Your browser is out-of-date.

In order to have a more interesting navigation, we suggest upgrading your browser, clicking in one of the following links.
All browsers are free and easy to install.

 
  • in vitruvius
    • in magazines
    • in journal
  • \/
  •  

research

magazines

projects ISSN 2595-4245

Classificação final 1º lugar

abstracts

português
Projeto e de adequação e requalificação do Mercado Público de Lages, de autoria dos escritórios Escritórios Zulian Broering + Zanatta Figueiredo, vencedor do Concurso Nacional de Arquitetura promovido pela Prefeitura de Lages e organizado pelo IAB/SC.

how to quote

PORTAL VITRUVIUS. Mercado Público de Lages. Projetos, São Paulo, ano 15, n. 169.05, Vitruvius, jan. 2015 <http://www.vitruvius.com.br/revistas/read/projetos/15.169/5404>.


Concurso Público de Arquitetura de Adequação e Requalificação

A Prefeitura Municipal de Lages, promotor, e o Instituto de Arquitetos do Brasil – Departamento Santa Catarina, organizador, divulgaram o resultado do Concurso Público de Arquitetura de Adequação e Requalificação do Mercado Público de Lages.

Projetos premiados

1º lugar: arquiteto Henrique Wosiack Zulian; coautores: arquitetos Talita Anelize Broering, Vinicius Miranda de Figueiredo e Vitor de Luca Zanatta, São Paulo SP
Imagem divulgação

2º lugar: arquiteto Matheus Marques Rodrigues Alves; coautor: arquiteto Ricardo Felipe Gonçalves, São Paulo SP
Imagem divulgação

3º lugar: arquiteto César Shundi Iwamizu; coautores: arquitetos Bruno Valdetaro Salvador e Eduardo Pereira Gurian, São Paulo SP
Imagem divulgação

Menção honrosa 1: arquiteto Rodrigo Salvati; coautores: arquitetos Rodrigo Romanini, Geovana Cristina Secco e Sayonara Guaresi, São Paulo SP
Imagem divulgação

Menção honrosa 2: arquiteto André Di Gregorio de Toledo; coautores: arquitetos Anariá Reis Simões Ladeira, Henrique Menezes, Marcelo Sandro de Oliveira, Marcos Costa Moreira Junior, Rodrigo Maçonilio e Sergio Vieira de Freitas Filho, São Paulo SP
Imagem divulgação

Ata de julgamento

Trabalho #12

Para a classificação dos trabalhos, o júri utilizou critérios de avaliação rigorosos que valorizaram: a integração do novo mercado à cidade, a adequação à topografia, a preservação da memória do antigo mercado, a adequação volumétrica do conjunto, a funcionalidade do mercado, a articulação dos espaços, a linguagem arquitetônica, as soluções construtivas, a economicidade, a sustentabilidade e, a imagem forte e clara que se procura num projeto arquitetônico de qualidade. As decisões dos jurados foram tomadas por unanimidade, tendo-se destacado o projeto com o número #12.

O trabalho #12 foi claramente o projeto que respondeu de uma forma mais eficaz à globalidade dos critérios de avaliação, destacando-se desde a primeira seleção, o que foi confirmado na seleção final. A solução representada no trabalho #12 reflete uma abordagem inteligente ao programa do concurso, demonstra uma eficaz compreensão do local, da preexistência , e reflete uma estratégia bem definida de atuação. O trabalho #12 destaca-se dos restantes por procurar estabelecer relações e vivência e de articulação com a cidade. Este projeto, de uma forma muito evidente, procura integrar-se no tecido urbano e, procura funcionar como elemento dinamizador e indutor da cidade. Volumetricamente, os diversos corpos do mercado organizam-se de um modo harmonioso garantindo uma implantação que permite criar um grande espaço central, parcialmente coberto, o que garante uma utilização confortável do mercado durante todas as estações do ano. A linguagem arquitetônica, cuidadosa e de expressão contemporânea, denota um grande respeito pela preexistência e eficácia da nova intervenção, criando um conjunto bem articulado e, com uma nova imagem, forte. Os diversos espaços estão bem organizados e articulados entre si em conformidade com o programa do concurso. O estacionamento no subsolo permite liberar a área de utilização pública para as pessoas. Relativamente à questão da eficiência e da sustentabilidade, consideramos que o projeto denota uma grande preocupação ambiental e de conforto de utilização, recorrendo a um sistema construtivo baseado em técnicas tradicionais associadas à introdução pontual dos elementos pré-fabricados, bem como a utilização de sistemas passivos de eficiência energética. (...)

Diante da constatação de uma clara e evidente distância de nível e aprofundamento entre o trabalho #12 e os demais, sentiu-se o júri técnico na obrigação de explicitar ao júri representativo esse fato, como contribuição a seu trabalho. Ficou evidenciada durante a avaliação e conforme mais detalhadamente a análise era feita, uma clara e desejável maturidade para  desenvolvimento de um trabalho projetual compatível com a importância do tema para a cidade de Lages.

[trecho sobre o projeto ganhador, transcrição feita a partir da Ata Final, cujo pdf está disponível na íntegra no link]

Juri técnico

Cesar Dorfman
Christian Krambeck
Jeferson Dantas Navolar
José Antonio Vidal Afonso Barbosa
Rafael Fornari Carneiro

Rael Belli (suplente)
Rosana Montagner Cervo (suplente)

comments

169.05 concurso
abstracts
how to quote

languages

original: português

source
IAB/SC
Lages SC

share

169

169.01 critica

Conjunto Habitacional Fira de Barcelona

Mariana Pedrollo Bez

169.02 concurso

Concurso MIS PRO

169.03 concurso

Campus Igara UFCSPA

169.04 habitação

La Fundación Ciudad del Saber

169.06 edifício comercial

Shopping Center e a recuperação da Estação da Lapa

Adriana Rabello Filgueiras Lima

newspaper


© 2000–2019 Vitruvius
All rights reserved

The sources are always responsible for the accuracy of the information provided