Your browser is out-of-date.

In order to have a more interesting navigation, we suggest upgrading your browser, clicking in one of the following links.
All browsers are free and easy to install.

 
  • in vitruvius
    • in magazines
    • in journal
  • \/
  •  

research

magazines

architexts ISSN 1809-6298


abstracts

português
O editor da revista italiana Casabella, Francesco Dal Co, manifesta sua opinião sobre a decisão do juri de conceder o Prêmio Pritzker 2006 ao arquiteto brasileiro Paulo Mendes da Rocha


how to quote

DAL CO, Francesco. Paulo Mendes da Rocha – Pritzker Prize 2006. Arquitextos, São Paulo, ano 06, n. 071.00, Vitruvius, abr. 2006 <https://www.vitruvius.com.br/revistas/read/arquitextos/06.071/358>.

Desde 1979, o Júri que confere anualmente o Prêmio Pritzker nos tem habituado a surpresas agradáveis e desilusões desanimadoras. Em 2006, decidindo conferir o Prêmio a Paulo Mendes da Rocha (1928), o Júri nos presenteou com a mais agradável das surpresas.

Era impossível encontrar uma escolha melhor e mais inteligente. Mendes da Rocha, de fato, entre aqueles ativos na segunda metade do século 20, é um dos arquitetos mais originais, coerentes e corajosos. Autor de poucas obras (2), Mendes da Rocha é estranho à cena atualmente ocupada pelos mais histriônicos entre os protagonistas da arquitetura internacional.

Desde 1958, quando a inusitada síntese de vitalidade formal e de concretude estrutural representada pelo Clube Atlético Paulistano em São Paulo lhe fez merecer a atenção dos mais atentos críticos internacionais, até 1988, ano no qual completou uma outra das suas obras primas, o Museu Brasileiro de Escultura, sempre em São Paulo, a carreira de Mendes da Rocha conheceu momentos de sucesso e de dificuldade, estes últimos devido às perseguições políticas que os governos ditatoriais que se sucederam no Brasil submeteram os melhores arquitetos do País.

A coerência que Mendes da Rocha soube dar prova no curso da sua vida, e da vida transferir às suas construções, merece respeito e admiração. A clareza das concepções estruturais, a exemplaridade das escolhas formais, a límpida tectônica, o rigor e a essencialidade de cada solução construtiva, a intransigência no emprego dos materiais, o desprezo pelo supérfluo e a indiferença pela aparência de atualidade, a segura racionalidade, fundem-se na marca das obras de Mendes da Rocha.

Entre os fundadores de uma magnífica Escola, como aquela formada no Brasil na segunda metade do século 20, Mendes da Rocha é herdeiro confiável e continuador conseqüente, genial e digno da melhor tradição e dos mais sólidos valores que deveriam nutrir a cultura arquitetônica (3).

notas

1
Este artigo será publicado na revista Casabella, nº 744, maio 2006.

2
As obras recentes de Paulo Mendes da Rocha foram publicadas nos números 688, abril 2001, 693, outubro 2001, 720, março 2004 de “Casabella”.

3
Nota do editor – Podem ser consultados os seguintes artigos sobre Paulo Mendes da Rocha publicados no Portal Vitruvius:

ANELLI, Renato. “Um olhar intensivo”. Resenhas Online nº 052. São Paulo, Portal Vitruvius, dez. 2002 <http://www.vitruvius.com.br/resenhas/textos/resenha052.asp>.

COENEN, Jo. “Meus encontros com Paulo Mendes da Rocha”. Arquitextos nº 001.02. São Paulo, Portal Vitruvius, jun. 2000 <www.vitruvius.com.br/arquitextos/arq001/arq001_02.asp>.

CRUZ, José Armênio Brito. “Mube violentado”, In: Minha Cidade nº 014, São Paulo, Portal Vitruvius, mar. 2001, <www.vitruvius.com.br/minhacidade/mc014/mc014.asp>.

ESPALLARGAS GIMENEZ, Luis. “Autenticidade e Rudimento. Paulo Mendes da Rocha e as intervenções em edifícios existentes”. Arquitextos nº 001. Texto Especial 001. São Paulo, Portal Vitruvius, jun. 2000 <www.vitruvius.com.br/arquitextos/arq000/esp001.asp>.

GUERRA, Abílio. “O oitavo dia da criação”. Resenhas Online nº 013. São Paulo, Portal Vitruvius, dez. 2001 <http://www.vitruvius.com.br/resenhas/textos/resenha013.asp>.

MULLER, Fábio. “Velha-nova Pinacoteca: de espaço a lugar”. Arquitextos nº 007. Texto Especial 038. São Paulo, Portal Vitruvius, dez. 2000 <www.vitruvius.com.br/arquitextos/arq000/esp038.asp>.

PASSARO, Andrés Martín. “A descoberta de uma geração perdida”. Resenhas Online nº 062. São Paulo, Portal Vitruvius, abr. 2003 <http://www.vitruvius.com.br/resenhas/textos/resenha062.asp>.

SANTOS, Cecília Rodrigues dos. “Paulo Mendes da Rocha: os lugares como páginas da dissertação de uma existência”. Arquitextos nº 038. Texto Especial 191. São Paulo, Portal Vitruvius, jul. 2003 <www.vitruvius.com.br/arquitextos/arq000/esp191.asp>.

SCHARLACH, Cecília. “As Olimpíadas de 2008 em Paris e a participação de Paulo Mendes da Rocha”. Arquitextos nº 015.01. São Paulo, Portal Vitruvius, ago. 2001 <www.vitruvius.com.br/arquitextos/arq015/arq015_01.asp>.

SPERLING, David. “Arquitetura como discurso. O Pavilhão Brasileiro em Osaka de Paulo Mendes da Rocha”. Arquitextos nº 038.3. São Paulo, Portal Vitruvius, jul. 2003 <www.vitruvius.com.br/arquitextos/arq038/arq038_03.asp>.

SPERLING, David. “Museu Brasileiro da Escultura, utopia de um território contínuo”. Arquitextos nº 018.02. São Paulo, Portal Vitruvius, nov. 2001 <www.vitruvius.com.br/arquitextos/arq018/arq018_02.asp>.

VILLAC, Maria Isabel. “Um novo discurso para a megacidade. Projeto Praça do Patriarca”. Arquitextos nº 018.01. São Paulo, Portal Vitruvius, nov. 2001 <www.vitruvius.com.br/arquitextos/arq018/arq018_01.asp>.

WISNIK, Guilherme. “Nova cobertura da Praça Patriarca em São Paulo”, In: Minha Cidade nº 060, São Paulo, Portal Vitruvius, dez. 2002, <www.vitruvius.com.br/minhacidade/mc060/mc060.asp>.

sobre o autor

Francesco Dal Co é arquiteto e editor da revista Casabella.

Tradução de Renato Anelli.

comments

071.00
abstracts
how to quote

languages

original: português

share

071

071.01

Monumentalidade x cotidiano: a função pública da arquitetura

Joaquim Guedes

071.02

Casa do Infante. Remodelação do arquivo histórico municipal do Porto

Manuel Luís Campos Real and Nuno Jennings Tasso de Sousa

071.03

Formas fluídas

Fredy Massad and Alicia Guerrero Yeste

071.04

Habitação coletiva. Cidade, permanência, deslocamento

Leandro Medrano and Julia Spinelli

071.05

Estâncias e fazendas: uma contribuição ao estudo da arquitetura tradicional riograndense

Luís Henrique Haas Luccas

071.06

Arquitetura em Qingdao. A essência da tradição

Fredy Massad and Alicia Guerrero Yeste

071.07

Arquitetura e esquizofrenia ou “não encontro Potsdamer Platz”

Paulo Tavares

newspaper


© 2000–2020 Vitruvius
All rights reserved

The sources are always responsible for the accuracy of the information provided