Your browser is out-of-date.

In order to have a more interesting navigation, we suggest upgrading your browser, clicking in one of the following links.
All browsers are free and easy to install.

 
  • in vitruvius
    • in magazines
    • in journal
  • \/
  •  

research

magazines

drops ISSN 2175-6716

abstracts

português
Carlos A. Ferreira Martins fala sobre a grande imprensa brasileira, que omite o crescente retrocesso nas políticas públicas, a liquidação do patrimônio nacional e o desmonte do sistema de educação e ciência no país, com efeito desastroso e permanente.

how to quote

MARTINS, Carlos A. Ferreira. Entre Paris e Buenos Aires. Eu sou você amanhã”. Drops, São Paulo, ano 20, n. 145.03, Vitruvius, out. 2019 <https://www.vitruvius.com.br/revistas/read/drops/20.145/7495>.



Os historiadores sabem que em geral o que se cala é pelo menos tão importante quando o que se diz.

E neste mundo de bombardeio incessante de informações e rápida obsolescência dos assuntos, o efeito dos silenciamentos é ainda mais perverso.

Se o leitor se informa pela grande mídia é provável que não tenha sabido que o Município de Paris outorgou, nesta semana, o título de cidadão honorário a Lula, justificando-o tanto por sua atuação na diminuição da pobreza quanto pela sua atual condição de preso político.

Esqueça por um instante se isso lhe parece justo ou injusto. Pense apenas no fato de que essa informação lhe foi negada.

Assim como, a respeito da Argentina, provavelmente o leitor só foi informado de que o presidente Macri perdeu, para tristeza de nossos comentaristas, as prévias eleitorais.

Eles se dizem preocupados com a Venezuela, mas escondem que os índices de pobreza do país vizinho são as maiores da história, que o país está à beira da inadimplência e, mais importante, que isso é o resultado da mesma política de austeridade que se está implantando irracionalmente no Brasil.

A nossa grande imprensa reclama da falta de compostura de Bolsonaro não pelo que ela representa de retrocesso civilizatório, mas porque “pode prejudicar as reformas”.

Ora, Macri é um sujeito civilizado, se comporta como um presidente, não ofende a esposa de presidentes de outros países, mas acabou de destruir a economia daquele que já foi um dos países mais ricos do mundo.

Nem os donos dos jornais e tvs nem os seus “comentaristas” querem que saibamos que isso foi o resultado da aplicação do mesmo receituário de “reformas” austericidas da turma do Guedes e do “mercado”.

Os modos de Bolsonaro são infames, mas provavelmente passageiros. O retrocesso nas políticas públicas, a liquidação do patrimônio nacional e o desmonte do sistema de educação e ciência no país terão um efeito desastroso e permanente.

Se não acredita, caro leitor, passe uns dias em Buenos Aires. Está barata a oportunidade de ver o nosso futuro.

sobre o autor

Carlos A. Ferreira Martins é professor titular do IAU USP São Carlos.

 

comments

145.03 política
abstracts
how to quote

languages

original: português

share

145

145.01 homenagem

Colar de Ouro do IAB para uma paisagista

Discurso da homenageada durante a entrega da comenda

Rosa Grena Kliass

145.02 cultura

O museu de Bacurau, de Frexeiras, do Nordeste e de outro mundo

José Lira

145.04 projeto

Sobre o Museu da Bíblia

Um “projeto” de um Oscar Niemeyer já desinteressante (e desinteressado)

Rolando Piccolo Figueiredo

145.05 homenagem

Moacyr Moojen Marques (1930-2019)

Nota de pesar

Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil CAU/RS

145.06 design

Anni Albers (1899-1994)

A mulher na história do design

Ethel Leon

145.07 homenagem

Benedito Lima de Toledo (1934-2019)

O historiador da arquitetura

Beatriz Mugayar Kühl and Mário Henrique Simão D'Agostino

newspaper


© 2000–2019 Vitruvius
All rights reserved

The sources are always responsible for the accuracy of the information provided