Your browser is out-of-date.

In order to have a more interesting navigation, we suggest upgrading your browser, clicking in one of the following links.
All browsers are free and easy to install.

 
  • in vitruvius
    • in magazines
    • in journal
  • \/
  •  

research

magazines

my city ISSN 1982-9922

abstracts

português
As cidades mineiras de Passa Quatro e Itanhandu estão competindo pela primazia de ser a precursora de uma arquitetura pós-moderna na região com seus novos edifícios de polícia.

how to quote

JAYO, Martin; FONTAN KÖHLER, André. Passa Quatro MG. Quando arquitetura é caso de polícia. Minha Cidade, São Paulo, ano 16, n. 190.01, Vitruvius, maio 2016 <http://www.vitruvius.com.br/revistas/read/minhacidade/16.190/6009>.



O ano da construção caprichosamente inscrito em velhas fachadas é um detalhe muito comum de se ver na arquitetura eclética da mineira Passa Quatro, nas terras altas da Mantiqueira. Fundada em 1888, a cidade, hoje com 15 mil habitantes, viu seu centro desenvolver-se entre o fim do século 19 e as décadas iniciais do 20, quando o simpático costume estava em voga. Como resultado disso, andar por suas tranquilas ruas é também, de alguma forma, fazer um passeio no tempo: 1902 aqui, 1906 ali, 1912 acolá, 1922 do outro lado...

De forma geral, o conjunto arquitetônico e paisagístico da cidade encontra-se razoavelmente íntegro e bem conservado. São poucas as construções “modernosas” que destoam do casario tradicional, e não há prédios altos, de forma que a igreja matriz e a antiga casa de câmara, hoje sede da Prefeitura, ainda são marcos na paisagem.

A sociedade e as autoridades passaquatrenses são cuidadosas com esse conjunto arquitetônico. Em julho de 2007, por lei municipal, instituiu-se o tombamento de todo o núcleo histórico da cidade, graças ao qual esse passeio cronológico-arquitetônico continuará disponível a visitantes futuros. Antes disso, desde 1999, algumas edificações já vinham sendo tombadas municipalmente.

Delegacia de Polícia, Passa Quatro MG, 29 out. 2015
Foto André Fontan Köhler

Mas às vezes, o esmero e a boa vontade podem resultar em excessos, como este curioso “caso de polícia”.  Trata-se da nova delegacia da cidade, um novíssimo prédio em estilo passadista, em cuja fachada, ressuscitando o velho costume, estampou-se um orgulhoso 2009 como ano de construção.

Delegacia de Polícia, Passa Quatro MG, detalhe da fachada, 29 out. 2015
Foto Martin Jayo

Por ironia do destino, a pitoresca edificação – localizada na rua Cabo Deodato, no centro da cidade – tem como vizinha de frente uma edificação importante: a primeira a ser tombada na cidade, um prédio de 1920 no qual está instalado, justamente, o Conselho Municipal de Patrimônio Cultural.

A inauguração oficial do edifício da delegacia contou com presenças ilustres, como o Governador do Estado, secretários de estado e o Prefeito Municipal. E as autoridades presentes, ao que parece, não pouparam elogios:

“O prédio mantém a arquitetura tradicional da cidade, não descaracterizando o estilo arquitetônico do município. Segundo autoridades presentes no momento da inauguração, o prédio é um dos mais belos de Minas Gerais” (1).

Se o prédio em questão é mesmo um dos mais belos de Minas, preferimos deixar a critério de quem se dispuser a avaliar. A tarefa poderá ser árdua, uma vez que, na vizinha Itanhandu, ele já ganhou um sério concorrente. Datado de 2013, o exemplar itanhanduense ainda não encontrou inquilino, mas quiçá ele seja um indício de que a polícia mineira está sendo precursora de uma arquitetura pós-moderna na região.

Edifício comercial, Itanhandu MG, 26 out. 2015
Foto Martin Jayo

sobre os autores

Martin Jayo é professor da EACH-USP, atuando nos cursos de bacharelado e mestrado em Gestão de Políticas Públicas. É bacharel em Economia pela FEA-USP, mestre em Ciências da Comunicação pela ECA-USP e doutor em Administração de Empresas pela FGV-EAESP.

André Fontan Köhler é professor da EACH-USP, atuando no Curso de Bacharelado em Lazer e Turismo. É bacharel em Administração e mestre em Administração Pública e Governo pela FGV-EAESP. É doutor em Arquitetura e Urbanismo pela FAU USP.

nota

1
“Passa Quatro tem uma das mais belas delegacias de Minas Gerais”. P4 Informa (Órgão Informativo da Prefeitura de Passa Quatro), segundo semestre de 2011, p. 2 <www.passaquatro.mg.gov.br/upfiles/informativos/informativo-2011-02-na-integra.pdf> (acesso em 11 de novembro de 2015).

comments

newspaper


© 2000–2019 Vitruvius
All rights reserved

The sources are always responsible for the accuracy of the information provided