Your browser is out-of-date.

In order to have a more interesting navigation, we suggest upgrading your browser, clicking in one of the following links.
All browsers are free and easy to install.

 
  • in vitruvius
    • in magazines
    • in journal
  • \/
  •  

research

magazines

reviews online ISSN 2175-6694

abstracts

português
O crítico Carlos Vieira faz resenha do livro Vilas cariocas – estudos de caso, do arquiteto Alfredo Luz.

how to quote

VIEIRA, Carlos. Roteiro lírico e sentimental das vilas do Rio de Janeiro. Resenhas Online, São Paulo, ano 16, n. 179.02, Vitruvius, nov. 2016 <http://www.vitruvius.com.br/revistas/read/resenhasonline/16.179/6249>.


Vila residencial no Rio de Janeiro, portão de entrada
Foto divulgação

Passei quase dez anos da minha vida assistindo, com tristeza, ao desmonte progressivo de uma vila-quadra, na Rua Lopes Quintas, depois de o corretor que me vendeu um apartamento ter me assegurado que aquilo jamais aconteceria. E, ao longo desta vida, conheci muitas vilas aqui no Rio, uma característica interessante da urbanização da cidade a partir do século 19, e que resiste bravamente à verticalização. Por exemplo, cito a Rua Leblon, que na realidade é uma vila privilegiada entre Delfim Moreira e General San Martin, e a vila onde morou meu amigo Gilberto, na Rua Barão de Mesquita. E outras no Jardim Botânico, Botafogo, Copacabana, Tijuca, Catete, e no Lins de Vasconcelos (casa de Heckel). Hoje em dia passo regularmente por uma pequena vila, primorosamente mantida, na Gávea.

A vila residencial é o nome que se dá aqui a um conjunto delimitado de casas independentes, com um único endereço e quase sempre um único acesso, cujos moradores compartilham uma mesma área comum e repartem os custos de manutenção, em geral mais baixos que os de um condomínio tradicional.

Vila residencial no Rio de Janeiro, varanda de unidade interna
Foto divulgação

O livro do arquiteto Alfredo Luz é quase um roteiro lírico e sentimental da cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro, tal como se referiu uma vez Vinicius de Moraes. Com a vantagem que o livro organiza nossa visão meio desordenada das vilas, algumas que só conseguimos ver através das grades de entrada, como diz o autor. Ficamos sabendo agora que, do ponto de vista do urbanista, existem a vila-corredor, a vila-através, a vila semiencerrada, além da vila-quadra, como mencionado acima. Uma vez fui visitar meu tio que se hospedava numa vila da Rua Tonelero e tive uma experiência inusitada. Quase entrei na sala pela janela escancarada, que dava diretamente para a área de circulação da vila. Acho que este teria sido um mau exemplo de acesso híbrido.

O livro é fartamente ilustrado e colorido. As fotos das casas, das ruas e das vilas nos trazem, inevitavelmente, uma grande nostalgia. Podemos imaginar um Rio de Janeiro totalmente diferente do que é hoje, sem correria e sem sobressaltos. A Vila do Largo, em Laranjeiras, nos traz esperança. Segundo o texto, esta foi salva da especulação imobiliária. A Vila Tijuca, restaurada e com espaços de convivência para os moradores, é um exemplo de boa vizinhança. O Bairro Neusa, em Vila Isabel, é surpreendente.

Alfredo Luz, arquiteto e professor de Arquitetura, com este projeto que deu origem ao livro traz uma enorme contribuição para o entendimento do nosso espaço urbano e para a preservação destas verdadeiras relíquias da cidade do Rio de Janeiro.

Vila residencial no Rio de Janeiro, unidade interna e espaço livre
Foto divulgação

sobre o autor

Carlos Gentil Vieira, consultor, especialista em ciência da computação, ex-IBM, escritor e responsável pelo blog Vececom.com, dirigido a autores e leitores independentes. Autor dos livros “Armazém Colombo”, “Sabará 18”, “Esta brava e estóica gente das Gerais” (em co-autoria) e “Gerente Animador” (em co-autoria, vencedor do Prêmio Brahma de Administração).

comments

resenha do livro

Vilas cariocas

new

Vilas cariocas

Estudos de caso

Alfredo Luz

2014

179.02 livro
abstracts
how to quote

languages

original: português

share

179

179.01 livros

As ideias ainda fora do lugar

Ermínia Maricato demonstra a validade atual da interpretação de Roberto Schwarz

Matheus de Vasconcelos Casimiro

179.03 livros

Archeiros

Sobre o lançamento dos livros de Marcelo Ferraz e Cyro Lyra no Paço Imperial

Jorge Astorga Garros

179.04 catálogo de exposição

As fotografias amazônicas de Antonio Saggese

Leon Kossovitch

179.05 evento

A forma da forma e outras coisas

Notícias da Trienal de Lisboa

Ana Luiza Nobre

179.06 livro

Descobrindo, com Ruskin, as pedras de Veneza

Eliane Lordello

179.07 exposição

Lina Bo Bardi e a arquitetura do quotidiano

Sobre a exposição na Escola da Cidade

Zeuler Lima

newspaper


© 2000–2017 Vitruvius
All rights reserved

The sources are always responsible for the accuracy of the information provided