Your browser is out-of-date.

In order to have a more interesting navigation, we suggest upgrading your browser, clicking in one of the following links.
All browsers are free and easy to install.

 
  • in vitruvius
    • in magazines
    • in journal
  • \/
  •  

research

magazines

interview ISSN 2175-6708

abstracts

português
O Caá Porá, estúdio com experiências consolidadas na Amazônia equatoriana, está diretamente envolvido em três áreas de atuação: pesquisa social, projeto arquitetônico e execução de projetos culturais e turísticos em diferentes escalas.

english
Caá Porá, a studio with consolidated experiences in the Equadorian Amazon, is directly involved in three areas of activity: social research, architectural design and execution of cultural and tourism projects at different scales.

español
Caá Porá, un estudio con experiencias consolidadas en la Amazonía ecuatoriana, participa directamente en tres áreas de actividad: investigación social, diseño arquitectónico y ejecución de proyectos culturales y turísticos a diferentes escalas.

how to quote

PRECIADO VELASQUEZ, Oscar Eduardo. Processos de diversidade nas práticas projetuais. Entrevista a Caá Porá, Equador. Entrevista, São Paulo, ano 21, n. 082.06, Vitruvius, jun. 2020 <https://www.vitruvius.com.br/revistas/read/entrevista/21.082/7784>.


Torre de Napo Wildlife Center, Comunidade Kichwa Añangu, Parque Yasuní, Província de Orellana, Equador, 2015. Arquitetos Paula Izurieta e Gabriel Moyer-Pérez / Caá Porá
Foto divulgação [Caá Porá]

Oscar Eduardo Preciado Velásquez: Quando o Caá Porá começou? (risos)

Era para ter começado por aí... (risos)

Paula Izurieta: Sim, então, o Caá Porá começou oficialmente em 2014, mas desde 2012-2013 estamos trabalhando. A Torre do Napo Wildlife Center foi construída em 2013 e concluída em 2015. Mas começamos com a comunidade Añangu e continuamos trabalhando até agora. Estamos fazendo o segundo hotel com eles, temos a entrega final já na semana que vem.

OEPV: Entendo que o Gabriel foi quem primeiro teve essa abordagem com eles.

PI: Trabalhamos com Santiago del Hierro, um arquiteto que sabia muito sobre a Amazônia equatoriana e a Amazônia regional. Para mim, é uma das pessoas que mais tem pesquisado sobre isso, e ele teve o primeiro contato graças a Dania Quirola, que trabalhava naquela época no Senplades, e nos convidaram a ir à comunidade quando estávamos com Santiago, então ele nos levou. Santiago foi oferecido para fazer a Torre do Napo Wildlife Center e, para ele, era algo muito... achou algo muito utópico e ele disse a Gabriel. Quero dizer, ele repassou para [...] e o Gabriel acreditou. E foi feito, até saiu no SuperBowl.

OEPV: Sim, na questão turística dos Estados Unidos.

PI: Naquela época, eu estava pesquisando a comunidade, estávamos trabalhando sobre o impacto que teria o Eixo Multimodal Manta-Manaus na Rivera do rio Napo. Era um projeto gigante e eu estava encarregada de todas as comunidades. Uma das comunidades que pesquisei foi a Añangu.

OEPV: Desde a Universidade Católica foi isso?

PI: Desde a Católica. Então nós dois fizemos um vínculo à par, eu com a Añangu. Gabriel estava liderando a investigação completamente e eu fazia parte de uma equipe. Então, a partir daí, começamos a trabalhar em 2012 ou 2013. Acho que 2013. Eu realmente tenho um problema com os anos, mas acho que é 2013.

OEPV: O trabalho seu com as comunidades aqui no Equador começa com a comunidade Añangu?

PI: Sim.

Consultoria Territorial do Plano ZIMM-S (Zona de Influência Manta Manaos-Sucumbíos), Província de Sucumbíos, Equador, 2017. Arquitetos Paula Izurieta e Gabriel Moyer-Pérez / Caá Porá
Foto divulgação [Caá Porá]

comments

082.06
abstracts
how to quote

languages

original: português

outros: español

share

082

082.01

Peter Eisenman in loco

Sérgio M. Marques, Mônica L. Bohrer and Lucas Canez M. Marques

082.02 literatura

Milton Hatoum: literatura em tempos de cólera política e pandemia de coronavírus

Abilio Guerra, Augusto Massi and Julia Bussius

082.03

Entrevista com Hernán Díaz Alonso

Sérgio M. Marques, Mônica L. Bohrer and Lucas Canez M. Marques

082.04 hq, música e cinema

Arrigo Barnabé

Abilio Guerra and Silvana Romano Santos

082.05 cidade e sociedade

Erminia Maricato, arquiteta, professora, gestora pública e ativista social

Abilio Guerra, Celso Aparecido Sampaio, João Sette Whitaker and Lizete Maria Rubano

082.07

Danilo Miranda, um intelectual a serviço do Brasil

Abilio Guerra, Marta Bogéa and Giovanni Pirelli

newspaper


© 2000–2020 Vitruvius
All rights reserved

The sources are always responsible for the accuracy of the information provided