Your browser is out-of-date.

In order to have a more interesting navigation, we suggest upgrading your browser, clicking in one of the following links.
All browsers are free and easy to install.

 
  • in vitruvius
    • in magazines
    • in journal
  • \/
  •  

research

magazines

newspaper

news

Em cerimônia dedicada ao CAU – Conselho de Arquitetura e Urbanismo, a cerimônia de entrega da Premiação de Arquitetura, em noite chuvosa da capital mineira, foi marcada pelo fim da campanha do Ano Estadual de Inclusão pela Arquitetura.

Cláudia Pires conduziu a cerimônia e chamou para compor mesa, o Jurado Sylvio Podestá e o Diretor de Projetos Especiais, Ulisses Morato. Depois de 04 versões a XIII Premiação consolida o trabalho de veiculação da Arquitetura MIneira feita pelo IAB-MG.

Do julgamento dos trabalhos em “Obras construídas / planos e projetos”

Foram jurados da 13ª Premiação em Obras construídas / planos e projetos:

Demetre Anastassakis – Presidente da Direção Nacional do IAB (2004-2006);

Gaston Oporto – Professor Depto. Projetos EAUFMG (1981 – 2000);

Sylvio Emrich de Podestá – Professor PUC Minas e Conselho Superior IAB-MG

Ulisses Morato de Andrade – Diretor de Projetos Especiais do IAB-MG.

Por deliberação prévia da comissão, o julgamento realizado entre os dias 01 e 02 de dezembro, aconteceu em quatro etapas distintas:

– Avaliação coletiva do corpo de jurados de todos os trabalhos com respectivas discussões levantadas.

– Seleção individual e privada, por parte de cada jurado, dos trabalhos finalistas para cada categoria.

– Definição da lista dos trabalhos finalistas por categoria, considerando aqueles que obtiveram pelo menos 50% dos votos dos jurados.

– Interpolação dos votos de todos os jurados para definição dos trabalhos premiados e das menções. Foram considerados premiados em cada categoria aqueles trabalhos que obtiveram o maior número de votos. Quando houve empate dos mais votados, estes foram considerados premiados. Retirados os premiados, foram concedidas as menções honrosas para os demais trabalhos finalistas em cada categoria.

Obs.: Nas categorias em que a comissão julgadora não apontou prêmios ou menções não houveram trabalhos inscritos ou aqueles que receberam votos, não atingiram um mínimo de 50%.

A seguir, apresentamos os trabalhos premiados.

Obras construídas

A – Habitação Unifamiliar

Prêmio:
Trabalho nº 58: Residência Bosque da Ribeira
Autores: Eduardo França e Equipe: Letícia Azevedo, Carla Casadei e Hernan Espinoza

Prêmio:
Trabalho nº 08: Residência Estoril
Autores: Natália Botelho e Paola Corteletti

Menção Honrosa:
Trabalho nº 29: Residência no Vila Del Rey
Autor: Álvaro Drummond

Menção Honrosa:
Trabalho nº 44: Residência NB
Autores: Alexandre Brasil Garcia / Equipe: Paula Zasnicoff e Mariana Borel

Menção Honrosa:
Trabalho nº 25: Casa do Lago
Autor: David Guerra

C – Comércio / Serviço

Prêmio:
Trabalho nº 18: Instituto Célio Faria
Autor: João Carlos Moreira Filho

Menção Honrosa:
Trabalho nº 62: Restaurante Oiticica
Autores: Thomaz Regatos / Equipe: Maria Paz e Marcos Franchini

Menção Honrosa:
Trabalho nº 61: Loja Botânica
Autores: Marcos Franchini / Equipe: Thomaz Regatos e Maria Paz

D – Culturais / Educação / Institucionais / Lazer

Prêmio:
Trabalho nº 14: Escola de Governo em Saúde da Fundação Oswaldo Cruz – Fiocruz
Autores: Fabiana Couto Garcia / Equipe: Alberto Alves de Faria, Beatriz Naomi Onishi, Fátima Lauria Pires e Marcio Magalhães das Neves

Prêmio:
Trabalho nº 43: Galeria Miguel Rio Branco
Autores: Carlos Alberto Maciel / Equipe: Alexandre Brasil Garcia, André Luis Prado, Bruno Santa Cecília e Paula Zasnicoff

Menção Honrosa:
Trabalho nº 05: Centro de Desenvolvimento do Conhecimento em Gestão
Autor: Marcus Vinícius Rios Meyer / Equipe: Sibelle Meyer Lana e Denise de Ávila

E – Interiores

Prêmio:
Trabalho nº 17: Restaurante Mês Amis
Autor: João Carlos Moreira Filho

Menção Honrosa:
Trabalho nº 34: Arquitetura de Interiores
Autor:Luis Gustavo Sartori Bellini

Menção Honrosa:
Trabalho nº 16: Instituto Célio Faria
Autor: João Carlos Moreira Filho

Planos e projetos

A – Habitação Unifamiliar / Multifamiliar

Menção Honrosa:
Trabalho nº 57: Residencial Zider
Autores: Eduardo França / Equipe: Letícia Azevedo, Guilherme José, Fernanda Boratto e Lorena Coscarelli

A1 – Habitação de Interesse Social

Prêmio:
Trabalho nº 46: Programa Vila Viva – Aglomerado Santa Lúcia - Intervenção Rua Principal / Via do Bicão
Autores: Marcelo Palhares Santiago / Equipe: Gabriel Velloso da Rocha, Luiz Felipe de Farias, Fernando Luiz Lara e Íris Dias Resende Pereira

C - Comércio / Serviço

Prêmio:
Trabalho nº 20: Casa de Hóspedes Mannesmann
Autores: Eduardo Beggiato e Edwiges Leal / Equipe: Nara Grossi, Marcus Martins, Gregório Fiorotti e Renato Machado

D – Patrimônio

Menção Honrosa:
Trabalho nº 12: Projeto de Restauro da Capela do Rosário em Matias Barbosa / MG
Autores: Fábio José Martins de Lima / Equipe: Aline M. F. Barata, Ana P. L. P. Cruz, Bárbara L. Barbosa, Bianca da S. M. Veiga, Danilo de L. Guimarães, Débora V. Almeida, Helena T. Creston, Larissa R. de Moura, Lívia R. Pereira, Raquel Von R. Portes, Tainá de C. Lamoglia e Willian C. M. Areas.

Trabalho Final de Graduação – TFG

Menção Honrosa:
Trabalho nº 37: Rádio Favela FM
Autora: Carina Guedes de Mendonça

Menção Honrosa:
Trabalho nº 15: Percepção e Afetividade na Contemporaneidade: Intervenção na Vila Conceição do Ibitipoca, Lima Duarte / MG
Autora: Helena Tuler Creston

Menção Honrosa:
Trabalho nº 23: Mobilidade e Acessibilidade Urbana a partir da Bicicleta, em Viçosa – MG
Autor: José Maurício de Oliveira Barros

Do julgamento dos trabalhos em “Trabalhos teóricos”

A Comissão Julgadora foi composta dos seguintes arquitetos, todas do Conselho Superior do IAB-MG:

Ana Maria Schmidt

Marieta Maciel

Nísia Werneck

A equipe de avaliação considerou todos os trabalhos de excelente qualidade.

As características formais e temáticas eram bastante diferentes, uma vez que a categoria contemplou temas, livros, sites.

Em função desta diversidade foi impossível definir critérios comuns para a analise dos trabalhos.

Consideramos na definição dos premiados razões específicas, que em nada desqualificam os não premiados e que expomos a seguir.

Selecionamos os seguintes trabalhos:

Ponto de Fuga, do arquiteto, de José Otavio Cavalcanti. Pelo fôlego e consistência do trabalho, valor artístico e pela reflexão que provoca sobre a arquitetura e urbanismo. O registro histórico, da arquitetura, da cidade e dos diferentes modos de interação social e cultural com o espaço proporcionam um dialogo entre a visão individual e subjetiva do autor com a percepção coletiva, falando a todos os leitores e de uma forma especial a nos arquitetos.

A Arquitetura de Antonio Augusto Barbosa Moura, de Antonio Augusto Pereira Moura. A iniciativa de contar a história deste arquiteto de Montes Claros enriquece o nosso conhecimento e demonstra o quanto temos ainda a aprender e descobrir quando rompemos as barreiras de nosso entorno mais imediato. A história da arquitetura moderna em MG vem sendo reconstruída a partir de muitas iniciativas relevantes, como essa.

12 Recomendações para a Arquitetura Durável, de João Diniz. O trabalho faz uma contribuição relevante ao sistematizar um conhecimento essencial em nossos dias. Faz isso de uma forma clara, consistente e adequada gerando um material de extrema utilidade para os arquitetos e estudantes. A sua produção com a participação de alunos, a publicação a facilidade acesso ao material são aspectos inovadores que ampliam o alcance e significado do trabalho.

Categoria Certificação

Minuta Categoria Selo Verde

A comissão julgadora complementar, reunida na sede do iab mg no dia 03-12-2011, analisou todos os projetos selecionados pela comissão julgadora, tendo como objetivo avaliar os projetos sob a ótica de atributos de sustentabilidade.

Após a análise dos projetos, a equipe constatou que em geral não houve uma preocupação explicita desde a fase de concepção dos mesmos com os itens de sustentabilidade, embora alguns projetos apresentassem soluções com potencial de desenvolvimento desses aspectos. Para a comissão, dado o numero elevado de projetos apresentados e a diversidade dos mesmos, fica patente nos projetos apresentados que a atividade projetual ainda não incorpora de maneira cotidiana a sustentabilidade na sua prática. Não havendo, inclusive, a apresentação de índices de desempenho formalmente estabelecidos. No entanto, o grupo reconhece que três projetos se destacaram na categoria selo verde iab. São eles:

Projeto 16: Instituto Célio Faria – Autor: João Carlos Moreira Filho

Destaque para a seleção de materiais e uso de energia solar para aquecimento de água

Projeto 20: Casa de Hóspedes Mannesmann –Autores: Eduardo Beggiato e Edwiges Leal / Equipe: Gregório Fiorotti e Renato Machado;destaque relativo à inserção no terreno, implantação atendendo orientação solar, áreas de sombreamento, ventilação natural, aproveitamento de água de chuva

Projeto 23: Mobilidade e Acessibilidade Urbana a partir da Bicicleta, em Viçosa MG – Autor: José Maurício de Oliveira Barros considerada a proposta mais consistente na categoria, considerando-se o perfil universitário da cidade, favorecendo o transporte com propulsão humana em todas as suas modalidades.

Assim, a comissão decidiu por conceder uma menção honrosa ao projeto 23 e destaque para os projetos 16 e 20, pois cumpriram parcialmente os atributos descritos na categoria selo verde IAB-MG.

O IAB-MG destacou o trabalho do Arquiteto João Antônio Valle Diniz: pelo desenvolvimento de teoria de projeto sobre assunto em blogs, sítios e diversas publicações sobre o assunto.

Belo Horizonte, 03 de dezembro de 2011.

Roberta Vieira Gonçalves de Souza – Coordenação do LABCON – EAUFMG
Sergio Myssior – Diretor de Meio Ambiente do IAB-MG
Emmerson Ferreira – Presidente do GEMARQ

Observação

Foram inscritos 63 trabalhos para o exame da comissão julgadora.

Belo Horizonte, 05 de dezembro de 2011.

Claudia Pires
Presidente IAB-MG

Rose Guedes
Secretária Geral IAB-MG

Ulisses Morato de Andrade
Diretor de Projetos Especiais IAB-MG
Coordenador da premiação

Prêmio IAB-MG

source
Ulisses Morato de Andrade – Coordenador da premiação
Belo Horizonte MG Brasil

share


© 2000–2020 Vitruvius
All rights reserved

The sources are always responsible for the accuracy of the information provided