Seu navegador está desatualizado.

Para experimentar uma navegação mais interessante, recomendamos que você o atualize clicando em um dos links ao lado.
Todos são gratuitos e fáceis de instalar.

 
  • em vitruvius
    • em revistas
    • em jornal
  • \/
  •  

pesquisa

revistas

entrevista ISSN 2175-6708

sinopses

português
Ailton Krenak – líder indígena, ambientalista e escritor – é entrevistado por Abilio Guerra, Isa Grinspum Ferraz, Marco Altberg e Suely Rolnik.

como citar

GUERRA, Abilio; FERRAZ, Isa Grinspum; ALTBERG, Marco; ROLNIK, Suely. Ailton Krenak, o intérprete dos intérpretes do Brasil. Transa Marieta – episódio 5. Entrevista, São Paulo, ano 21, n. 083.01, Vitruvius, jul. 2020 <https://www.vitruvius.com.br/revistas/read/entrevista/21.083/7825>.


Ailton Krenak

Nascido no Vale do Rio Doce, em 1953, Ailton Krenak, ativista indígena dos direitos humanos, pertence à etnia Krenak. Em 1987, no contexto das discussões da Assembleia Constituinte, liderou a luta pelos princípios inscritos na Constituição Federal do Brasil. Fundou e dirige o Núcleo de Cultura Indígena; na década de 1990, criou o Festival de Danças e Culturas Indígenas na Serra do Cipó, Minas Gerais. Como jornalista, apresentou a série Índios no Brasil (TV Escola, 1998) e série Tarú Andé com temática indígena (TV Canal Futura, 2007). Em janeiro de 2016, foi distinguido com o diploma de “Professor Honoris Causa” pela Universidade Federal de Juiz de Fora – UFJF. Autor de textos e artigos publicados em coletâneas no Brasil e exterior, e do livro Ideias para adiar o fim do mundo (2019). Recebeu diversos prêmios, como o Prêmio Internacional de Direitos Humanos para a América Latina Letellier Moffite, da Fundação Letellier, em Washington DC (1987), o Prêmio Onassis – Homem e Sociedade, da Fundação Aristóteles Onassis, em Atenas, Grécia (1989), o Premio Nacional de Direitos Humanos – Brasil, do Conselho Nacional de Direitos Humanos (2005), e a Comenda da Ordem do Mérito Cultural do Brasil (2008) e a Grã-Cruz da Ordem do Mérito Cultural do Brasil, ambos da Presidência da República (2015).

Abilio Guerra

Arquiteto (PUC-Campinas, 1982), mestre e doutor em História (IFCH Unicamp, 1989 e 2002), professor da FAU Mackenzie. Membro fundador do Marieta (com Caio Guerra, Giovanni Pirelli, Helena Guerra e Silvana Romano Santos), é editor da Romano Guerra Editora e do Portal Vitruvius ao lado de Silvana Romano. É coautor do livro Rino Levi – arquitetura e cidade (com Renato Anelli e Nelson Kon, 2001), autor de O primitivismo em Mario de Andrade, Oswald de Andrade e Raul Bopp (2010), Arquitetura brasileira: viver na floresta (2011) e Arquitetura e natureza (2017), e organizador de Textos fundamentais sobre historia da arquitetura moderna brasileira (2010), Brasil Arquitetura – Francisco Fanucci, Marcelo Ferraz (com Marcos Grinspun Ferraz e Silvana Romano Santos) e diversos outros livros.

Isa Grinspum Ferraz

Bacharel em Ciências Sociais na Universidade de São Paulo e doutoranda na FAU USP, é roteirista, documentarista e curadora de exposições e museus multimídia. Dirigiu a premiada série O Povo Brasileiro, as séries Intérpretes do Brasil, O valor do amanhã, Galáxias e A cidade no Brasil. Realizou os médias-metragens Lina Bo Bardi, O milagre do pão e A cidade não para. Coordenou a criação de conteúdos e roteiros do Museu da Língua Portuguesa, em São Paulo. Foi curadora da Estação Natureza, da USP, e do Cais do Sertão, em Recife. Idealizou o Museu do Pampa e o Museu das Missões, no Rio Grande do Sul. Atualmente, é curadora na recriação do Museu da Língua Portuguesa e da renovação dos museus do Instituto Butantan, em São Paulo. Foi colaboradora de Lina Bo Bardi e, por 12 anos, de Darcy Ribeiro.

Marco Altberg

Roteirista, diretor e produtor de cinema, TV e novas mídias, é sócio diretor da Indiana Produções e participa ativamente de entidades da área de cinema e televisão (Associação Brasileira de Documentaristas, Associação Brasileira de Cineastas, Sindicato Nacional da Indústria Cinematográfica e BRAVI – ABPITV). Em cinema participou como diretor e/ou produtor dos filmes Prova de fogo (1980), Aventuras de um paraíba (1982), Fonte da saudade (1986, prêmios de música e de som no Festival de Gramado; e de direção e de roteiro no Festival de Brasília), Os Trapalhões – o mistério de Robin Hood (1990), Sombras de Julho (1994) e Panair do Brasil (2007), dentre outros. Para a televisão, realizou séries de ficção e programas TV Futura, Canal Brasil, Canal Multishow e TV Brasil (onde “Revista do Cinema Brasileiro” foi exibido durante 22 anos), além de especiais de conteúdo cultural, artístico, educativo e ambiental. É diretor do documentário Ailton Krenak e o sonho da pedra (2017).

Suely Rolnik

Psicanalista, Suely Rolnik é graduada em Sociologia e Filosofia pela Sorbonne (Paris VIII, 1973 e 1975), mestre em Ciências Humanas Clínicas pela Sorbonne (Paris VII, 1978) e doutora em Psicologia Social (PUC-SP, 1987), é professora titular da PUC-SP (onde leciona desde 1979 e onde fundou o Núcleo de Estudos da Subjetividade no Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia Clínica). Atuou como professora, pesquisadora, conferencista, jurada e curadora em universidades, museus e outras instituições no Brasil e em diversos países das Américas e da Europa. Autora de inúmeros ensaios e livros publicados em vários países, com várias edições, como Micropolítica – cartografias do desejo (com Félix Guattari, 1986), Cartografia sentimental – transformações contemporâneas do desejo (1989), A hora da micropolítica (2016), Antropofagia Zumbi (2012), e Esferas da insurreição – notas para uma vida não cafetinada (2018). Em 2019 participou com Ailton Krenak do Fórum de Ciência e Cultura da UFRJ.

Entrevista

A entrevista com Ailton Krenak ocorreu no dia 21 de julho de 2020, terça-feira, das 18h30 às 21h. O encontro ocorreu virtualmente, via Zoom, e foi transmitido ao vivo no Facebook, na página do projeto Marieta (www.facebook.com/projetomarieta), com as participações dos entrevistadores Abilio Guerra, Isa Grinspum Ferraz, Marco Altberg e Suely Rolnik, e participação do público, que encaminhou antecipadamente perguntas por escrito, material que serviu de base e referência para as perguntas.

Projeto Marieta

O projeto Marieta é voltado para o pensamento contemporâneo, envolvendo pessoas de gerações e experiências diferentes, se propondo como lugar de criação, debate e difusão de produções artísticas e culturais. A diretoria e conselho curatorial é da responsabilidade do coletivo formado por Abilio Guerra, Caio Guerra, Giovanni Pirelli, Helena Guerra, Silvana Romano Santos, Julia Zylbersztajn e Pedro Santiago. Atualmente conta com as participações de Magaly Corgosinho e Neliane Simioni (assessoria de imprensa); Bianca Leite (artista residente); Julia Rantigueri, Pedro Iwo de la Costa e Flavia Fonseca (colaboradores internos); André Scarpa, Felipe Rodrigues, Julia Vianna, Marina Dias Teixeira e Pablo Figueroa (colaboradores externos); Lírios Spacca (design gráfico); Lucas Minari (tuttofare). O grupo conta com a adesão fundamental de Claudia Romano, Emiliana Romano Santos, Norma Romano Santos (apoio moral) e de Garibaldi Maria Pirelli Guerra, Martino Pirelli Guerra, Piero Pirelli Guerra, Tom Guerra, Francesca Tosi, Francesco Pirelli e Nina (apoio emocional). Nos tempos atuais de pandemia, o espaço está se mantendo aberto e atuante (virtualmente) graças ao apoio de amigos do Marieta, via apoio cultural no website benfeitoria.com/marieta.

Nesses tempos de pandemia e de paralização das atividades presenciais, vitais para a manutenção do espaço, o projeto Marieta conta com o apoio de Ana Lucia R M F Costa, Andrea Pisani Megna Sipoli, Daniel Martins Rodrigues, David Da Silva Junior, Denise Matta, Erika Almenara, Fausto Sombra, Gleisson Arrabal, Guilherme Severo, Helder Lourenzi Inaie Cardozo, Isabella Hernandes, Jaime Cupertino, Laís F Braun Ferreira, Lana Terpins, Larissa Dionisio, Leda Braga, Magaly Corgosinho, Marcelo Consiglio Barbosa, Mariana Schmidt, Marina Dias Teixeira, Marina Frugoli, Matheus De Sousa Santos, Néliane Catarina Simioni, Norma Maria Romano Santos, Patrícia Martins, Paula Nocchi Martins, Paula Sacchetta, Paulo Moritz Kon, Renato Luiz Sobral Anelli, Ruth Verde Zein, Sandra Rodondi De Godoy, Sergio Kon, Taisa Cristina Dos Santos Leonardo, Thomas Goldenstein Leirner, Yadhira Álvarez e Yasmin Abdalla.

ficha técnica

programa
Transa Marieta – episódio 5

entrevistado
Ailton Krenak

entrevistadores
Isa Grinspum Ferraz, Marco Altberg, Suely Rolnik e Abilio Guerra

pesquisa
Abilio Guerra, Silvana Romano Santos, Helena Guerra e Giovanni Pirelli

edição
Caio Guerra

produção
Helena Guerra, Giovanni Pirelli e Silvana Romano Santos

data
21 de julho de 2020, 18h30

divulgação
transmissão ao vivo via Facebook
publicação posterior no portal Vitruvius

Bibliografia

COELHO, Marco Antônio Tavares. Genocídio e resgate dos “Botocudo”. Entrevista com Ailton Krenak. Estudos Avançados, v. 23, n. 65, São Paulo, 2009 <https://bit.ly/2ZI1F3p>.

COHN, Sergio. Entrevista com Aílton Krenak, fundador e diretor da ONG Núcleo de Cultura Indígena. Casa de Rui Barbosa, Rio de Janeiro, 24 jun. 2010 <https://bit.ly/2OkkeUL>.

FRANÇA, Elvira Eliza. Ailton Krenak fala sobre o amanhã durante e após a pandemia. Amazônia Real, Manaus 15 jun. 2020 <https://bit.ly/300Qvpk>.

GALVÃO, Pedro. Líder indígena Ailton Krenak analisa a pandemia em e-book gratuito. Estado de Minas, Belo Horizonte, 18 abr. 2020 <https://bit.ly/2BYvgwz>.

GAYOSO, Solange. Resenha de “Ideias para Adiar o Fim do Mundo”. Revista de Políticas Públicas, v. 24, n. 1, São Luís, jan./jun. 2020 <https://bit.ly/2CvelRY>.

GUERRA, Abilio. Paraty em chamas. Do lado de fora da Flip. Resenhas Online, São Paulo, ano 18, n. 211.02, Vitruvius, jul. 2019 <https://www.vitruvius.com.br/revistas/read/resenhasonline/18.211/7414>.

GUERRA, Abilio. Quando o mundo acabar vou estar flutuando com um paraquedas colorido. A contemporânea cosmovisão ameríndia de Ailton Krenak. Resenhas Online, São Paulo, ano 18, n. 211.04, Vitruvius, jul. 2019 <https://www.vitruvius.com.br/revistas/read/resenhasonline/18.211/7419>.

IORIS, Antonio Augusto Rossotto. Resenha de “Ideias para Adiar o Fim do Mundo”, de Ailton Krenak (Companhia das Letras, 2019). Amazônia Latitude, n. 12, Tallahassee, Florida State University, dez. 2019 <https://bit.ly/2B0WZw4>.

KRENAK, Ailton. Ecologia política – carta manifesto. Ethnoscientia, v. 3, n. 2, jul./dez. 2018 <https://bit.ly/2BWqks1>.

KRENAK, Ailton. Encontros: Ailton Krenak. Organização de Sérgio Cohn. Apresentação de Eduardo Viveiros de Castro. Rio de Janeiro, Azougue, 2015.

KRENAK, Ailton. Ideias para adiar o fim do mundo. São Paulo, Companhia das Letras, 2019.

KRENAK, Ailton. In NOVAES, Adauto. Tempo e história. São Paulo, Companhia das Letras, 1992.

KRENAK, Ailton. O amanhã não está à venda. São Paulo, Companhia das Letras, 2020.

KRENAK, Ailton. O eterno retorno do encontro. In NOVAES, Adauto. A outra margem do ocidente. São Paulo, Companhia das Letras/Minc-Funarte, 1999. Disponível em: Povos indígenas do Brasil <https://bit.ly/2ZpPyYv>.

KRENAK, Ailton. O lugar onde a terra descansa. Fotografias de Adriana Moura, Zaida Siqueira, Igor Pessoa e José Caldas. Nova Lima, Nu?cleo de Cultura Indi?gena, 2000.

MASSUELA, Amanda; WEIS, Bruno. O tradutor do pensamento mágico. Cult, n. 251, São Paulo, 4 nov. 2019 <https://bit.ly/2OlpIP7>.

MOLINERO, Bruno. 'Qualquer prefeito tem mais poder que a ONU', diz líder indígena Ailton Krenak. Caderno Ilustrada. Folha de S.Paulo, São Paulo, 12 abr. 2020 <https://bit.ly/3j8lh8C>.

PAIVA, Vitor. Ambientalista Ailton Krenak diz que ‘volta ao normal’ é como acreditar que Terra é plana. Hypeness, Rio de Janeiro, 2020 <https://bit.ly/2CAfmbG>.

SARMIENTO, Susana Daniele Pinol. Ailton Krenak critica sociedade do consumo em tempos de pandemia. Setor3, Senac São Paulo, 26 mai. 2020 <https://bit.ly/2ZqVeBM>.

SENLLE, Marília; BRUNORO, Mario; TANNUS, Rafael Monteiro; KLEIN, Tatiane. “Não foi um acidente”, diz Ailton Krenak sobre a tragédia de Mariana. Entrevista. Instituto Socioambiental, São Gabriel da Cachoeira, 9 nov. 2016 <https://bit.ly/3fwEPRJ>.

SOUZA E SILVA, Jailson de. Ailton Krenak – A potência do sujeito coletivo. Periferias. v.1, n. 1, Rio de Janeiro, 2018 <https://bit.ly/2WiMprs>.

SOUZA, Roberta. Futuro presente: “A natureza ao redor está comemorando nossa parada”, diz o escritor Ailton Krenak. Diário do Nordeste, Fortaleza, 17 mai. 2020 <https://bit.ly/2OlFNUV>.

SPLEITURAS. Ensaio de Ailton Krenak gera debate sobre relação do ser humano com natureza. Biblioteca Parque Villa-Lobos, São Paulo, 30 jun. 2020 <https://bit.ly/2Wg1daw>.

filmes e vídeos

Ailton Krenak pinta o rosto de Jenipapo no Congresso Nacional, durante a Assembleia Nacional Constituinte de 1987. Índio Cidadão — O Filme. Cena de evento, 04’02”, 4 set. 1987 <https://bit.ly/2W3BNwN>.

Índios no Brasil – episódio 1. Direção geral de Vincent Carelli. Apresentação de Ailton Krenak. TV Escola, 1998, 32’02” <https://bit.ly/3iT6put>.

Índios no Brasil – episódio 2. Direção geral de Vincent Carelli. Apresentação de Ailton Krenak. TV Escola, 1998, 30’19” <https://bit.ly/3ftuyWE>.

Índios no Brasil – episódio 3. Direção geral de Vincent Carelli. Apresentação de Ailton Krenak. TV Escola, 1998, 30’19” <https://bit.ly/2Wdozxp>.

Índios no Brasil – episódio 4. Direção geral de Vincent Carelli. Apresentação de Ailton Krenak. TV Escola, 1998, 34’57” <https://bit.ly/2OkDzoJ>.

Índios no Brasil – episódio 5. Direção geral de Vincent Carelli. Apresentação de Ailton Krenak. TV Escola, 1998, 32’59” <https://bit.ly/3fowm2O>.

Aílton Krenak – a vida, sempre (Aílton Krenak – Life, forever). Programa TEDxVilaMadá. Entrevista, 21’, 2011 <https://bit.ly/3gG6EHx>.

A história de vida do líder indígena Ailton Krenak. TV Cultura, 30 set. 2011, 3’40” <https://bit.ly/38Jt8oe>.

Ailton Krenak. 20 ideias para girar o mundo. Unesco Brasil, 9 jul. 2012, 6’41” <https://bit.ly/3gNCG4b>.

A ciência que eu faço – Ailton Krenak. Museu de Astronomia, Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, 24 set. 2014, parte 1, 7’43” <https://bit.ly/2Ob0gMb>; parte 2, 8’42” <https://bit.ly/3edzBc7>.

Ailton Krenak. In Os Mil Nomes de Gaia – do Antropoceno à idade da Terra. Colóquio Internacional, Casa de Rui Barbosa, Rio de Janeiro, 15 a 19 de setembro de 2014. Depoimento e debate, 25’35”, 2015 <https://bit.ly/2ZV7zNp>.

Índio cidadão? Direção de Rodriguarani Kaiowá. 7G Documenta e outras produtoras. Brasília, 2014, 52' <https://bit.ly/3ep60MZ>.

Índios no poder. Roteiro e direção de Rodrigo Arajeju. 7G Documenta / Argonautas / Machado Filmes. Brasília, 2015, 21’ <https://bit.ly/3gOylxV>.

Ailton Krenak – no meio do caminho havia uma pedra. Entrevistado por Laura Capriglione. Direção de Luiza Fagá. Jornalistas Livres. Entrevista, 06’50”, 2015 <https://bit.ly/2Oo4f8p>.

Ailton Krenak: “A natureza não é uma fonte inesgotável de recursos”. Programa Sempre um Papo, Museu das Minas e do Metal, Belo Horizonte, 07 de julho de 2015. Depoimento, 55’32”, 2015. Integral <https://bit.ly/2BLaX5D>; editado <https://bit.ly/2BLaT5T>; resumido: <https://bit.ly/3gM2m14>.

Ailton Krenak. Entrevistado por Thiago Rosenberg. Culturas indígenas, Itaú Cultural. Entrevista, 15’54”, 2016 <https://bit.ly/2ZhcKbA>.

Ailton Krenak, o sonho da pedra. Direção de Marco Alberg. Documentário, 52’, Rio de Janeiro, Indiana Produções Cinematográficas, 2017. Parte 1 <https://bit.ly/2ZVN4jO>; Parte 2 <https://bit.ly/2ZXe3LA>; Parte 3 <https://bit.ly/3gByvIS>; Parte 4 <https://bit.ly/3iNY0bO>.

Ailton Krenak – do sonho e da terra. Ciclo Questões indígenas, Teatro Maria Matos, Lisboa, no âmbito do ciclo Utopias e de Passado e Presente Lisboa 2017 – Capital Ibero-Americana de Cultura. Conferência de Ailton Krenak, 02h07’55”, 2017 <https://bit.ly/3fh3PfN>.

Direitos humanos e a questão indígena – Ailton Krenak. Pastoral Universitária Anchieta, 11 set. 2018, parte 1, 6’20” <https://bit.ly/2ZepNKD>; parte 2, 7’12” <https://bit.ly/3gJSRjg>.

Conversa Ailton Krenak e Christian Cravo. Instituto Tomie Ohtake, 7 out. 2019, 1h16’20” <https://bit.ly/2Dj7sDF>.

Enquanto tiver gente no Brasil, vai ter presença indígena. Nexo Jornal. Entrevista, 11’43”, 2019 <https://bit.ly/2AOC4fA>.

Claudia Andujar por Ailton Krenak. Conversa na galeria. Instituto Moreira Salles – IMS Paulista, 14 fev. 2019 <https://bit.ly/2ZfohYT>.

Ailton Krenak. Entrevistado por Marcelo Tas. Programa Provocações, TV Cultura. Entrevista, 27’13”, 2019 <https://bit.ly/2ZcUPm4>.

Literatura e a voz da liberdade. 38a Semana Literária & Feira do Livro Sesc. Palestra de Ailton Krenak, 01h49’35”, 25 de setembro de 2019 <https://bit.ly/38GA0CR>.

Ailton Krenak no Sesc Santo André. Programa Sempre um Papo, 01h12’48”, 30 out. 2019 <https://bit.ly/2APIHhK>.

Constelações insurgentes: fim do mundo e outros mundos possíveis. Conversa com Ailton Krenak e Suely Rolnik, mediação de Tatiana Roque. Rio de Janeiro, Fórum de Ciência e Cultura da UFRJ, 10 out. 2019 <https://bit.ly/2WeNKQ8>.

Bob Fernandes entrevista Ailton Krenak. TVE Entrevista Especial, 54’35”, 2020 <https://bit.ly/3ffgKyT>.

Ailton Krenak: ideias para adiar o fim do mundo em tempos de coronavírus. Inconsciente Coletivo. Entrevista, 34’08”, 2020 <https://bit.ly/2ZXdTUu>.

Vozes da Floresta – Ailton Krenak. Le Monde Diplomatique Brasil. Documentário, 59’38”, 2020 <https://bit.ly/32670D9>.

Conversa selvagem – Ailton Krenak e Marcelo Gleiser. Selvagem, ciclo de estudos sobre a vida. Debate, 01h09’44”, 2020 <https://bit.ly/2O8g7ev>.

Como adiar o fim do mundo – Ailton Krenak. Comunidade online http://olugar.org, 18 mar. 2020, 1h12’50” <https://bit.ly/3ejkcae>.

Ailton Krenak – ideias para adiar o fim do mundo. Espiral dos Afetos, apresentação de Leonardo Guelman. Centro de Artes UFF, 26 mar. 2020, 2h47”02” <https://bit.ly/2BWsJmf>.

Sonhos para adiar o fim do mundo, com Ailton Krenak e Sidarta Ribeiro. #NaJanelaFestival – Mesa 6. Evento on-line, Companhia das Letras, 22-24 mai. 2020, 1h16’14” <https://bit.ly/2ZeY90j>.

Ailton Krenak e Leandro Demori conversam sobre a crise do coronavírus. The Intercept Brasil, 8 abr. 2020, 57’17” <https://bit.ly/3092JMT>.

Ailton Krenak – O amanhã não está à venda. A arte nos une, Centro de Artes UFF, 15 mai. 2020, 1h24’32” <https://bit.ly/3iQ4xTa>.

Ailton Krenak e Paulo Arantes – perspectivas anticoloniais. MITsp 2020, mesa 1: Do tempo, 8 mar. 2020, 2h50’09” <https://bit.ly/3iNoI4s>.

Ailton Krenak. Lili entrevista, website de Lilian Schwarcz, 2 ju. 2020, 28’23” <https://bit.ly/3fhdVgq>.

Ideias para adiar o fim do mundo. Entrevista com Ailton Krenak. Mediação de Julie Dorrico. Círculo de Leitura TRT4, Porto Alegre, jun. 2020 <Https://Bit.Ly/2Oy0uNL>.

comentários

083.01
sinopses
como citar

idiomas

original: português

compartilhe

083

083.02

Rodo Tisnado e o Architecturestudio

Sérgio M. Marques e Mônica L. Bohrer

083.03

Conversa com Francisco Fanucci e Marcelo Ferraz

Abilio Guerra, Marta Bogéa e Guilherme Wisnik

jornal


© 2000–2020 Vitruvius
Todos os direitos reservados

As informações são sempre responsabilidade da fonte citada