Your browser is out-of-date.

In order to have a more interesting navigation, we suggest upgrading your browser, clicking in one of the following links.
All browsers are free and easy to install.

 
  • in vitruvius
    • in magazines
    • in journal
  • \/
  •  

research

magazines

drops ISSN 2175-6716

abstracts

how to quote

PORTAL VITRUVIUS. Manifestação da Anparq sobre a situação nacional. Associação Nacional de Pesquisa e Pós-graduação em Arquitetura e Urbanismo comenta os riscos à democracia presentes no processo eleitoral de 2018. Drops, São Paulo, ano 19, n. 133.06, Vitruvius, out. 2018 <http://www.vitruvius.com.br/revistas/read/drops/19.133/7142>.



A Associação Nacional de Pesquisa e Pós-graduação em Arquitetura e Urbanismo é uma entidade científica, autônoma e apartidária, cujo objetivo estatutário central é “estimular, apoiar e incentivar atividades inerentes à formação, à pesquisa, à cultura e ao desenvolvimento cultural e tecnológico da área de Arquitetura e Urbanismo” (1).

Daí decorre o seu interesse direto por todas as políticas públicas que incidam sobre a liberdade e a autonomia das Universidades; sobre o estímulo à ciência, à tecnologia, à criação e à inovação; sobre a qualidade de vida urbana e rural, em particular o combate às obscenas desigualdades sociais que ainda marcam nosso país; e sobre a preservação do equilíbrio ambiental e da diversidade biológica.

Por estas razões a Anparq não poderia se furtar a juntar sua voz às entidades científicas e culturais, aos dirigentes universitários, aos movimentos e defensores dos direitos humanos e civis, aos juristas, cientistas, artistas e personalidades, brasileiros ou estrangeiros que, neste momento sombrio da vida nacional, se manifestam pela centralidade da preservação dos valores democráticos; pela plenitude do Estado de Direito; pelos princípios constitucionais do direito à livre manifestação, do acesso universal à educação, à saúde e à moradia e pela busca de uma inserção soberana do país nas instituições internacionais.

Pela natureza específica de sua atuação, a Anparq não pode deixar de se manifestar:

contra a manutenção de uma política de teto para os gastos públicos que impede a expansão dos investimentos em saúde, em cultura, em educação e em ciência e tecnologia e acarreta o sucateamento das agências de fomento à pesquisa e a favor da priorização de políticas de curto, médio e longo prazos que priorizem o investimento dos recursos nacionais nessas áreas, essenciais para a inserção soberana do país num mundo marcado pela primazia do conhecimento na produção da riqueza social.

contra as ameaças explícitas ao direito democrático de manifestação ativa de indivíduos, organizações e movimentos sociais na luta necessária e cotidiana por condições de vida e acesso à moradia, ao transporte, à educação, à saúde e à liberdade e a favor do reconhecimento de que a democracia e a liberdade não são outorgadas mas conquistadas e construídas no exercício cotidiano da cidadania.

contra a escalada de ódio e intolerância no conjunto da vida social e no interior das próprias universidades, onde as recorrentes violações da autonomia acadêmica e administrativa caminham a par de manifestações inaceitáveis de preconceito, xenofobia e ameaças a minorias sociais e étnicas e a favor da retomada do respeito ao debate e à livre expressão das diferenças como condição essencial para a própria existência da Universidade e para o avanço da ciência, do conhecimento e da criação.

contra a naturalização da ideologia autoritária que, a pretexto de buscar uma escola sem partido, nos ameaça com a partidarização plena da vida acadêmica, agride a autonomia da docência e estimula a delação e a criminalização do pensamento crítico e a favor do respeito à reflexão e a políticas educacionais, em todos os níveis da federação, que resgatem a visão de Anísio Teixeira, de Darci Ribeiro, de Paulo Freire e de todos os grandes educadores brasileiros que apontaram como objetivo maior da escola e da universidade a formação plena de cidadãos conscientes de seus direitos e deveres republicanos.

Por isso a Anparq se posiciona ao lado de todos os que lutam contra o regresso aos tempos sombrios da censura, da tortura e da tutela militar e a favor do reconhecimento pleno da vida democrática como condição imprescindível para a preservação e ampliação da luta pela melhoria das condições de vida da população brasileira e pelo resgate da perspectiva de construção de um país soberano, empenhado no desenvolvimento científico, tecnológico, social, cultural e ambientalmente sustentável tão arduamente perseguidos nas últimas décadas.

A democracia será sempre a escolha da Anparq.

nota

NA – o presente foi aprovado por aclamação de todos os delegados presentes na Assembleia Geral da Anparq ocorrida em Salvador no dia 19 de outubro de 2018.

1
Estatuto da Anparq disponibilizado no website oficial da entidade <https://www.anparq.org.br/Estatuto.php>.

sobre a autoria

Associação Nacional de Pesquisa e Pós-graduação em Arquitetura e Urbanismo – Anparq é uma entidade jurídica de direito privado, sem fins econômicos, com autonomia administrativa, financeira e patrimonial, com atuação em âmbito nacional, que congrega programas de pós-graduação, entidades e pesquisadores individuais que desenvolvam atividades de ensino de pós-graduação e/ou pesquisa de forma regular e sistemática na área de Arquitetura e Urbanismo no Brasil. A entidade conta atualmente com 31 filiados institucionais.

 

comments

133.06 política e educação
abstracts
how to quote

languages

original: português

share

133

133.01 apropriação urbana

Do garimpo urbano

Shopping-chão nas calçadas do bairro da Glória

Luiz Carlos Toledo

133.02 exposição

Paisagens de pedra

Sobre as fotografias de José Tabacow

Abilio Guerra

133.03 homenagem

Ao amigo Paulo Jardim de Moraes

Pablo César Benetti

133.04 exposição

A desmontagem do monumento de Tátlin e o momento brasileiro

Vitor Pena

133.05 memória

Rua Maria Antônia

Em memória de 1968

Diogo Cavallari Bella, Isadora Marchi de Almeida and Victor Berbel Monteiro

133.07 homenagem

O centenário da Bauhaus

Ethel Leon

newspaper


© 2000–2018 Vitruvius
All rights reserved

The sources are always responsible for the accuracy of the information provided