Your browser is out-of-date.

In order to have a more interesting navigation, we suggest upgrading your browser, clicking in one of the following links.
All browsers are free and easy to install.

 
  • in vitruvius
    • in magazines
    • in journal
  • \/
  •  

research

magazines

my city ISSN 1982-9922

abstracts

português
O artigo descreve a requalificação de um canteiro central da cidade de Barra do Bugres MT, que por meio da inserção de equipamentos urbanos e cuidados paisagísticos motivou a apropriação de um espaço urbano previamente despercebido.

english
The article describes the requalification of a central flowerbedof the city of Barra do Bugres MT, which through the insertion of urban equipment and landscape care motivated the appropriation of a previously unnoticed urban space.

español
El artículo describe la Recalificación de un cantero central de la ciudad de Barra do Bugres MT, que por medio de la inserción de equipamientos urbanos y cuidados paisajísticos motivó la apropiación de un espacio urbano anteriormente desapercibido.

how to quote

TURCHEN, Paloma Morais. Um canteiro de apropriações. Minha Cidade, São Paulo, ano 18, n. 208.04, Vitruvius, nov. 2017 <http://www.vitruvius.com.br/revistas/read/minhacidade/18.208/6784>.



Há algum tempo os canteiros centrais de vias públicas perderam a simples funcionalidade de delimitação ou resguardo para futuras ampliações viárias e seguem as premissas sustentáveis de promover espaços verdes, permeáveis, de lazer, contemplação e outras funções que melhoram o microclima urbano e a paisagem das cidades de acordo com a perspectiva teórica de Valéria Lima e Margarete Trindade Amorim (1).

A cidade que nos leva a indagação de um simples canteiro central recebe o nome de Barra do Bugres, situada no interior do Estado do Mato Grosso. Os antigos canteiros da cidade, locados em sua maior parte nas avenidas principais do Bairro Central são pavimentados por calçadas, atualmente quebradas por raízes de espécies arbóreas escolhidas e inseridas nos canteiros de forma errada, no entanto, são espécies que apresentam bastante folhagem e que proporcionam sombreamento ampliado, o que é relevante para o clima tropical característico da região.

Com o passar dos anos e com a expansão territorial da cidade, os canteiros de novos bairros aparecem gramados, com o plantio de espécies adequadas mas não apresentam equipamentos urbanos, são desprovidos de atrativos, lazer e contemplação. Até que no ano de 2014 a requalificação do canteiro central da Avenida Alécio Pelachim sugere alterações com resultados sociais positivos e que serviram para expirar e melhorar a paisagem urbana da cidade de Barra do Bugres.

A requalificação

A requalificação do canteiro central da avenida Alécio Pelachim, uma via de mão dupla locada no centro da cidade começou com a vinda de investidores comerciais de fast food, posto de combustível, sorveteria, barbearia, choperia, lanchonetes e outros. Foram esses investidores comerciais responsáveis pela iniciativa de melhoramento do canteiro que conquistou a apropriação muito rápida por parte dos moradores locais, em destaque, o público jovem.

Símbolo de homenagem ao Festival de Pesca (festividade tradicional da cidade) e modelo padrão de Pérgola usada no canteiro, Barra do Bugres MT
Foto Paloma Morais Turchen, 2017

Para o processo de requalificação foram feitas diversas alterações como a inserção de piso permeável de blocos intertravados, adição de bancos, pergolados, lixeiras, luminárias e plantio de espécies ornamentais, as árvores existentes forma mantidas.

Desde então, após o entardecer é difícil conseguir um banco vago, o espaço se tornou próprio e confortável para socialização, rodas de tereré, música, convívio entre amigos e outras atividades. A localização atrai o fluxo de pessoas, tanto pelo espaço de convívio quanto pelos estabelecimentos comerciais do entorno, a Avenida do canteiro é uma saída da rotatória que envolve a principal praça da cidade e mesmo com tanta proximidade, o canteiro costuma ser mais frequentado do que a praça principal.

Por parte dos investidores, a primeira intensão foi priorizar a esfera capitalista, visando aumentar a quantidade de consumidores, logo, a iniciativa agregou valores tanto na esfera social como na ambiental.

Plantio de Moréias (dietes iridioides) e modelo de lixeira do canteiro, Barra do Bugres MT
Foto Paloma Morais Turchen, 2017

Os investidores do entorno tiveram pouco gasto, reproduziram um espaço singelo mas atrativo, os resultados foram a acelerada apropriação popular, além de servir como influência de transformação da paisagem de outros pontos da cidade.

Considerações finais

Ao analisar esta requalificação, a primeira observação é que a ação de atribuir valores, funções e estética ao canteiro foi uma maneira, mesmo que singela, de suprir as necessidades dos moradores em relação a cidade, o que justifica os resultados sociais rápidos e positivos. É de se considerar também que apenas a sociedade se torna capaz de reproduzir o espaço apropriando-se dele e dando a ele suas características e identidade cultural. Se não fossem as pessoas, a rotina de cada uma delas e suas vivências, o espaço poderia agradar durante o seu ineditismo e depois ser deixado.

Outra consideração é que essa permanência das pessoas nesses três últimos anos também se explica pela existência dos investidores e seus atrativos comerciais, gerando uma cumplicidade entre as duas esferas comentadas, a econômica e a social.

Canteiro Central da Avenida Alécio Pelachim (noturna), Barra do Bugres MT
Foto Paloma Morais Turchen, 2017

 

nota

1
LIMA, Valéria; AMORIM, Margarete Cristiane de Costa Trindade. A importância das áreas verdes para a qualidade ambiental das cidades. Formação, n. 13, 2006, p. 139-165 <http://revista.fct.unesp.br/index.php/formacao/article/viewFile/835/849>.

sobre o autor

Paloma Morais Turchen é arquiteta e urbanista formada pela Universidade do Estado do Mato Grosso – Unemat.

comments

newspaper


© 2000–2017 Vitruvius
All rights reserved

The sources are always responsible for the accuracy of the information provided