Your browser is out-of-date.

In order to have a more interesting navigation, we suggest upgrading your browser, clicking in one of the following links.
All browsers are free and easy to install.

 
  • in vitruvius
    • in magazines
    • in journal
  • \/
  •  

research

magazines

my city ISSN 1982-9922

abstracts

português
Com base em uma pesquisa acadêmica, os autores desenvolveram uma proposta de guia para a região central e outros locais importantes da cidade de São Paulo. Esse percurso concentra-se nas obras arquitetônicas do Parque da Juventude, no bairro do Canindé.

how to quote

LOURO E SILVA, Hugo; BUENO, Francisco Caparroz; CAMPOS, Fernanda Grimberg Vaz de. Guia arquitetônico de São Paulo. Oitavo percurso: Parque da Juventude. Minha Cidade, São Paulo, ano 17, n. 202.06, Vitruvius, maio 2017 <http://www.vitruvius.com.br/revistas/read/minhacidade/17.202/6545>.



Com base em uma atividade acadêmica da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo que visava apresentar regiões com significância histórica e arquitetônica para os estudantes ingressantes nesse curso – evento chamado de “Gincana dos Bixos” – um grupo de alunos responsáveis pela organização do mesmo em 2005 decidiu se organizar para transformar esse evento informal em uma pesquisa, com o intuito de publicá-la e servir como um manual introdutório da própria cidade ao acadêmico recém ingresso.

Esse texto produzido em conjunto teve êxito em uma publicação, patrocinada por um banco privado em 2005 e até hoje essa publicação orbita no Diretório Acadêmico da Faculdade de Arquitetura do Mackenzie como referência para a produção do evento.

Mais de uma década depois, dois de seus antigos organizadores desse evento decidiram se reencontrar para reescrever esse curto guia, mas não só para a região central da cidade, mas em outras regiões importantes nessa cidade e, ainda, com um comprometimento acadêmico mais rigoroso, uma pesquisa mais aprofundada e com ilustrações aquareladas dos edifícios desenvolvidas por um dos autores, a arquiteta Fernanda Grimberg Vaz de Campos.

O percurso sugerido aqui se inicia na estação Carandiru de Metrô na Linha Azul, saída A pela Av. Cruzeiro do Sul (lado par) / Parque da Juventude, onde o leitor poderá passear sem percurso previamente sugerido por todo o parque.

Brevíssimo histórico da região

Na década de 1920 foi instalada às margens do Córrego Carandiru, na Zona Norte da cidade, a primeira Casa de Detenção do Estado de São Paulo, projetada pelo engenheiro-arquiteto Samuel das Neves.

Por muitos anos foi considerado o maior presídio da América Latina, alojando mais de 8.000 presos simultaneamente.

Demolido em 2002, deu espaço para um complexo urbano com projeto surpreendente.

Parque da Juventude

Avenida Cruzeira do Sul, 2.500 esquina com a Avenida Zachi Narchi, 1.309

O parque concebido pela arquiteta e paisagista Rosa Grena Kliass foi implantado entre 2003 e 2007.

Após a demolição integral do maior complexo penitenciário da América Latina em 2002, desenvolveu-se um novo projeto para toda a gleba com áreas verdes para apresentações, quadras esportivas e espaços de convivência em toda a extensão dos 240.000 m² (24 hectares).

Além de todas as áreas, foram incorporadas ao projeto as obras de execução interrompidas no passado do Carandiru II, que a vegetação natural transformou num espaço de contemplação à história.

Horário de funcionamento
Segunda-feira a sábado, das 6h às 0h
Domingo, das 6h às 22h

Biblioteca Municipal de São Paulo e Escolas Técnicas Estaduais

Parque da Juventude, Biblioteca Municipal de São Paulo e Escolas Técnicas Estaduais, Avenida Cruzeira do Sul, 2.500 com a Avenida Zachi Narchi, 1.300
Desenho de Fernanda Grimberg Vaz de Campos

Avenida Cruzeiro do Sul, 2.500 esquina com a Avenida Zachi Narchi, 1.300

Projetado pelo escritório do arquiteto Gian Carlo Gasperini em 2002, após ganhar concurso específico, foi executado pela Construtora Kallas.

No complexo do Parque da Juventude há três edificações com arquitetura contemporânea de excelente qualidade, merecedoras de visitação.

Trata-se da Biblioteca Estadual de São Paulo, muito utilizada pela comunidade, e mais dois blocos das Escolas Técnicas Estaduais administradas pelo Centro Paula Souza, onde são ministrados cursos gratuitos de formação técnica em administração, enfermagem, museu, informática e logística.

Horário de funcionamento da biblioteca
Terça a sexta-feira, das 9h às 21h
Sábados, domingos e feriados, das 9h às 19h

bibliografia

Sites acessados entre fevereiro e setembro de 2012:

http://pt.wikipedia.org

www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/cultura

notas

NA – Com base em uma pesquisa que fora desdobrada de uma atividade acadêmica extracurricular, os autores revisitaram as informações outrora produzidas e desenvolveram uma proposta de guia para a região central da cidade de São Paulo. Agradecemos a todos os monitores e organizadores da Gincana dos Bixos, fomentada pelo Dafam, em toda a sua existência, há décadas. Em especial a todos que formam monitores e organizadores em tempo que os autores estiveram envolvidos nesse processo. A Jefferson Doki, pela imensurável importância à existência através do tempo à essa Gincana. A Luiz Benedito de Castro Telles, que revisou e criticou esse texto antes de ter nos deixado.

NE – Este é o oitavo de uma série de oito roteiros para passeios arquitetônicos na cidade de São Paulo. Os artigos da série são os seguintes:

LOURO E SILVA, Hugo; BUENO, Francisco Caparroz; CAMPOS, Fernanda Grimberg Vaz de. Guia arquitetônico de São Paulo. Primeiro percurso: centro histórico. Minha Cidade, São Paulo, ano 17, n. 193.02, Vitruvius, ago. 2016 <www.vitruvius.com.br/revistas/read/minhacidade/17.193/6133>.

LOURO E SILVA, Hugo; BUENO, Francisco Caparroz; CAMPOS, Fernanda Grimberg Vaz de. Guia arquitetônico de São Paulo. Segundo percurso: centro novo. Minha Cidade, São Paulo, ano 17, n. 195.03, Vitruvius, out. 2016 <www.vitruvius.com.br/revistas/read/minhacidade/17.195/6246>.

LOURO E SILVA, Hugo; BUENO, Francisco Caparroz; CAMPOS, Fernanda Grimberg Vaz de. Guia arquitetônico de São Paulo. Terceiro percurso: Bairro da Luz. Minha Cidade, São Paulo, ano 17, n. 196.07, Vitruvius, dez. 2016 <www.vitruvius.com.br/revistas/read/minhacidade/17.196/6309>.

LOURO E SILVA, Hugo; BUENO, Francisco Caparroz; CAMPOS, Fernanda Grimberg Vaz de. Guia arquitetônico de São Paulo. Quarto percurso: Bom Retiro. Minha Cidade, São Paulo, ano 17, n. 198.03, Vitruvius, jan. 2017 <www.vitruvius.com.br/revistas/read/minhacidade/17.198/6366>.

LOURO E SILVA, Hugo; BUENO, Francisco Caparroz; CAMPOS, Fernanda Grimberg Vaz de. Guia arquitetônico de São Paulo. Quinto percurso: Barra Funda. Minha Cidade, São Paulo, ano 17, n. 199.02, Vitruvius, fev. 2017 <www.vitruvius.com.br/revistas/read/minhacidade/17.199/6413>.

LOURO E SILVA, Hugo; BUENO, Francisco Caparroz; CAMPOS, Fernanda Grimberg Vaz de. Guia arquitetônico de São Paulo. Sexto percurso: Avenida Paulista. Minha Cidade, São Paulo, ano 17, n. 200.06, Vitruvius, mar. 2017 <www.vitruvius.com.br/revistas/read/minhacidade/17.200/6454>.

LOURO E SILVA, Hugo; BUENO, Francisco Caparroz; CAMPOS, Fernanda Grimberg Vaz de. Guia arquitetônico de São Paulo. Sétimo percurso: Higienópolis. Minha Cidade, São Paulo, ano 17, n. 201.04, Vitruvius, abr. 2018 <www.vitruvius.com.br/revistas/read/minhacidade/17.201/6502>.

LOURO E SILVA, Hugo; BUENO, Francisco Caparroz; CAMPOS, Fernanda Grimberg Vaz de. Guia arquitetônico de São Paulo. Oitavo percurso: Parque da Juventude. Minha Cidade, São Paulo, ano 17, n. 202.06, Vitruvius, maio 2018 <www.vitruvius.com.br/revistas/read/minhacidade/17.202/6545>.

sobre os autores

Hugo Louro e Silva é sócio diretor da Park Capital Empreendimentos e Participações Ltda., leciona como professor na pós-graduação lato sensu da Universidade Presbiteriana Mackenzie nas disciplinas de “Empreendimentos Imobiliários Residenciais” e “Projetos de Arquiteturas Metropolitanas II”. É mestre e graduado em Arquitetura e Urbanismo na universidade que hoje leciona e pós-graduado em Negócios Imobiliários pela FGV-SP.

Francisco Caparroz Bueno é graduado em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Presbiteriana Mackenzie (2008). Atualmente é mestrando da Universidade Presbiteriana Mackenzie. Tem experiência na área de Arquitetura e Urbanismo, atuando principalmente nos seguintes temas: maquetes físicas, comunicação não verbal, representação arquitetura e marketing.

Fernanda Grimberg Vaz de Campos é graduada em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Presbiteriana Mackenzie (2007). Tem experiência na área desenvolvimento e acompanhamento de projetos, de ilustração para eventos e arquitetura e possui uma produção artística voltada ao desenho do urbano com nanquim e aquarela. Faz parte do comitê internacional responsável pela organização International Urban Sketchers Symposium, que ocorre anualmente, em países e cidades diferentes. É também correspondente do blog regional Urban Sketchers Brasil. Cursa Mestrado em Artes Visuais na UNICAMP.

comments

newspaper


© 2000–2017 Vitruvius
All rights reserved

The sources are always responsible for the accuracy of the information provided