Your browser is out-of-date.

In order to have a more interesting navigation, we suggest upgrading your browser, clicking in one of the following links.
All browsers are free and easy to install.

 
  • in vitruvius
    • in magazines
    • in journal
  • \/
  •  

research

magazines

newspaper

agenda cultural

Evento acontece na esquina nordeste da Avenida Paulista com a Rua Augusta.

A obra é parte do conjunto de “Partituras visuais” do artista, peças que seguem o modelo de uma partitura musical: ele escreve as instruções (as notas) para serem encenadas por outros em outros lugares, deixando a obra sempre aberta as possibilidades de interpretação dos novos autores.

“Zona de arte” foi encenada só duas vezes no México nos anos 1973 e 1976. Agora, e como uma das ações antes de se mudar a seu país natal, a curadora Marta Ramos-Yzquierdo coordena com o artista sua releitura no Brasil, contando com a colaboração da fotografa Carol Quintanilla.

A proposta começa com o convite a qualquer pessoa a assistir a um evento com curiosidade, sem especificar o artista mais detalhes, no lugar e horários marcados: a esquina nordeste de Av. Paulista com R. Augusta, entre a Terça, dia 01 de Julho e a Quarta, dia 02 de Julho de 2014, em quatro sessões: 12 a 13h; 17 a 18h; 24 a 1h; 05 a 06h.

Felipe Ehrenberg (México 1943). Artista, cronista, arquivista, professor, político, diplomata, editor, ator, organizador, viajante incansável, ele é um neologista: uma obra de arte viva. Fundador da prestigiosa editora Beau Geste Press e co-participante do movimento Fluxus durante sua permanência na Inglaterra (1968-1976), sendo fundamental sua participação na posterior criação dos primeiros grupos de arte conceitual no México. Na sua obra lida com questões essenciais da pós-modernidade, relacionadas com a construção da identidade nacional. Questiona o sistema de informação, burocrático e institucional, e, acima de tudo, a imagem de seu próprio país. Entre 2001 e 2006 foi adito cultural do México no Brasil, morando desde essa data em São Paulo. Em 2008 inaugura sua primeira mostra retrospectiva “Manchuria – visão periférica” na Cidade do México, mostra que viajou ao MOLAA / Los Angeles e a Estação Pinacoteca em São Paulo. Felipe regressará ao México no mês de setembro de 2014.

 

Zona de arte (onde qualquer coisa pode acontecer!!!)

happens
from 01/07/2014
to 02/07/2014

more
Horários: 12h às 13h; 17h às 18h; 24h à 1h; 5h às 6h.

source
Marta Ramos-Yzquierdo
São Paulo SP Brasil

share


© 2000–2020 Vitruvius
All rights reserved

The sources are always responsible for the accuracy of the information provided