Your browser is out-of-date.

In order to have a more interesting navigation, we suggest upgrading your browser, clicking in one of the following links.
All browsers are free and easy to install.

 
  • in vitruvius
    • in magazines
    • in journal
  • \/
  •  

research

magazines

interview ISSN 2175-6708

abstracts

português
Erminia Maricato – arquiteta, professora da FAU USP, gestora pública e ativista social – é entrevistada por Abilio Guerra, Celso Sampaio, João Sette Whitaker e Lizete Rubano.

how to quote

GUERRA, Abilio; SAMPAIO, Celso Aparecido; WHITAKER, João Sette; RUBANO, Lizete Maria. Erminia Maricato, arquiteta, professora, gestora pública e ativista social. Transa Marieta – episódio 3. Entrevista, São Paulo, ano 21, n. 082.05, Vitruvius, maio 2020 <https://www.vitruvius.com.br/revistas/read/entrevista/21.082/7757>.


Erminia Maricato (Santa Ernestina SP, 1947), arquiteta, mestre e doutora (FAU USP, 1971, 1977 e 1984). Com atuações paralelas e articuladas na academia, administração pública e sociedade civil, sendo responsável pelas seguintes propostas e realizações: relatora da proposta de Iniciativa Popular de Reforma Urbana junto à Assembleia Nacional Constituinte (1987), Secretária de Habitação e Desenvolvimento Urbano no governo Luiza Erundina em São Paulo (1989-1992), propostas para a área urbana das candidaturas de Lula para a presidência (1989, 1994, 1998 e 2002), proposta de criação do Ministério das Cidades, coordenação da Política Nacional de Desenvolvimento Urbano como Secretária Executiva do ministério (2003-2005), professora visitante do Human Settlements Centre da University of British Columbia (Canadá, 2002) e da School of Architecture and Urban Planning of Witwatersrand de Joanesburgo (África do Sul, 2006), professora visitante do Instituto de Economia da Unicamp (2012-2015), conselheira do Programa das Nações Unidas para os Assentamentos Humanos (UN-Habitat, 2009), participante da formação da Frente Povo Sem Medo – FPSM (2015), autora de oito livro. Professora titular aposentada da FAU USP, é docente da instituição desde 1974, onde coordenou a Pós-graduação (1998-2002) e fundou o Laboratório de Habitação e Assentamentos Humanos (1997). Atualmente, Erminia é professora colaboradora da Pós-graduação da FAU USP, membro de corpos editoriais e coordenadora do BrCidades – um projeto para as cidades do Brasil –, da qual foi fundadora em 2017. Esta iniciativa que lhe valeu – ao lado de companheiros – o Prêmio APCA 2018 na categoria “Urbanidade”, último de uma série de distinções, com destaque para os prêmios Rafael Higuerras (Federação Pan-americana de Arquitetos, 2006) e Arquiteto do Ano (Federação Brasileira de Arquitetos, 2007).

Abilio Guerra é arquiteto (PUC-Campinas, 1982), mestre e doutor em História (IFCH Unicamp, 1989 e 2002), professor da FAU Mackenzie. Membro fundador do Marieta (com Caio Guerra, Giovanni Pirelli, Helena Guerra e Silvana Romano Santos), é editor da Romano Guerra Editora e do Portal Vitruvius ao lado de Silvana Romano. É coautor do livro Rino Levi – arquitetura e cidade (com Renato Anelli e Nelson Kon, 2001), autor de O primitivismo em Mario de Andrade, Oswald de Andrade e Raul Bopp (2010), Arquitetura brasileira: viver na floresta (2011) e Arquitetura e natureza (2017), e organizador de Textos fundamentais sobre historia da arquitetura moderna brasileira (2010), Brasil Arquitetura – Francisco Fanucci, Marcelo Ferraz (com Marcos Grinspun Ferraz e Silvana Romano Santos, no prelo) e diversos outros livros.

Celso Sampaio é arquiteto (FAU Mackenzie, 1988), mestre em arquitetura e urbanismo (EESC USP, 2000), doutorando e professor na Universidade Presbiteriana Mackenzie. Há três décadas assessora movimentos de moradia na cidade de São Paulo, atuando atualmente junto ao Movimento Sem Teto do Centro – MSTC. Como gestor público atuou como Gerente de Projetos e Diretor Técnico da Cohab-SP (2001-2004; 2015-2016), e Diretor de Habitação na Prefeitura Municipal de Santos André (2005-2006). No município de São Paulo, participou como membro titular do Conselho Municipal de Política Urbana – CMPU (2017-2019) e do Conselho Municipal de Habitação – CMH (2016-2018; 2013-2015). Foi diretor do Instituto dos Arquitetos do Brasil Seção São Paulo (2010-2011).

João Sette Whitaker é arquiteto (FAU USP, 1990) e economista (PUC-SP, 1993), mestre em Ciência Política (FFLCH USP, 1998), doutor e livre-docente (FAU USP, 2003 e 2013), doutor Honoris Causa (Universidade de Lyon/St. Etienne, França, 2017). Professor, presidente da Comissão de Pós-graduação, pesquisador sênior do Laboratório de Habitação e Assentamentos Humanos (LabHab, desde 1998) na FAU USP. Bolsista Produtividade do CNPq Nivel 2. Professor visitante no Institut de Hautes Études de l´Amérique Latine – IHEAL (Université de Paris 3 – Sorbonne Nouvelle (2011-2012), Ecole dArchitecture, de la Ville et des territoires (Marne-La-Vallée, 2018), e da Chaire BSI-Citydev (Universidade Livre de Bruxelas, 2018). Secretário de Habitação do Município de São Paulo (2016). Autor do livro O mito da cidade-global: o papel da ideologia na produção do espaço urbano" (Vozes, 2007).

Lizete Rubano é arquiteta (FAU Mackenzie, 1981), mestre e doutora em arquitetura e urbanismo (FAU USP, 1992 e 2001), professora de Projeto 7 na FAU Mackenzie, onde coordena o escritório modelo (emau) Mosaico, de assessoria aos movimentos organizados da sociedade civil. Como arquiteta, foi funcionária da Companhia de Habitação e Desenvolvimento Urbano de São Paulo – Cohab-SP (1989-1992). Participa do núcleo São Paulo da rede nacional BrCidades. É organizadora do livro Hipóteses do real – concursos de arquitetura e urbanismo 1971-2011 (2012) e autora dos livros Planeamento cultural urbano em áreas metropolitanas (com Maria Isabel Villac, Volia Kato e Lucas Fehr, 2015), O terceiro território – habitação coletiva e cidade (com Luiz Reacamán e Hector Vigliecca, 2014).

Entrevista

O evento – terceiro episódio do “Transa Marieta”, programa com personalidades da arte e da cultura contemporânea – ocorreu no 26 de maio de 2020, segunda-feira, com início às 18h30, com mais de duas horas e meia de duração, e foi transmitido ao vivo via Facebook, na página do projeto Marieta (www.facebook.com/projetomarieta), chegando a mais de 2.800 visualizações, 317 curtidas e 175 comentários. A entrevista com Erminia Maricato contou com as participações dos entrevistadores Abilio Guerra, Celso Sampaio, João Sette Whitaker e Lizete Rubano, e participação do público, com comentários por escrito.

Projeto Marieta

O projeto Marieta é voltado para o pensamento contemporâneo, envolvendo pessoas de gerações e experiências diferentes, se propondo como lugar de criação, debate e difusão de produções artísticas e culturais. A diretoria e conselho curatorial é da responsabilidade do coletivo formado por Abilio Guerra, Caio Guerra, Giovanni Pirelli, Helena Guerra, Silvana Romano Santos, Julia Zylbersztajn e Pedro Santiago. Atualmente conta com as participações de Magaly Corgosinho e Neliane Simioni (assessoria de imprensa); Bianca Leite (artista residente); Julia Rantigueri, Pedro Iwo de la Costa e Flavia Fonseca (colaboradores internos); André Scarpa, Felipe Rodrigues, Julia Vianna, Marina Dias Teixeira e Pablo Figueroa (colaboradores externos); Lírios Spacca (design gráfico); Lucas Minari (tuttofare). O grupo conta com a adesão fundamental de Claudia Romano, Emiliana Romano Santos, Norma Romano Santos (apoio moral) e de Garibaldi Maria Pirelli Guerra, Martino Pirelli Guerra, Piero Pirelli Guerra, Tom Guerra, Francesca Tosi, Francesco Pirelli e Nina (apoio emocional).

Ficha técnica

programa
Transa Marieta – episódio 3

entrevistada
Erminia Maricato

entrevistadores
Abilio Guerra, Celso Sampaio, João Sette Whitaker e Lizete Rubano

pesquisa
Abilio Guerra e Celso Sampaio

edição
Caio Guerra

produção
Helena Guerra, Giovanni Pirelli e Silvana Romano Santos

data
26 de maio de 2020, 18h30

divulgação
transmissão ao vivo via Facebook
publicação posterior no portal Vitruvius

Erminia Maricato no portal Vitruvius

AGUSTINHO, Denise Paiva. Um novo ciclo na reforma urbana. Erminia Maricato discute o impasse da política urbana no Brasil. Resenhas Online, São Paulo, ano 11, n. 122.01, Vitruvius, fev. 2012 <www.vitruvius.com.br/revistas/read/resenhasonline/11.122/4208>.

CASIMIRO, Matheus de Vasconcelos. As ideias ainda fora do lugar. Ermínia Maricato demonstra a validade atual da interpretação de Roberto Schwarz. Resenhas Online, São Paulo, ano 15, n. 179.01, Vitruvius, nov. 2016 <www.vitruvius.com.br/revistas/read/resenhasonline/15.179/6270>.

MARICATO, Erminia. As tragédias urbanas: desconhecimento, ignorância ou cinismo? Minha Cidade, São Paulo, ano 11, n. 129.04, Vitruvius, abr. 2011 <www.vitruvius.com.br/revistas/read/minhacidade/11.129/3795>.

MARICATO, Erminia. Cidades no Brasil. Sair da perplexidade e passar à ação. Drops, São Paulo, ano 13, n. 069.04, Vitruvius, jun. 2013 <www.vitruvius.com.br/revistas/read/drops/13.069/4777>.

MARICATO, Erminia. Megaeventos. O arrastão empresarial urbano na escrita elegante de Otilia Arantes. Resenhas Online, São Paulo, ano 11, n. 130.01, Vitruvius, out. 2012 <www.vitruvius.com.br/revistas/read/resenhasonline/11.130/4554>.

MARICATO, Erminia. Os excluídos da cidade e a lei. Sobre a criminalização das vítimas da exclusão social. Drops, São Paulo, ano 20, n. 142.02, Vitruvius, jul. 2019 <www.vitruvius.com.br/revistas/read/drops/20.142/7406>.

MARICATO, Erminia. Um mundo dominado pelas favelas. Resenhas Online, São Paulo, ano 06, n. 063.02, Vitruvius, mar. 2007 <www.vitruvius.com.br/revistas/read/resenhasonline/06.063/3116>.

MOREIRA, Tomás. Alternativas urbanas sob a ótica da reflexão crítica. Antiparalisia da ação propositiva segundo Erminia Maricato. Resenhas Online, São Paulo, ano 03, n. 028.03, Vitruvius, abr. 2004 <www.vitruvius.com.br/revistas/read/resenhasonline/03.028/3191>.

SANTANA, Lidia. O ângulo reto da análise urbana. As perspectivas de Otília Arantes, Carlos Vainer e Erminia Maricato. Resenhas Online, São Paulo, ano 05, n. 056.01, Vitruvius, ago. 2006 <www.vitruvius.com.br/revistas/read/resenhasonline/05.056/3135>.

SOARES, Alessandra; MAIA, Artur; ROSSI, Pedro. O papel social da arquitetura. Entrevista com Ermínia Maricato. Entrevista, São Paulo, ano 20, n. 078.01, Vitruvius, maio 2019 <www.vitruvius.com.br/revistas/read/entrevista/20.078/7351>.

Livros de Erminia Maricato

ARANTES, Otília Beatriz Fiori; VAINER, Carlos; MARICATO, Erminia. A cidade do pensamento único. Desmanchando consensos. Coleção Zero à esquerda, Petrópolis, Vozes, 2000.

MARICATO, Ermínia. A produção capitalista da casa (e da cidade) no Brasil industrial. São Paulo, Alfa Omega, 1979.

MARICATO, Ermínia. Brasil, cidades. Alternativas para a crise urbana. Petrópolis, Vozes, 2001.

MARICATO, Ermínia. Habitação e cidade. São Paulo, Atual, 1997.

MARICATO, Ermínia. Metrópole na periferia do capitalismo. São Paulo, Hucitec, 1996.

MARICATO, Erminia. O impasse da política urbana no Brasil. Petrópolis, Vozes, 2011.

MARICATO, Erminia. Para entender a crise urbana. São Paulo, Expressão Popular, 2015.

MARICATO, Ermínia. Política habitacional no regime militar. Petrópolis, Vozes, 1987.

comments

082.05 cidade e sociedade
abstracts
how to quote

languages

original: português

share

082

082.01

Peter Eisenman in loco

Sérgio M. Marques, Mônica L. Bohrer and Lucas Canez M. Marques

082.02 literatura

Milton Hatoum: literatura em tempos de cólera política e pandemia de coronavírus

Abilio Guerra, Augusto Massi and Julia Bussius

082.03

Entrevista com Hernán Díaz Alonso

Sérgio M. Marques, Mônica L. Bohrer and Lucas Canez M. Marques

082.04 hq, música e cinema

Arrigo Barnabé

Abilio Guerra and Silvana Romano Santos

082.06

Processos de diversidade nas práticas projetuais

Oscar Eduardo Preciado Velasquez

082.07

Danilo Miranda, um intelectual a serviço do Brasil

Abilio Guerra, Marta Bogéa and Giovanni Pirelli

newspaper


© 2000–2020 Vitruvius
All rights reserved

The sources are always responsible for the accuracy of the information provided