Your browser is out-of-date.

In order to have a more interesting navigation, we suggest upgrading your browser, clicking in one of the following links.
All browsers are free and easy to install.

 
  • in vitruvius
    • in magazines
    • in journal
  • \/
  •  

research

magazines

architectourism ISSN 1982-9930

Dom Viçoso, Serra da Mantiqueira MG. Foto Abilio Guerra

abstracts

english
Fernando Mascaro writes about his affective relationship with everyday objects that, almost whispering, touch his soul and tell endless stories, a world of memories and images.

español
Fernando Mascaro escribe sobre su relación afectiva con objetos cotidianos que, casi susurrando, tocan su alma y cuentan historias interminables, un mundo de recuerdos e imágenes.


how to quote

MASCARO, Fernando. Pedaços dos objetos pelo celular. Exposição permanente na própria casa. Arquiteturismo, São Paulo, ano 13, n. 149.01, Vitruvius, ago. 2019 <https://www.vitruvius.com.br/revistas/read/arquiteturismo/13.149/7453>.


Objetos de estima, coisas que a gente guarda e que quando olha nos passam um mundo de lembranças e imagens pelos nossos olhos. Nada tem valor a não ser o emocional, a estima, a volta ao passado distante ou recente, não importa.

Eu estava relendo algumas partes do ótimo livro El alma de los objetos – uma mirada antropológica del diseño, da querida amiga e colega de muitos projetos Luján Cambariere (1), cujo título já nos toca profundamente. Objetos que, pressupomos, são inanimados, mas quando os olhamos fixamente parecem criar vida... E criam!

O primeiro capítulo intitulado “Diseño y valores humanos” nos apresenta um primeiro subtítulo bastante apropriado “El amor por los objetos” e é isso o que nos leva a sacar que a velha fórmula funcionalista “form follows function” está há muito desgastada. Ee não houver valores emocionais percebidos, o design perde o sentido, não basta ser apenas utilitário.

Se desenha com e para as pessoas respeitando sempre seus repertórios, assim trazemos os sentimentos de estima para que os objetos ganhem alma e se comuniquem silenciosamente.

Guardo um monte de coisas que me emocionam e que não necessariamente ganhariam prêmios de design, mas que eu me sinto premiado ao tê-las e saber que estão por perto. Objetos que comprei, ganhei de familiares e amigos, e que se transformaram em amores à primeira vista.

Daí que, quase sussurrando, eles tocam as nossas almas e nos contam infinitas histórias. Passo horas e horas só olhando. E aqui tem uma parte apenas!

nota

1
CAMBARIERE, Luján. El alma de los objetos: una mirada antropológica del diseño. Barcelona, Paidós, 2017.

sobre o autor

Fernando Mascaro é arquiteto e observador desespecializado.

comments

149.01 viagem pela casa
abstracts
how to quote

languages

original: português

share

149

149.02 Salvador

Barricadas de carnaval

Volha Yermalayeva Franco

149.03 viagem de estudo

Em busca dos cristãos ocultos

Joanes da Silva Rocha

149.04 ensaio fotográfico

As cidades quando nascem

Ronaldo Azambuja and João Serraglio

newspaper


© 2000–2019 Vitruvius
All rights reserved

The sources are always responsible for the accuracy of the information provided