Your browser is out-of-date.

In order to have a more interesting navigation, we suggest upgrading your browser, clicking in one of the following links.
All browsers are free and easy to install.

 
  • in vitruvius
    • in magazines
    • in journal
  • \/
  •  

research

magazines

projects  


abstracts

how to quote

PORTAL VITRUVIUS. Praça Victor Civita - Museu Aberto da Sustentabilidade. Projetos, São Paulo, ano 09, n. 106.03, Vitruvius, out. 2009 <http://www.vitruvius.com.br/revistas/read/projetos/09.106/2983>.


Em parceria com o Instituto Abril, a Prefeitura de São Paulo inaugura a Praça Victor Civita - Espaço Aberto da Sustentabilidade. Instalada no terreno onde funcionava o antigo incinerador de Pinheiros, a Praça é um presente à cidade que ganha não apenas uma nova área de lazer, mas também a recuperação de um espaço degradado por anos de acúmulo de resíduos tóxicos.

O projeto teve início em 2006, quando a Prefeitura de São Paulo e o Instituto Abril, assessorados por Levisky Arquitetos, firmaram parceria para viabilizar a recuperação do antigo incinerador. Como tantas outras propriedades industriais, o terreno encontrava-se em profundo estado de degradação, exemplo do grande desafio urbanístico que as grandes metrópoles enfrentam.

Com base nessa questão, Adriana Levisky e Anna Dietzsch criaram um projeto com soluções que se apropriam da temática de modo positivo, focando o problema e ao mesmo tempo mostrando como superá-lo. As arquitetas buscaram utilizar, tanto quanto possível, alternativas ecológicas e sustentáveis para a Praça Victor Civita.

Praça Victor Civita - Museu Aberto da Sustentabilidade, implantação na cidade, São Paulo. Levisky Arquitetos Associados, 2008
Imagem do escritório

O projeto

Um grande deck de madeira certificada pousa sobre o terreno, sustentado por estrutura metálica, de modo a impedir o contato com o solo contaminado. O deck se estende na diagonal do terreno, propondo um percurso que enfatiza a perspectiva natural do espaço e convida o usuário a percorrer os caminhos da Praça. Como o casco de um grande barco, o deck se desdobra do plano horizontal ao vertical com formas curvilíneas, criando ambientes que se delimitam pela tridimensionalidade da forma, grandes “salas urbanas” que diversificam e incentivam o uso público do espaço.

Praça Victor Civita - Museu Aberto da Sustentabilidade, perspectiva axonométrica detalhe deck de madeira, São Paulo. Levisky Arquitetos Associados, 2008
Desenho escritório


Este deck, suspenso a aproximadamente 1,00 m do nível do piso existente, leva o usuário a um passeio pelo conhecimento de processos ligados à sustentabilidade, como a certificação da madeira, laboratório de plantas com espécies em pesquisa para produção de biocombustíveis, hidroponia, renovação de solos, fitoterapia e engenharia genética. Também conduz ao conhecimento de sistemas orgânicos para o reuso de águas pluviais e servidas, adotados no funcionamento da praça, além do racionamento energético alcançado com a utilização de placas solares.

Praça Victor Civita - Museu Aberto da Sustentabilidade, corte deck de madeira, São Paulo. Levisky Arquitetos Associados, 2008
Desenho escritório


Junto a essas experiências, o usuário tem também acesso a outros programas, como à arena coberta, ao Museu da Reabilitação instalado no edifício do Incinerador, ao Centro da Terceira Idade, à Oficina de Educação Ambiental, ao Núcleo de Investigação de Águas e Solos subterrâneos e à Praça de Paralelepípedos.

Praça Victor Civita - Museu Aberto da Sustentabilidade, perspectiva axonométrica jardineira ("planter") com sistema de auto-irrigação tec-garden, São Paulo. Levisky Arquitetos Associados, 2008
Desenho escritório


Sustentabilidade econômica

Através de parceria público-privada, a gestão privada viabiliza a transformação e reabilitação do espaço para uso público. Usos públicos, como espetáculos, exposições e cursos, tornam o empreendimento auto-sustentável. A gestão da praça ocorrerá com a participação de parceiros “Amigos da Praça”.

Sustentabilidade cultural

O projeto busca usar o espaço como catalisador de desenvolvimento comunitário, cultural e educacional, oferecendo acesso a programas como a Arena Coberta, os Museus da Reabilitação, o Centro da Terceira Idade, a Oficina de Educação Ambiental, o Núcleo de Investigação de Solos e Águas subterrâneas, a Praça de Paralelepípedos e o Museu Aberto da Sustentabilidade. Para isso conta com a parceria de instituições como Verdescola, CETESB, GTZ e MASP.

Sustentabilidade Ecológica

Através da parceria com instituições como o IPT, CETESB e GTZ, a Praça Victor Civita apresenta uma oportunidade de investimento na pesquisa de temas ligados à sustentabilidade, como a certificação da madeira, laboratório de plantas, uso de sistemas orgânicos para a reciclagem de água e racionamento energético.

Praça Victor Civita - Museu Aberto da Sustentabilidade, especificação de plantas, São Paulo. Levisky Arquitetos Associados, 2008
Imagem escritório


Praça Victor Civita - Museu Aberto da Sustentabilidade, ciclo da água – "planter", São Paulo. Levisky Arquitetos Associados, 2008
Esquema escritório

Praça Victor Civita - Museu Aberto da Sustentabilidade, ciclo de água filtro, São Paulo. Levisky Arquitetos Associados, 2008
Esquema escritório

Praça Victor Civita - Museu Aberto da Sustentabilidade, ciclo de água deck, São Paulo. Levisky Arquitetos Associados, 200
Esquema escritório


ficha técnica

Autoria
Adriana Blay Levisky
Anna Julia Dietzsch

Gestão e Coordenação
Levisky Arquitetos Associados:
Renata Gomes - Arquiteto Associado – Coordenador Projeto
Casey Mahon, Tatiana Antonelli, Lílian Braga, Luciana Magalhães, Renata H. de Paula, Cátia Portughese, Gabriela Kuntz – Equipe Projeto
Fernando Lima e Marcelo Ignatios - Arquitetos - Maquete Eletrônica
Luiz André Lanzuolo - Arquiteto – Maquete Volumétrica

Consultores
Instalações

Grau Engenharia

Estrutura
Companhia de Projetos

Luminotécnica
Franco & Fortes Lighting Design

Paisagismo
Benedito Abbud Paisagismo e Projetos

Gerenciamento
CeeMeeSee Engenharia

Fundação
Zaclis e Falconi Engenheiros Associados

Sondagem
Alphageos Tecnologia Aplicada

Reuso de águas
Eduardo Oliveira

Acústica
Fernando Iazzetta

Madeira/Recursos Florestais
IPT

Apoio Institucional
GTZ - Cooperação Técnica Alemã
Instituto Verdescola
CETESB
MASP

Ano do projeto
2006/2007

Ano de construção
2008

Localização
Rua Sumidouro, 580 – Pinheiros - São Paulo/SP

Característica principal do projeto
Praça-museu: fruto de parceria público-privada firmada através da arquitetura como ferramenta de consolidação de termo de cooperação. Projeto propõe a reabilitação de área contaminada a partir da implantação de deck de madeira legalizada sobre estrutura metálica reciclada configurando percursoseducativos sobre tecnologias sustentáveis; sistemas de reuso de água; energia solar; produção de bio‐energia; processos de descontaminação de solos e águas subterrâneas.

Fotos obra pronta
Nelson Kon

comments

newspaper


© 2000–2014 Vitruvius
All rights reserved

The sources are always responsible for the accuracy of the information provided