Your browser is out-of-date.

In order to have a more interesting navigation, we suggest upgrading your browser, clicking in one of the following links.
All browsers are free and easy to install.

 
  • in vitruvius
    • in magazines
    • in journal
  • \/
  •  

research

magazines

projects  


abstracts

how to quote

PORTAL VITRUVIUS. Concurso Público Nacional de Arquitetura para Novas Tipologias de Habitação de Interesse Social Sustentáveis. Projetos, São Paulo, ano 11, n. 126.02, Vitruvius, jun. 2011 <http://www.vitruvius.com.br/revistas/read/projetos/11.126/3902>.


A tipologia apresentada é um sobrado, constituído por 2 pavimentos: térreo e superior.

O partido da unidade habitacional consiste no desencontro de dois quadrados, formando um retângulo (raiz de 2)  Uma proporção geométrica harmônica, que seguiu o desenvolvimento do projeto e pode ser percebida em plantas, cortes e elevações.  O elemento de interligação entre o deslocamento de pavimentos térreo e superior é realizado por uma escada. Outras proporções também são geradas em conseqüência do partido.

A tecnologia de materiais e sistemas construtivos propostas são presentes no mercado. No entanto, algumas delas ainda são um pouco onerosas em relação aos sistemas construtivos convencionais, por vários fatores, entre eles: difusão do uso, maior consumo e cultura local. Entendemos também que a indústria tem um papel muito relevante nesse caminho.

Temos o privilégio de poder utilizar esses recursos em um país tropical, que nos favorece com seu clima e acima de tudo produz energia limpa. Nos parece que não há razões para não utiliza-los de forma inteligente.

A unidade é propositalmente suspensa do solo, com a finalidade de evitar impacto com o mesmo e como conseqüência, garantia de ventilação, evitando aquecimento desta.

As aberturas e elementos de ventilação foram projetados levando em consideração o conforto térmico: garantindo ventilação e iluminação natural sem uso de artifícios que consumam energia.

As vedações do pavimento térreo são compostas por blocos estruturais para absorver a carga do pavimento superior. Sendo que as vedações do pavimento superior, por sua vez, são compostas por materiais modulares para maior agilidade na montagem e menor desperdício. O sistema construtivo para vedação é composto por: chapa cimentícia (sem amianto) revestida externamente por chapas reaproveitadas de containers e OSB na parte interna estruturados por perfis metálicos, que formam um vão, que é preenchido por argila expandida. Nas áreas internas o sistema, é composto por 2 placas de OSB. O sistema construtivo de vedação do pavimento superior é diferenciado em relação ao térreo devido a maior exposição solar e também gera uma carga mais leve no pavimento inferior. Nas áreas molhadas, as chapas cimentícias prevalecem de ambos os lados devido umidade.

O desencontro entre os pavimentos favorece o uso de iluminação natural para o pavimento térreo, com um sistema que capta a luz solar, filtra e a difunde, com o benefício de trabalhar como uma luminária. Todo o Estar é iluminado dessa forma.  Na ausência do uso de iluminação natural, o sistema trabalha com uma luminária convencional.

Na mesma laje onde há o sistema de iluminação, há uma “laje verde” para evitar aquecimento do pavimento imediatamente abaixo.  Propomos bandejas de plástico reciclado sobrepostas na laje, para facilitar a manutenção das mesmas, além de evitar o contato das plantas com o sistema de impermeabilização da laje.

O reuso de água é realizado por 2 sistemas: 1.Captação de água pluvial (água cinza): A cobertura é inclinada favorecendo essa coleta por uma calha que filtra resíduos (folhas de árvores)  e é encaminhada para um reservatório localizado no térreo. Essa água só pode ser utilizada para finalidade de regar jardins. 2.Proveniente do uso doméstico: cozinha, lavanderia e chuveiro. Coletado por um reservatório localizado imediatamente abaixo dos banheiros, que é o local onde há a maior concentração de coleta proveniente dos banhos. Essa água deve ser filtrada com alto grau e reutilizada para as mesmas funções como também para a descarga dos vasos sanitários.

Entendemos que esse concurso gera uma oportunidade ímpar em discutir arquitetura para habitação popular considerando tecnologia e sustentabilidade.

Custo Habitação

O Custo da habitação foi estimado para cada tipologia de unidade. No entanto, a demanda de implantação destas é que dará a diretriz real desse custo.

Unidade 2 dormitórios - 52,20m²: R$45.000,00
Unidade 3 dormitórios - 67,01m²: R$52.000,00

ficha tecnica

Autores

Lilian Martins
Ana Lucia Rodrigues
Debora Utiyama

source

comments

126.02 Concurso
abstracts
how to quote

languages

original: português

source

share

126

126.01 crítica

Bagatelle

Eduardo Barra

126.03 entrevista

Conversa com Anna Julia Dietzsch

Abilio Guerra and Aline Alcântara Silva

126.04 professional

High Line Section 2

newspaper


© 2000–2014 Vitruvius
All rights reserved

The sources are always responsible for the accuracy of the information provided