Your browser is out-of-date.

In order to have a more interesting navigation, we suggest upgrading your browser, clicking in one of the following links.
All browsers are free and easy to install.

 
  • in vitruvius
    • in magazines
    • in journal
  • \/
  •  

research

magazines

interview ISSN 2175-6708

abstracts

português
Político e diplomata, no "olho do furacão" por décadas, Ronaldo Costa Couto fala do excelente livro "Brasília Kubitschek de Oliveira"

english
Politician and diplomat, the "eye of the storm" for decades, Ronaldo Costa Couto speaks of the excellent book "Brasilia Kubitschek de Oliveira"

español
Político y diplomático, en el "ojo del huracán" por décadas, Ronaldo Costa Couto habla del excelente libro "Brasilia Kubitschek de Oliveira"

how to quote

BARBOSA, Antônio Agenor. Ronaldo Costa Couto. Entrevista, São Paulo, ano 03, n. 010.01, Vitruvius, abr. 2002 <http://www.vitruvius.com.br/revistas/read/entrevista/03.010/3342>.


JK em solenidade não identificada (provavelmente inauguração de Brasília)
Foto M. M. Fontenelle [fonte: Acervo do Departamento do Patrimônio Histórico e Artístico do DF]

Entrevista com Ronaldo Costa Couto
Antônio Agenor de Melo Barbosa

Se há um substantivo capaz de resumir a personalidade do mineiro Ronaldo Costa Couto, creio que é a multiplicidade. Somente um homem de múltiplos interesses, habilidades e competências seria capaz de passar tanto tempo "no olho do furacão" – como ele mesmo afirmou na entrevista – em áreas tão distintas como o jornalismo, a economia, o magistério e, principalmente, a política.  Com relação a esta última atividade, certamente as suas passagens por governos estaduais no Rio de Janeiro e em Minas Gerais, o levaram a alçar vôos mais altos e também mais complexos, como quando exerceu o cargo de Governador de Brasília e também de Ministro de Estado nos turbulentos anos 80, no auge do processo de transição do regime militar para  a democracia. Foi neste momento, segundo nos contou, que ele mais serviu ao Brasil e muito se empenhou no processo de consolidação da democracia, após a morte de Tancredo Neves (em 1985), durante o governo de José Sarney na Presidência da República.

Não fossem tantas e tão importantes as suas atividades na política brasileira nos últimos 30 anos, Ronaldo Costa Couto – Doutor em História Contemporânea pela Universidade de Paris, Sorbonne – ainda dedica-se aos ofícios de pesquisador e escritor. Mal acabou de publicar o seu excelente Brasília Kubitschek de Oliveira - livro em que narra a aventura da construção de Brasília, no ano do centenário de seu criador: Presidente Juscelino Kubitschek –, já está imerso em outra interessante pesquisa que versa sobre a saga da família Matarazzo, sobrenome da mais ilustre e importante família de imigrantes italianos que veio para o Brasil em finais do século XIX. Lá da Itália, na pequena Villa de Castellabate, berço dos Matarazzo, todos sabiam que o Conde Francesco Matarazzo era o homem mais rico da América do Sul. Só nos resta, portanto, esperar o que Costa Couto nos reserva sobre este seu novo livro.

Por ora, temos nesta pequena entrevista, gentilmente concedida para Vitruvius, uma espécie de aula informal sobre a história recente do Brasil (os anos JK, inclusive), pela ótica de um dos seus mais importantes protagonistas e pesquisadores.

JK em solenidade não identificada (provavelmente inauguração de Brasília)
Foto M. M. Fontenelle [fonte: Acervo do Departamento do Patrimônio Histórico e Artístico do DF]

comments

010.01
abstracts
how to quote

languages

original: português

share

010

newspaper


© 2000–2018 Vitruvius
All rights reserved

The sources are always responsible for the accuracy of the information provided