Your browser is out-of-date.

In order to have a more interesting navigation, we suggest upgrading your browser, clicking in one of the following links.
All browsers are free and easy to install.

 
  • in vitruvius
    • in magazines
    • in journal
  • \/
  •  

research

magazines

my city ISSN 1982-9922

abstracts

português
A Associação Nacional de Pesquisa e Pós-graduação em Arquitetura e Urbanismo - Anparq, reafirmando o seu compromisso pela preservação do patrimônio físico, ambiental e cultural – divulga nota pública sobre tragédia ambiental em Brumadinho.

how to quote

ANPARQ, Associação Nacional de Pesquisa e Pós em AU. Nota de solidariedade à população. Sobre o acidente trágico em Brumadinho. Minha Cidade, São Paulo, ano 19, n. 222.06, Vitruvius, jan. 2019 <http://www.vitruvius.com.br/revistas/read/minhacidade/19.222/7238>.



A Associação Nacional de Pesquisa e Pós-graduação em Arquitetura e Urbanismo - Anparq, reafirmando o seu compromisso pela preservação do patrimônio físico, ambiental e cultural, vem manifestar a sua solidariedade à população de Brumadinho, Região Metropolitana de Belo Horizonte, especialmente às centenas de famílias atingidas pelo rompimento da barragem de retenção de resíduos de mineração da empresa Vale, Mina do Feijão, ocorrida na região em 25-10-2019, cujas consequências são gravíssimas.

Em tragédias como esta, que se repete em tão pouco tempo após o acidente de Mariana, na mesma região, no mesmo local, com a mesma empresa, com a mesma operação extrativa, vários outros aspectos se evidenciam além das perdas irreparáveis de vidas humanas. Ressalta-se a amplitude de novos riscos similares, diante dos números divulgados pelos setores competentes, que registram a existência de cerca de 24 mil barragens no Brasil, 42% irregulares, sendo 790 contendo rejeitos de mineração, dezenas dessas em situação de risco.

Questionamos o custo social, material e ambiental que esse modelo de desenvolvimento econômico nos promete. Que tecnologias e normativas estabelecidas são essas, que em poucas décadas acumulam imensas riquezas corporativas privatizadas, provocando um mar de lama residual que destrói edificações, plantações, criações, florestas, rios, pondo em risco milhares de brasileiros e a riqueza ambiental dos territórios atingidos?

Mais do que a urgente revisão de protocolos de segurança na prevenção dessas tragédias anunciadas, as manifestações dos diversos segmentos de interesse público e da sociedade em geral têm que se unir pela conquista de tecnologias sustentáveis de produção, em prol de outras formas de desenvolvimento a serem alcançadas. Contribuindo para isso, urge repararmos a baixa prioridade que vem sendo dada aos investimentos educacional e científico no nosso país. Desde já nos associamos aos movimentos por esses incentivos, para os quais a formação e pesquisa inerentes à área de Arquitetura e Urbanismo representam campos fundamentais de atuação.

Brumadinho e Mariana, nunca mais!

sobre o autor

A Associação Nacional de Pesquisa e Pós-graduação em Arquitetura e Urbanismo - Anparq, é uma entidade sem fins econômicos que congrega programas de pós-graduação, entidades e pesquisadores individuais que desenvolvam atividades de ensino de pós-graduação e/ou pesquisa de forma regular e sistemática na área de Arquitetura e Urbanismo no Brasil.

comments

newspaper


© 2000–2019 Vitruvius
All rights reserved

The sources are always responsible for the accuracy of the information provided