sem princípio ou fim, cenas erógenas e matérias que pulsam forças de crescimento, fecundação e morte.

Nunca tive chance de conversar com ele para pedir pistas para suas charadas – talvez seja melhor assim, guardo a inquietação em minhas entranhas para compartilhá-la pela vida.

nota

NE – Antônio José de Barros de Carvalho e Mello Mourão, conhecido como Tunga (Palmares, 8 de fevereiro de 1952 – Rio de Janeiro, 6 de junho de 2016), é artista plástico contemporâneo consagrado, com exposições individuais e coletivas no Brasil e exterior, e diversos prêmios por sua obra.

sobre o autor

Paulo Miyada é arquiteto e mestre pela FAU USP. Atualmente é curador do Instituto Tomie Ohtake, onde coordena o Núcleo de Pesquisa e Curadoria. Foi assistente da curadoria da 29ª Bienal de São Paulo (2010) e integrou a equipe curatorial do “Rumos Artes Visuais” do Itaú Cultural (2011-2013) e da edição retrospectiva desse programa realizada em 2014.

 

comments

105.04 homenagem
abstracts
how to quote

languages

original: português

share

105

105.01 patrimônio em risco

Carta aberta pública a Michel Temer, Presidente da República Interino

Conselho Consultivo do Patrimônio Cultural

105.02 homenagem

Muhammad Ali

Quando o impossível é apenas o hipotético e o temporário

Nabil Bonduki

105.03 patrimônio em risco

Manifesto em defesa do Iphan

Convocatória para abaixo-assinado

Silvana Rubino, Silvio Oksman, Sabrina Fontenele, Deborah Neves and Eduardo Costa

105.05 patrimônio em risco

Nota sobre Iphan e MinC

Secretaria Especial do MinC preocupa arquitetos brasileiros

Instituto de Arquitetos do Brasil IAB-DN

105.06 homenagem

Rosa Kliass, nova Cidadã Paulistana

Lucia Maria Sá Antunes Costa

105.07 homenagem

Carlos Leão: arquitetura

Um sonho de Jorge Czajkowski que se cumpre

Abilio Guerra

105.08 patrimônio

Quaiscalingudum

Iconografia do Trem das Onze de Adoniran Barbosa

Martin Jayo

105.09 homenagem

O livro sobre o arquiteto Carlos Leão

Pedro da Luz Moreira

newspaper


© 2000–2019 Vitruvius
All rights reserved

The sources are always responsible for the accuracy of the information provided