Your browser is out-of-date.

In order to have a more interesting navigation, we suggest upgrading your browser, clicking in one of the following links.
All browsers are free and easy to install.

 
  • in vitruvius
    • in magazines
    • in journal
  • \/
  •  

research

magazines

architectourism ISSN 1982-9930

Praia do Arpoador, Rio de Janeiro. Foto Victor Hugo Mori

abstracts

português
Esse artigo narra experiências que perpassam história, arquitetura e paisagem na Fazenda Ipanema, que abriga as ruínas da Fundição/Real Fábrica de Ferro São João do Ipanema na cidade de Iperó SP, região de Sorocaba.

english
This article narrates experiences that pervade history, architecture and landscape at Fazenda Ipanema, which houses the ruins of the Foundry / Real Fábrica de Ferro São João do Ipanema in the city of Iperó SP, Sorocaba region.

español
En este artículo narra experiencias que atravesan historia, arquitectura y paisaje en la Hacienda Ipanema, que alberga las ruinas de la Fundición / Real Fábrica de Hierro São João do Ipanema en la ciudad de Iperó SP, región de Sorocaba.


how to quote

DOMINGOS, Bianca Siqueira Martins. Nas ruínas da Fazenda Ipanema. Arquiteturismo, São Paulo, ano 13, n. 146.03, Vitruvius, maio 2019 <https://www.vitruvius.com.br/revistas/read/arquiteturismo/13.146/7355>.


Caminhar por entre as ruínas da Fazenda Ipanema é como voltar no tempo. Para ser mais precisa, aos séculos 18 e 19. Foi durante uma viagem à cidade de Araçoiaba da Serra SP que descobri o marco histórico da metalurgia brasileira, reconhecido pela Associação Brasileira de Metais – ABM e pela Sociedade Americana de Metais – ASM. Criada por Dom João VI, a Real Fábrica de Ferro São João de Ipanema representava progresso e tecnologia para o país e hoje é a Fazenda Ipanema que reconta a história (1).

Para acessar a Fazenda Ipanema é necessário percorrer uma estrada de terra cercada por densa vegetação da Mata Atlântica. Se tiver sorte, conseguirá avistar algumas aves e répteis pelo caminho.

A Fazenda está cravada na Floresta Nacional de Ipanema, que possui uma área de 5.069,73 ha, abrangendo os municípios paulistas de Araçoiaba da Serra, Capela do Alto e Iperó (municípios situados na Região de Sorocaba). A vastidão da área é proporcional à diversidade que a Floresta abriga. Em números, são 69 espécies de mamíferos, 343 espécies de aves, 27 espécies de répteis, 36 espécies de anfíbios e 37 espécies de peixes (2). A Floresta é uma Unidade de Conservação Federal, administrada pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade – ICMBio, vinculado ao Ministério do Meio Ambiente.

Lagarto na Floresta Nacional de Ipanema em Iperó SP
Foto Bianca Siqueira Martins Domingos

Dentre as três trilhas por Zonas Primitivas (Afonso Sardinha, Forno de Cal e Pedra Santa), a paisagem construída em ruínas se mistura à natureza que vai se revelando cada vez mais viva ao passo que os visitantes desvelam o lugar. Logo no início do passeio, a Casa da Guarda foi construída inicialmente por taipa de pedra e possui dois andares, chamando a atenção por seu imponente pórtico e diferentes usos: já foi depósito de minério e prisão comum e militar.

Caminho para a Casa da Guarda, na Fazenda Ipanema em Iperó SP
Foto Bianca Siqueira Martins Domingos

No segundo andar da Casa da Guarda, é possível ter uma linda vista para a represa Hedberg. O acesso aos andares é feito por uma escada helicoidal metálica. É incontornável falar sobre as sensações ao visitar as edificações da Fazenda Ipanema. Em cada canto imaginamos a força de trabalho que ali foi empregada, momentos de sofrimento e dor na prisão e a frustração pelo fim da Fábrica. Esse misto de sensações e visões fazem da visita ao local uma experiência inesquecível. 

Sombra e luz na Casa da Guarda, na Fazenda Ipanema em Iperó SP
Foto Bianca Siqueira Martins Domingos

Vista da Casa da Guarda, na Fazenda Ipanema em Iperó SP
Foto Bianca Siqueira Martins Domingos

A exploração no Sítio Histórico prossegue pela maior edificação do espaço: a Casa das Armas Brancas, espaço de fabricação e depósito de armas, inclusive as utilizadas na Guerra do Paraguai. Cercada por pontes, o prédio abriga máquinas e ferramentas da época, a maioria de origem europeia.

Casa das Armas Brancas, na Fazenda Ipanema em Iperó SP
Foto Bianca Siqueira Martins Domingos

Os impressionantes Altos Fornos geminados, construídos pelo sueco Ludwig Wilhelm Varnhagen, revolucionaram a ferro e fogo a história da siderurgia brasileira.

Altos fornos geminados de Varnhagen, na Fazenda Ipanema em Iperó SP
Foto Bianca Siqueira Martins Domingos

Detalhe de um dos altos fornos geminados de Varnhagen, na Fazenda Ipanema em Iperó SP
Foto Bianca Siqueira Martins Domingos

Há também o alto forno construído pelo Coronel Mursa, esse nunca utilizado. 

Vista geral dos altos fornos, com destaque para o alto forno Mursa à direita na Fazenda Ipanema em Iperó SP
Foto Bianca Siqueira Martins Domingos

Repleta de atrações, ainda é possível visitar o primeiro Cemitério Protestante do país. Entre tijolos, cimento e muito verde, os visitantes vislumbram a retomada do verde, convidando-nos a questionar a efemeridade do domínio do homem sobre a natureza.

Verde nascendo no concreto em um dos edifícios da Fazenda Ipanema em Iperó SP
Foto Bianca Siqueira Martins Domingos

notas

1
Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade. Histórico da Flona de Ipanema. Brasília, s.d. <http://www.icmbio.gov.br/flonaipanema/quem-somos/historico-da-flona-de-ipanema.html>.

2
Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade. Floresta Nacional de Ipanema. Brasília, s.d. <http://www.icmbio.gov.br/flonaipanema/floresta-nacional-de-ipanema.html>.

sobre a autora

Bianca Siqueira Martins Domingos é doutoranda em Planejamento Urbano e Regional na Universidade do Vale do Paraíba – Univap e mestre em Desenvolvimento, Tecnologias e Sociedade pela Universidade Federal de Itajubá – Unifei. Docente e coordenadora de Relações Institucionais e do Serviço Eletrônico de Editoração de Revistas no Centro Universitário Teresa D’Ávila – Unifatea.

comments

146.03 paisagem construída
abstracts
how to quote

languages

original: português

share

146

146.01 viagem cultural

As lindas portas de Lüneburg, Alemanha

Henriette da Silva Perbeils

146.02 quiz show

Quem sabe o nome do arquiteto?

Mariana Alves

146.04 paisagem construída

Museus de Memória, América Latina

Bruno Carvalho and Carina Terra

146.05 paisagem poética

Um ensaio sobre memória, poesia e paisagem

Eliane Lordello

newspaper


© 2000–2019 Vitruvius
All rights reserved

The sources are always responsible for the accuracy of the information provided