Your browser is out-of-date.

In order to have a more interesting navigation, we suggest upgrading your browser, clicking in one of the following links.
All browsers are free and easy to install.

 
  • in vitruvius
    • in magazines
    • in journal
  • \/
  •  

research

magazines

architectourism ISSN 1982-9930

Nápoles, Itália. Foto Victor Hugo Mori

abstracts

português
Em fevereiro de 2009, o fotógrafo Juan Guerra tirou quinze dias para fazer a viagem de férias no velho estilo “mochilão” e acabou em Macchu Picchu, onde tirou as fotos deste ensaio, até então inéditas.


how to quote

GUERRA, Juan. Visita a Macchu Picchu. Arquiteturismo, São Paulo, ano 08, n. 087.01, Vitruvius, maio 2014 <https://www.vitruvius.com.br/revistas/read/arquiteturismo/08.087/5237>.


A aventura aconteceu em fevereiro de 2009, quando tirei quinze dias para fazer a viagem de férias no velho estilo “mochilão”.

De São Paulo, eu fui de avião até Lima e de lá viajei de ônibus em direção a Cusco, passando por várias localidades do interior do Peru.

Fiquei dois dias em Cusco e a seguir embarquei em um trem com destino a Aguas Calientes, onde permaneci hospedado por três dias. Não há lugar para permanência em Machhu Picchu, um parque fechado com hora para abrir e fechar. Aguas Calientes, localizada no sopé da montanha, abriga com seus hotéis e albergues os visitantes.

Logo no primeiro dia peguei o ônibus às 4h30 da madrugada para chegar ao sítio arqueológico bem cedinho, pois queria subir também até Guaiana Picchu, montanha mais alta e íngreme da mesma cadeia e cujo acesso se faz exclusivamente passando por Machu Picchu.

A entrada no sítio arqueológico de Macchu Picchu é mais simples e não me recordo se há algum tipo de restrição de número de pessoas, mas o acesso a Guaiana Picchu é mais difícil, pois tem cercas e uma passagem com guardas que exigem a assinatura de um termo de responsabilidade, pois a caminhada é meio perigosa. Só depois disso a entrada é permitida.

Macchu Picchu, Peru
Foto Juan Guerra

Normalmente, a caminhada na subida leva umas duas horas. Como eu carregava nas costas, entre máquinas e tripés, cerca de oito quilos de equipamentos, levei duas horas e meia. Várias vezes me perguntei – o que eu estou fazendo aqui!!!

Depois de registrar essas fotos até hoje inéditas, iniciei o regresso com uma viagem de trem até Cusco, depois duas viagens de avião, de Cusco a Lima e de Lima a São Paulo.

sobre o autor

Juan Guerra é fotógrafo.

comments

087.01 ensaio fotográfico
abstracts
how to quote

languages

original: português

share

087

087.02 arquitetura turística

As igrejas do Reino Unido

Victor Sena

087.03 paisagem construída

Arquiteturas ge(r)minadas na paisagem cretense

João Francisco Noll, Silvia Odebrecht and Gisele Odebrecht Noll

087.04 ministério do arquiteturismo

Ministério do Arquiteturismo adverte...

Victor Hugo Mori

087.05 fotonovela

Qual será a cor?

Michel Gorski and Abilio Guerra

newspaper


© 2000–2020 Vitruvius
All rights reserved

The sources are always responsible for the accuracy of the information provided