Your browser is out-of-date.

In order to have a more interesting navigation, we suggest upgrading your browser, clicking in one of the following links.
All browsers are free and easy to install.

 
  • in vitruvius
    • in magazines
    • in journal
  • \/
  •  

research

bookshelf

Lisbon World Expo 98

Lisbon World Expo 98

Projects

Luiz Trigueiros and Claudio Sat (Orgs.)
 

Blau Monographs

Blau, Lisboa; 1ª edição, 1996

edition: português
hardcover
216 p
29 x 29 x 1,7 cm
1400 g
illustrated
fullcolor
photos
ISBN 972-8311-07-9

(planejamento urbano, requalificação, exposições)

Lisbon World Expo 98

about the book

No dia 22 de maio de 1998 foi inaugurada em Lisboa a EXPO'98, a última Exposição Mundial do Novecentos. Tendo como tema "Os oceanos: um patrimônio para o futuro", comemora os quinhentos anos da chegada de Vasco da Gama na Índia e aborda uma problemática essencial, a gestão dos recursos marinhos. Efeméride que converte, ao mesmo tempo, em ocasião para iniciar a requalificação urbana e ambiental de um extenso setor da cidade de Lisboa ocupado até há pouco tempo por instalações industriais insalubres e perigosas.

O recinto expositivo (distribuído ao redor da Doca dos Olivais), constituem o núcleo de uma intervenção maior, com 340 ha, denominada Zona de Intervenção, que se estende por 5 km junto ao rio Tejo em terrenos distantes 6,5 km do Terreiro do Paço, centro simbólico da cidade. Os objetivos perseguidos pelo Plano de Urbanização da Zona de Intervenção (PUZI) visam restabelecer a relação da cidade com o rio, consolidando uma plataforma logística destinada a relançar, social e culturalmente, Lisboa como nova "Capital do Atlântico", reequilibrando, por outro lado, a assimetria existente entre seus extremos, o ocidental "rico" e o oriental "pobre"; objetivos que deverão confrontar-se com alguns inconvenientes derivados de certas características gerais de Lisboa e específicas deste tipo de exposição, concentradora de expectativas em um determinado setor da cidade.

Apesar de suas inegáveis potencialidades paisagísticas e urbanas, a capital portuguesa - com sua Área Metropolitana de 2.500.000 habitantes - aparece hoje descaracterizada e congestionada, com um ingresso diário de 250.000 veículos (provenientes de municípios vizinhos) e com um crescimento para as zonas periféricas, manifestando sua constante vocação para expandir-se, além de sua carência de uma "ideia de Cidade" que aglutine e hierarquize os numerosos planos elaborados nos últimos anos.

Diante deste déficit de modelos urbanos (presente na maioria das grandes metrópoles) é que o êxito de Barcelona e as dificuldades de Sevilha - os outros dois eventos ibéricos recentes - constituem referências determinantes para a EXPO'98; a primeira com seu exemplo de reconversão urbana e recuperação da borda marítima; Sevilha com um tema expositivo cujas condicionantes - é preciso destacar ante a necessidade de distinguir os diversos eventos - a diferencia das Olimpíadas e de seus consequentes esquemas urbanos.

about the author

Luiz Trigueiros
Arquitecto pela E.S.B.A.L desde 1980 e foi director da revista Architécti desde o seu início até o número 15/16 de 1992.

Claudio Sat
Graduado pela Facultad de Arquitectura e Urbanismo de Córdoba, Argentina, continuou os seus estudos no Instituto Universitario di Architettura di Venezia, Itália. Formou, em 2004, a Claudio Sat Unipessoal, lda.

how to quote

TRIGUEIROS, Luiz; SAT, Claudio (Orgs.). Lisbon World Expo 98. Projects. Blau Monographs, Lisboa, Blau, 1996.

comments

magazines

newspaper


© 2000–2020 Vitruvius
All rights reserved

The sources are always responsible for the accuracy of the information provided