Your browser is out-of-date.

In order to have a more interesting navigation, we suggest upgrading your browser, clicking in one of the following links.
All browsers are free and easy to install.

 
  • in vitruvius
    • in magazines
    • in journal
  • \/
  •  

research

magazines

my city ISSN 1982-9922

abstracts

português
O projeto “Requalificação do Parque Natural do Pedroso” foi apresentado como Trabalho Final de Graduação no curso de arquitetura da FMU FIAAM FAAM em 2014. A banca contou com Caio Boucinhas, Helena Degreas e Catharina Pinheiro Cordeiro dos Santos Lima.

how to quote

MOLINARI, Arthur Ribeiro. Parque Natural do Pedroso. Minha Cidade, São Paulo, ano 16, n. 182.02, Vitruvius, set. 2015 <https://www.vitruvius.com.br/revistas/read/minhacidade/16.182/5680>.



O Parque Natural do Pedroso, localizado na Estrada do Pedroso, Santo André SP, foi instituído em 1998 como unidade de conservação e em 2000 foi transformado em unidade de conservação de proteção integral.

O parque possui aproximadamente 842 há (8,42 Km²), equivalente a um dos maiores Parques Municipais da Cidade de São Paulo, com 15 lagos e 37 nascentes (Abastecendo 4% da cidade de Santo André além de elementos históricos como a antiga olaria, marquise do teleférico, Parque Japonês etc.

Ele obteve grande importância na década de 1970, devido a sua preservação, além das suas intervenções como implantação de palco para shows, teleférico com 03 estações – o mais atual da época além de ser projetado pelo Arquiteto Ruy Ohtake –, pedalinhos, lanchonetes e outros diversos itens que o deixaram atraente e turístico.

Requalificação do Parque Natural do Pedroso, edificação 02 – alimentação da fauna silvestre. Projeto acadêmico de Arthur Ribeiro Molinari [Acervo do autor]

Atualmente o parque encontra-se totalmente deteriorado e esquecido pela sua administração, ocasionando apenas 1500 visitações em um fim de semana, devido à falta de policiamento, infraestrutura para os visitantes, divulgação e incentivo da prefeitura – além de pouco conhecido pela população, o parque é rotulado como inseguro.

Apesar do último investimento no parque, atualmente ele conta com 11 funcionários que dividem as tarefas de vigilância, limpeza e administração, um trailer que serve como lanchonete (único ponto de alimentação do parque e entorno), dois sanitários, quadras esportivas deterioradas, falta de equipamentos além de falta de ambientes que acolham os visitantes.

Devido a minha frequência quando criança e histórias dos meus pais, que iam no restaurante situado no último ponto do teleférico, realizei inúmeras visitas no local e decidi desenvolver um projeto de requalificação, onde pudesse realizar intervenções paisagísticas e arquitetônicas conforme a legislação, propor uma área maior de lazer e cultura para os munícipes, além de continuar a preservar a fauna e a flora, que hoje correm riscos com os núcleos próximos.

Requalificação do Parque Natural do Pedroso, edificação 01 – comércio, serviços e restaurante. Projeto acadêmico de Arthur Ribeiro Molinari [Acervo do autor]

Requalificação do Parque Natural do Pedroso, edificação 01 e mirante. Projeto acadêmico de Arthur Ribeiro Molinari [Acervo do autor]

Concepção

O projeto de requalificação do Parque do Pedroso (1) tem como principal objetivo, recuperar, preservar e evidenciar os seus recursos naturais.

Todo o projeto – incluindo os elementos arquitetônicos, sistemas de drenagem de águas pluviais, iluminação, mobiliários e áreas de adensamentos arbóreos – tem como finalidade propor conforto e segurança aos frequentadores e funcionários, além de proteger a fauna e vegetação já existentes, promovendo assim o uso sustentável dos recursos naturais, a recuperação e preservação da biodiversidade, da fauna e da flora, recursos hídricos e também o patrimônio histórico e cultural, consolidando opções de lazer, contemplação da natureza e proporcionando um número maior de visitantes minimizando assim a degradação do meio ambiente.

A diretriz fundamental do projeto é preconizar soluções inovadoras, criativas, lúdicas e sustentáveis, proporcionando ambientes para todas as idades e demonstrar que a técnica, a ciência e a arte podem trazer ganhos ambientais e contribuir com o equilíbrio e harmonia entre o ambiente proposto e o natural.

Requalificação do Parque Natural do Pedroso, edificação 03 – apoio às quadras. Projeto acadêmico de Arthur Ribeiro Molinari

Requalificação do Parque Natural do Pedroso, edificação 03 – apoio às quadras. Projeto acadêmico de Arthur Ribeiro Molinari

Diretrizes

Considerar os significados históricos e culturais do Parque e do seu entorno, buscando referências nos usos verificados ao longo do tempo (pedalinhos, canoagem, palco para shows, restaurantes etc.).

Acolher grande diversidade de usos e frequentadores, onde as edificações e equipamentos promovam de forma integrada o convívio de jovens, idosos, crianças, pessoas portadoras de necessidades especiais e assegurando a acessibilidade universal.

Requalificação do Parque Natural do Pedroso, reestruturação da área de convivência – churrasqueiras. Projeto acadêmico de Arthur Ribeiro Molinari

Estimular a participação da comunidade, associações e universidades, estabelecendo parcerias para apresentações pedagógicas, cursos e visitas ecológicas.

Implantar mobiliários ecológicos e inteligentes, possibilitando maior segurança e propondo o uso noturno do parque (teleférico, Skate Park, Praça da Luz e palco de shows).

Requalificação do Parque Natural do Pedroso, pet place. Projeto acadêmico de Arthur Ribeiro Molinari

Requalificação do Parque Natural do Pedroso, palco de apresentações. Projeto acadêmico de Arthur Ribeiro Molinari

Implantar o plano de manejo (plano em execução da Semasa, USP e Dersa) em diversas áreas do parque, promovendo a recuperação ambiental das áreas degradadas existentes, aumentando a biodiversidade da fauna e preservando os recursos hídricos.

Utilizar soluções ambientais, como pavimentação que propiciem a manutenção e permeabilidade do solo, diminuindo áreas pavimentadas e priorizando os percursos de pedestres e ciclistas.

Requalificação do Parque Natural do Pedroso, gradil e quadras esportivas. Projeto acadêmico de Arthur Ribeiro Molinari

Valorizar as nascentes e demais cursos d'água existentes, recuperando as matas ciliares e mantendo a permeabilidade das faixas das APPs – Áreas de Proteção Permanentes.

Reestruturar o sistema de tratamento de água que o mesmo já possui, devido ao seu novo uso inserido (piscinas).

Reativar os três pontos do teleférico inserido na década de 1970: Marquise de Ruy Ohtake com bilheteria e sorveteria; anfiteatro, sanitários e áreas de picnics; restaurante mineiro e mirante da cidade.

Requalificação do Parque Natural do Pedroso, equipamentos de ginástica e playground. Projeto acadêmico de Arthur Ribeiro Molinari

O projeto

Todo o projeto foi pensado em termos de requalificação total do parque, usufruindo das áreas destinadas do plano de manejo.

Foram criados três eixos principais para a circulação do parque: a lombofaixa, unindo as duas áreas do parque; a ciclovia e calçada de pedestre, que com o seu circuito passa em todas as áreas e atividades do parque; e o eixo longitudinal que ressurge com a reativação dos três pontos do teleférico.

Requalificação do Parque Natural do Pedroso, piscina natural. Projeto acadêmico de Arthur Ribeiro Molinari

A proposta foi elaborada a partir das pesquisas e visitas in loco, que permitiram verificar a real necessidade do parque e também da população que já se encontra morando ao lado.

Os maciços e áreas de contemplação e descanso foram inseridos próximo à mata, criando lugares agradáveis e com sombra e os elementos mais chamativos, ou com o maior ruído, concentrados próximo ao Tanque do Pedroso.

Sendo assim o programa do parque ficou distribuído uniformemente e ao mesmo tempo totalmente inserido ao meio ambiente.

Requalificação do Parque Natural do Pedroso, skate park. Projeto acadêmico de Arthur Ribeiro Molinari

Elementos propostos

Todo o programa foi proposto conforme as legislações do último Plano de Manejo vigente e a partir das conversas com a administração do Parque (Semasa).

Foram propostas novas edificações, com arquitetura ecológica em madeira) e a reestruturação de edifícios– portaria secundária, nova sede administrativa, sanitários, vestiários, guarita, depósito de materiais e a Capela Santa Cruz dos Carvoeiros – e equipamentos existentes – teleférico, anfiteatro, área de piquenique, churrasqueiras, grupamento ambiental, trilhas etc.

Uma série de equipamentos, atividades e melhorias foram previstas: quadras de futebol de areia e poliesportivas; prainha, piscina natural, pedalinhos e canoagem junto aos cursos naturais de água, parques infantis e espaço para skate; pista de arvorismo, ciclovia e bicicletário; áreas para ginástica, leitura, descanso, contemplação e esculturas lúdicas; viveiro para espécies nativas, palco e arena para atividades artísticas, além de diversas outras áreas e equipamentos.

Requalificação do Parque Natural do Pedroso, reativação do teleférico. Projeto acadêmico de Arthur Ribeiro Molinari

Conclusão

O projeto foi elaborado com base em pesquisas de estudos de caso, análises da região, conversas com órgãos públicos e inúmeras visitas in loco, sendo possível compreender e mapear os principais problemas e necessidades da área, desenvolvendo uma proposta inovadora, e estabelecendo um programa com desenvolvimento arquitetônico que buscou a relação do projeto com a inserção urbana local.

No entanto, os conceitos e o partido adotados, surgiram a partir dos vínculos históricos da região, a topografia, seus recursos hídricos, suas necessidades urbanas e também as principais legislações vigentes na área.

A proposta de requalificação do parque buscou considerar os significados culturais e acolher grande diversidade de usos e frequentadores, onde as edificações e equipamentos promovam de forma integrada o convívio de jovens, idosos, crianças, pessoas portadoras de necessidades especiais assegurando a acessibilidade universal, conter a expansão urbana desordenada e valorizar os elementos naturais como as nascentes e cursos d'água existentes, recuperando as matas ciliares e proporcionando mais equipamentos de lazer e cultura para a população próxima e munícipes.

Requalificação do Parque Natural do Pedroso, reativação do teleférico. Projeto acadêmico de Arthur Ribeiro Molinari

A ideia principal da implantação do parque foi de promover novos usos e diagramações, buscando novas iniciativas e propostas de renovação e “quebras de paradigmas”, colaborando com o desenvolvimento urbano local e preservando, a fauna e a flora.

O parque contou com a implantação de quatro elementos arquitetônicos, usando estruturas diferenciadas e ecológicas como as tensoestruturas, e o Gridshell (Estrutura de Madeira).

O intuito foi criar ambientes inovadores e agradáveis ao mesmo tempo, usando formas orgânicas e plásticas, se destacando na paisagem urbana e remetendo a implantação do parque.

Por fim, entende-se que a requalificação do Parque do Pedroso não ficou apenas contido em restaurar áreas degradadas, e sim propor novos usos para a sociedade e mostrar que é possível criar inúmeras sensações diferentes e únicas, sem degradar o meio ambiente.

nota

1
O projeto “Requalificação do Parque Natural do Pedroso” foi apresentado como Trabalho Final de Graduação no curso de arquitetura da FMU – FIAAM FAAM em banca ocorrida em dezembro de 2014 e teve como membros os arquitetos e professores Caio Boucinhas, Helena Degreas e Catharina Pinheiro Cordeiro dos Santos Lima.

sobre o autor

Arthur Ribeiro Molinari é arquiteto e urbanista.

comments

newspaper


© 2000–2019 Vitruvius
All rights reserved

The sources are always responsible for the accuracy of the information provided