Your browser is out-of-date.

In order to have a more interesting navigation, we suggest upgrading your browser, clicking in one of the following links.
All browsers are free and easy to install.

 
  • in vitruvius
    • in magazines
    • in journal
  • \/
  •  

research

magazines

drops ISSN 2175-6716

abstracts

português
Projetado para ser instalado em dos Parques Urbanos da Grande Toronto, esta estrutura tencionada protegerá da neve um circuito de madeira que simula colinas, rampas, degraus e obstáculos

how to quote

PISANIELLO, Anderson. Toronto Mountain Bike Park. Abrigando público e esportistas do rigoroso inverno do Canadá. Drops, São Paulo, ano 05, n. 010.09, Vitruvius, maio 2005 <https://www.vitruvius.com.br/revistas/read/drops/05.010/1646>.


Projetado para ser instalado em dos Parques Urbanos da Grande Toronto, esta estrutura tencionada protegerá da neve um circuito de madeira que simula colinas, rampas, degraus e obstáculos, permitindo que pilotos de todas idades possam andar em pistas de três níveis diferentes de dificuldade Mountain Bike. Assim, pilotos e entusiastas permanecerão abrigados do rigoroso inverno do Canadá.

Este visionário e acessível edifício é inspirado por uma “lagarta” e oferecerá um ambiente sustentável para aqueles que gostam praticar esportes respeitando o ambiente natural. O edifício poderá ser expandido, reduzido ou eventualmente completamente desmontado para reciclagem graças ao seu desenho modular que reduz áreas de estruturas permanentes.

Somente as sapatas de concreto interfirirão permanentemente o solo natural em proporções de 1/10.000 metros quadrados sobre os 200,000 metros quadrados sugeridos para implantação. As paredes laterais do projeto podem ser abertas durante os períodos de temperaturas amenas, ligando o circuito artificial a trilhas ao ar livre, aumentando assim o divertimento dos pilotos e platéia.

O tecido branco contribuirá para reduzir o efeito de ilhas de calor por refletir até 85% da luz do sol, ajudando reduzir impactos sobre os seres humanos e de fauna. O material da cobertura também permitirá que apenas um sistema de iluminação ilumine interior e exterior do edifício, descartando a necessidade de consumo extra de energia.

Um sistema primário de aquecimento composto por quatro lareiras será uma alternativa de poupar energia e evitar uso de combustível fóssil. Desta maneira, uma baixa quantia de energia será necessária para manter o edifício, que poderá ser mantido facilmente por co-geradores alternativos de energia.

As preocupações ambientais se expressam nos materiais de edifício – que podem ser reciclados e destinados a diferentes aplicações, incluindo o tecido têxtil de PVC – e nos dois lagos artificiais, destinados ao gerenciamento das águas das chuvas, que irão ser coletadas e direcionadas para a irrigação do parque.

O Toronto Mountain Bike Park é um bom exemplo de como um projeto de uma edificação sustentável poderia oferecer alternativas para as pessoas vivendo nos grandes centros.

notas

[publicação: abril 2005]

Anderson Pisaniello, Toronto, Canadá

"Toronto Mountain Bike Park", projeto não construído de Anderson Pisaniello. Exposição em Maio em três prefeituras da Grande Toronto, promovida pela Toronto Society of Architect

 

comments

newspaper


© 2000–2019 Vitruvius
All rights reserved

The sources are always responsible for the accuracy of the information provided