Your browser is out-of-date.

In order to have a more interesting navigation, we suggest upgrading your browser, clicking in one of the following links.
All browsers are free and easy to install.

 
  • in vitruvius
    • in magazines
    • in journal
  • \/
  •  

research

magazines

projects  


abstracts

how to quote

PORTAL VITRUVIUS. Centro de Computação Tlalpan. Projetos, São Paulo, ano 04, n. 041.06, Vitruvius, maio 2004 <http://www.vitruvius.com.br/revistas/read/projetos/04.041/2339>.


Arquitetura
Migdal Arquitectos / Jaime Varon, Abraham Metta e Alex Metta

Bancrecer é uma instituição bancária que necessitava de um Centro de Computação para realizar o controle de suas operações nacionais. O projeto foi resultado de um concurso que ganhamos ao propormos a reutilização de uma construção existente no prédio adquirido pelo banco; este se situa ao sul da cidade do México, na Calzada del Tlalpan, próximo à Divisão do Norte, e tem uma superfície de 26.700 metros quadrados.

Realizamos o programa arquitetônico conforme as necessidades de nossos clientes, com os quais tivemos um intenso intercâmbio de idéias. Propusemos a modificação e ampliação de duas estruturas de concreto armado existentes que funcionavam como escritórios e armazém de uma companhia de produtos fotográficos. Estas foram reforçadas com muros para absorver eventuais terremotos e os adoçamos interior e exteriormente com uma série de volumes de cristal azul e esquadrias de alumínio visando gerar novos espaços e obter uma imagem que refletisse o espírito tecnológico com o qual conceituamos o projeto.

No piso térreo se localiza a área de computação, as áreas de escritórios de produção de sistemas, áreas de serviços, impressão, quarto de máquinas e porão, enquanto que no piso superior se encontram os escritórios de desenvolvimento, controle e serviços. Um estacionamento ao ar livre para quinhentos automóveis e áreas exteriores completam o conjunto. Por meio de um conector de cento e noventa e cinco metros de comprimento e quatro de largura, que tem como extremidades os dois vestíbulos de acesso, os espaços se ordenam e se ramificam; esta espinha dorsal conecta as duas estruturas preexistentes e é o eixo de circulação do conjunto, além de funcionar como átrio de acesso no piso térreo.

Na realização deste projeto questionamos a tipologia de bunker característica dos centros de computação e propusemos uma nova solução, na qual este se relaciona internamente, se convertendo em uma área de estar para os funcionários e visitantes, e à qual pode se recorrer como se fosse um aquário tecnológico; esta interação entre o homem e a máquina reflete a mudança da era industrial para a tecnológica.

Os escritórios, que alojam a mais de quinhentos empregados, são abertos; o mobiliário modular oferece versatilidade para movimentos contínuos e existem muito poucos escritórios fechados. A modulação dada por uma trama tridimensional é parte essencial dos componentes do edifício. Esta facilitou os prazos de execução, que foram de onze meses para a obra; no caso do projeto executivo se realizou em seis semanas.

A tecnologia é parte fundamental do edifício, que está totalmente automatizado e tem sistemas que monitoram e controlam cada uma de suas partes. Todas as instalações foram projetadas conforme os standards internacionais, com os últimos avanços tecnológicos.

O Centro de Computação Tlalpan é um exemplo de arquitetura especializada e flexível porque reúne em um espaço tudo o necessário para executar uma função bancária sistematizada multinacional; sua solução arquitetônica propõe conceitos inovadores em instalações e espaços que oferecem a possibilidade de modificar a distribuição física tanto de áreas como de funções sem perder a qualidade dos serviços disponíveis.

comments

newspaper


© 2000–2017 Vitruvius
All rights reserved

The sources are always responsible for the accuracy of the information provided