Your browser is out-of-date.

In order to have a more interesting navigation, we suggest upgrading your browser, clicking in one of the following links.
All browsers are free and easy to install.

 
  • in vitruvius
    • in magazines
    • in journal
  • \/
  •  

research

magazines

drops ISSN 2175-6716

abstracts

português
Vladimir Bartalini aponta a confluência das qualidades urbanas – árvores, pássaros, silêncio etc. –, verdadeiras delícias secretas, desfrutáveis pelos transeuntes da cidade ao passar pela Chácara das Jaboticabeiras.

how to quote

BARTALINI, Vladimir. Chácara das Jaboticabeiras. Uma pausa em São Paulo. Drops, São Paulo, ano 20, n. 144.01, Vitruvius, set. 2019 <https://www.vitruvius.com.br/revistas/read/drops/20.144/7466>.



O lugar conhecido como Chácara das Jaboticabeiras situa-se a poucos metros da estação Ana Rosa, onde se cruzam as linhas azul e verde do Metrô de São Paulo. Em questão de minutos, Tucuruvi, Jabaquara, Vila Prudente, Vila Madalena – norte, sul, leste e oeste – confluem pelos vagões para esse ponto nodal que, magicamente, pode condensar em si, por um instante, toda uma metrópole plena de dinamismo e diversidade.

Nesse lugar também moram e andam pessoas, com seus ritmos e a velocidade dos seus passos. E passa um rio. É um rio que ninguém vê, mas que transpira pelo meio fio, bombeado dos subsolos dos edifícios construídos mais recentemente sobre ele. Volteia rotatórias, dobra esquinas, atravessa ruas decifrando em voz baixa seu leito cotidiano: Arquimedes Silva, Benito Juarez, Rodrigues Alves, Maestro Callia, Amâncio de Carvalho, Astolfo Araújo. Esses nomes lhe são indiferentes, pois acima deles pairam o andar vago ou decidido dos passantes, os pássaros no céu ou nas copas das árvores e o silêncio necessário para ouvi-los.

Caminhar por ali é experimentar outra dimensão da cidade estando no meio dela. Não é preciso morar na Chácara das Jaboticabeiras para se sentir agraciado por tudo isso. Basta saber que existe um lugar assim no coração da metrópole, e que se pode acessá-lo numa piscadela e provar suas delícias raras. Mas são delícias secretas, e secretas devem ser mantidas e preservadas para que sejam por todos desfrutadas.

nota

NE – texto originalmente publicado na página de facebook do coletivo Chácara das Jaboticabeiras

sobre o autor

Vladimir Bartalini é arquiteto, mestre e doutor (FAU USP, 1972, 1988, 1999). Professor dos cursos de graduação e de pós-graduação da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo. É membro fundador do Laboratório Paisagem, Arte e Cultura – LABPARC/ FAU-USP, o qual coordenou de 2002 a 2006, desenvolvendo estudos teóricos sobre paisagem e pesquisa sobre “Córregos Ocultos”.

 

comments

144.01 qualidade urbana
abstracts
how to quote

languages

original: português

share

144

144.02 sociedade

Submetidos à política dos EUA, repetimos 'O Rei da Vela'

Jorge Coli

144.03 educação

O Brasil não tem espaço para todos

Quando o discurso da meritocracia enterra a democracia

Carlos A. Ferreira Martins

newspaper


© 2000–2019 Vitruvius
All rights reserved

The sources are always responsible for the accuracy of the information provided