Your browser is out-of-date.

In order to have a more interesting navigation, we suggest upgrading your browser, clicking in one of the following links.
All browsers are free and easy to install.

 
  • in vitruvius
    • in magazines
    • in journal
  • \/
  •  

research

magazines

interview ISSN 2175-6708

abstracts

português
Entrevista com o professor português Duarte Cabral de Mello abordando sua trajetória como crítico e acadêmico

español
Entrevista con el profesor portugués Duarte Cabral de Mello se acerca su carrera como crítico y académico

how to quote

FERREIRA, M. Piedade; GUTIÉRREZ MOZO, María Elia. Entrevista com Duarte Cabral de Mello. Intelectual português aborda sua trajetória como crítico e acadêmico. Entrevista, São Paulo, ano 14, n. 055.04, Vitruvius, ago. 2013 <http://www.vitruvius.com.br/revistas/read/entrevista/14.055/4830>.


Duarte Cabral de Mello
Foto Paulo Miguel Melo [revista Ascensor]

Cabe-me neste artigo a difícil tarefa de fazer aquele que será, incrivelmente, o primeiro esboço da biografia do Arquiteto Duarte Cabral de Mello, ou Professor Cabral de Mello, no ano em que este apresenta o júbilo na Faculdade de Arquitetura da Universidade Técnica de Lisboa. Esta será apenas uma introdução da história ainda por escrever de uma figura incontornável da arquitetura portuguesa, em aspectos tão diversos como a prática, a teoria, a crítica e o ensino. Teve ainda um papel fundamental na divulgação da mesma no contexto internacional, em particular nos EUA, durante os anos 70, década que viu surgir o interesse extramuros pela obra de autores como Álvaro Siza Vieira, na época ainda em início de carreira. Colaborou a convite de Peter Eisenman no Institute of Architectural and Urban Studies – IAUS, onde contatou de perto com nomes de relevo internacional como Mário Gandelsonas, Diana Agrest, Kenneth Frampton, Anthony Vidler, Joseph Rykwert, Robert Slutsky, Stanford Anderson, Emílio Ambasz, Richard Meyer e Michael Graves. A isto se acrescenta a sua importante obra enquanto autor em colaboração com a Arquiteta Maria Manuel Godinho de Almeida no atelier “UTOPOS”, dos quais se destacam em particular os projetos de habitação de custos controlados para a Cooperativa CHUT, em Vila Nova da Caparica em Almada (1986-1988) e o projeto de requalificação urbana para a zona oriental de Lisboa, a quando da Expo98, mais concretamente o trecho correspondente ao PP4 (1994-1998). A sua obra tem vindo a ser selecionada para representação da arquitetura portuguesa em diversos eventos expositivos - Lisboa (1986, 1987, 1989, 1998), Porto (1991), Bruxelas (1991) Tokyo (1992), Nova Iorque (1994) e Munique (1997) – e foi publicada em diversas revistas da especialidade onde se incluem Arquitectura, Architectí, Arquitectos, Domus, Architecture d’Aujourd’hui, A&V. Mais recentemente e, no contexto acadêmico, tem-se dedicado à investigação no âmbito da criatividade e ética aplicados ao projeto de Arquitetura. Como sustento intelectual a uma carreira que se manifestou sob tão diversos aspectos, Duarte Cabral de Mello desenvolveu ao longo da sua obra um comprometido trabalho de pesquisa no âmbito da teoria, crítica e história da Arquitetura, mantendo sempre a mesma curiosidade e abertura por outras áreas do Conhecimento que considera vitais para sustentar a sua visão “do que se entende por projetar”, atitude que cunhou a sua atividade enquanto docente. Foi também esta preocupação interdisciplinar que escolheu desenvolver com maior incisão na sua tese de Doutoramento, a que deu o nome “A Arquitetura Dita: Anamorfose & Projeto”, onde concentra um conjunto de preocupações acerca da relação entre Projeto e Conhecimento no contexto da Arquitetura, mais concretamente no que se refere à sua dimensão Semiótica.

comments

newspaper


© 2000–2019 Vitruvius
All rights reserved

The sources are always responsible for the accuracy of the information provided