Your browser is out-of-date.

In order to have a more interesting navigation, we suggest upgrading your browser, clicking in one of the following links.
All browsers are free and easy to install.

 
  • in vitruvius
    • in magazines
    • in journal
  • \/
  •  

research

magazines

projects ISSN 2595-4245


abstracts

how to quote

PORTAL VITRUVIUS. Concurso Público de Arquitetos para Modernização do Conjunto Desportivo do Ibirapuera. Projetos, São Paulo, ano 03, n. 028.01, Vitruvius, jun. 2003 <https://www.vitruvius.com.br/revistas/read/projetos/03.028/2215>.


Introdução

A nossa proposta deseja que o debate de idéias e a apresentação de considerações quanto a “soluções criativas e inovadoras” para a modernização do Conjunto Esportivo Constâncio Vaz Guimarães não apenas adeqüe os edifícios, mas funda a um só tempo as questões urbanas, as idéias de urbanismo, da arquitetura, da tecnologia e da paisagem.

O partido arquitetônico dialoga com a cidade livre, sempre em transformação, enfrentando a tensa coexistência dos edifícios esportivos isolados, dos portes diversificados, das vias circundantes e dos fluxos de acesso.

Por acreditar que os edifícios autônomos e isolados, os intermináveis gradis circundantes e o parcelamento dos espaços livres como sobras dos edifícios implantados, aparecem muitas vezes como uma arquitetura contra a cidade, assumimos o interesse pela cidade e pela rua como fator verdadeiramente ‘contemporâneo’ capaz de resgatar a presença do público nos eventos esportivos e nas diversas atividades cotidianas do complexo.

O conceito de “Centro de Entretenimento” é assumido como decorrência primeira e natural da cidade e conseqüentemente do edifício, assim o programa sugerido encontra-se distribuído por todos os edifícios do complexo, com ênfase no térreo e na esplanada elevada.

Implantamos entre o estádio Ícaro de Castro Mello (ICM) e o ginásio Geraldo José de Almeida (GJA) o edifício que pretende ser a conexão do conjunto. Espera-se com essa articulação um eixo de ligação fortemente demarcado cruzando diagonalmente o terreno, tangenciando o Estádio e o Conjunto Aquático; ligando a rua Manoel da Nóbrega com a rua Abílio Soares e a Praça Arquiteto Ícaro de Castro Mello (incorporada ao complexo).

A solução do “Edifício Conexão” enfatiza a vocação do conjunto como foco urbano de sociabilidade, a cidade invade sua base com usos e funções diversificadas, articulam-se os percursos, níveis e acessos entre edifícios. Cria-se um novo lugar.

No térreo desse “Edifício Conexão” uma vibrante rua coberta, de recreação e lazer com recintos para atividades multifuncionais, esportivas, comércio, alimentação, sedes de confederações e chegada do subsolo; na esplanada superior - ou térreo elevado - com certa hierarquia dada pelas rampas e escadas rolantes novamente comércio, alimentação, confederações e a praça de acesso ao Estádio (ICM), ao Conjunto Aquático (CPT) e o Ginásio do Ibirapuera (GJA). Acima os acessos mais restritos para os andares de Alojamento, Centro de Imprensa, Tribunas e na cobertura o terraço jardim, café, restaurante, área de descanso...

A grande parede curva cria o pano de fundo para o Ginásio do Geraldo José de Almeida e a necessária escala e qualificação urbana da praça e da esquina. O Ginásio continua como marco urbano de São Paulo, prevalecendo na esquina das ruas Manoel da Nóbrega e Marechal Stênio Albuquerque Lima, sendo o primeiro elemento do eixo organizador do conjunto, seguido pelo Estádio e o Ginásio Mauro Pinheiro.

Trata-se de uma reflexão que enfrenta uma dupla vocação, a da preservação e a da transformação.

GJA - Ginásio Geraldo José de Almeida

  • elevação do nível da quadra para ampliar suas dimensões para 25x45m e atender às exigências internacionais para realização de jogos oficiais;
  • eliminação de 7 linhas de arquibancada junto à quadra antiga com 2.500 lugares e acréscimo de um anel superior com 4.500 lugares, totalizando 15.000 lugares com espaçamento mínimo de 0,50m entre eixos das cadeiras;
  • proposta de novo desenho e estrutura para cobertura, capaz de abrigar o anel superior e ainda assim manter a identidade do projeto original;
  • colocação de vestiários completos de atletas e árbitros e respectivas áreas de apoio no espaço remanescente abaixo da quadra, com acesso restrito ao estacionamento reservado no subsolo;
  • remanejamento das Tribunas prevendo ligação ágil com o Centro de Imprensa e acesso independente do público em geral desde o estacionamento reservado no subsolo;
  • retirada de todos os alojamentos e reorganização dos demais usos “externos” ao ginásio em nova articulação com o Conjunto;
  • criação de uma “fachada habitada” no antigo anel intermediário destinada a atividades esportivas diárias (salas para treinos de ginástica olímpica etc.) e atividades culturais afins (Museu do Esporte etc.);
  • nova articulação com o conjunto com acréscimo de 4 ligações com a esplanada elevada além das desobstrução de todos os acessos originais (5 rampas para o nível de baixo e 10 escadarias ao primeiro anel).

ICM – Estádio "Ícaro de Castro Mello”

  • preservação da identidade original do conjunto, sobretudo o prédio que abriga a arquibancada reta e tribunas;
  • retirada de pequeno setor de arquibancadas com 450 lugares em frente ao Ginásio Mauro Pinheiro para melhor integração entre as duas edificações e com o restante do Conjunto;
  • acréscimo de 9 linhas de arquibancadas no setor curvo próximo à Rua Abílio Soares e Praça arquiteto Ícaro de Castro Mello, totalizando 15.500 lugares com espaçamento mínimo de 0,50m entre eixos das cadeiras;
  • proposta de cobertura dos dois setores curvos de arquibancadas;
  • nova articulação com o restante do Conjunto e alteração significativa nos acessos, com novas entradas sobre a esplanada elevada.

CPT – Conjunto Aquático "Caio Pompeu de Toledo"

  • adequação de todas as piscinas aos padrões das competições internacionais, considerando o tanque para saltos ornamentais e nado sincronizado com 30x20m;
  • acréscimo de uma piscina de aquecimento, pré-competição (25m de comprimento e 4 raias de 2,50m), com total privacidade para os atletas e ligação ágil com as piscinas principais;
  • melhoria das instalações para aprendizagem, recreação e recuperação, com a retirada das 4 piscinas pequenas (2 improvisadas na área externa sob árvores) e criação de outras 4 com acesso direto tanto à cidade quanto às instalações principais;
  • manutenção da capacidade das arquibancadas em cerca 5.600 lugares;
  • proposta de grande cobertura e fechamento lateral da edificação, com o objetivo de melhorar as condições de conforto térmico em todos os ambientes;
  • atenção especial à iluminação natural;
  • retirada de todas as edificações “edículas” e salas improvisadas (Projeto Futuro, Palácio do Judô, Arco e Flecha, Karate etc.) para ampliação da infra-estrutura aquática específica e nova articulação com o restante do Conjunto pela esplanada elevada no nível dos patamares das escadas que ligam a antiga base às arquibancadas;
  • proposta de estacionamento reservado para atletas, autoridades e profissionais da imprensa com intuito eliminar os atuais conflitos de acessos;
  • acréscimo de elevador e escada para acesso às Tribunas, independente do público em geral;

GMP - Ginásio Poliesportivo Mauro Pinheiro

  • preservação da identidade original da edificação: aproveitamento da estrutura de concreto para a cobertura e manutenção da volumetria existente;
  • resgate de sua característica de Ginásio Poliesportivo, atualmente perdida;
  • ampliação das dimensões da quadra para 25x45m para atender às exigências internacionais para realização de jogos oficiais;
  • remoção da estrutura metálica para sustentação das arquibancadas com piso de pranchas de madeira e projeto de nova estrutura interna;
  • retirada de todas as salas improvisadas em seu interior (Sindicato de Treinadores e Confederações de Esgrima, Tamboréu etc.) para melhoria da curva de visibilidade e ampliação da arena;
  • manutenção da capacidade das arquibancadas em 3.000 lugares (com espaçamento mínimo de 0,50m entre eixos das cadeiras), com total visibilidade de todas as partes da arena;
  • aproveitamento do espaço do antigo subsolo com vestiários completos de atletas e árbitros, com respectivas áreas de apoio, prevendo acesso independente ao estacionamento reservado;
  • projeto de novas tribunas prevendo acesso independente do público em geral desde o estacionamento reservado no subsolo;
  • nova integração com o restante do Conjunto com a criação de praça de articulação com o Estádio Ícaro de Castro Mello e novos acessos, mais amplos e com caráter mais público, com mais presença na cidade e, portanto, de maior visibilidade;
  • proposta de mudança significativa no caráter da espacialidade interior, com nova ênfase na iluminação natural interna.

Rede viária e estacionamentos

  • eliminação das 500 vagas existentes entre as edificações com manutenção de acessos e vagas apenas para veículos especiais (ambulâncias etc.);
  • adoção da solução global de garagem subterrânea em dois subsolos com capacidade aproximada de 3.500 vagas para automóveis (45.500 m2 no primeiro subsolo e 48.000 m2 no segundo), além de 2.600 m2 de área reservada para atletas, autoridades e profissionais da imprensa;
  • proposta de incorporação da Praça Ícaro de Castro Mello ao Conjunto Esportivo;
    ampliação da rua Marechal Estênio de Albuquerque Lima para 24,50m de largura para organização de todos os acessos na faixa central da via;
  • aumento do potencial viário com a desativação do estacionamento do meio fio.

Confederações esportivas

Adoção de uma solução global para abrigar as diversas confederações espalhadas por todo o conjunto com a criação de um Lugar – “Esquina das Confederações Esportivas” – próximo à Praça Ícaro de Castro Mello que organiza sua presença no Conjunto Esportivo Constâncio Vaz Guimarães e na vida da cidade.

Arco e flecha

  • eliminação do espaço improvisado para treinamento nas atuais adjacências do Conjunto Aquático;
  • possibilidade de participação simples, sem espaços para competições, na Esquina das Confederações Esportivas.

Tênis, judô e lutas

  • eliminação do galpão de estrutura metálica do Palácio do Judô junto ao Conjunto Aquático;
  • retirada das quadras de recreação próximas ao conjunto Aquático;
  • retirada das quadras e da edificação da Federação Paulista de Tênis;
  • criação de uma edificação esportiva na esquina das Confederações que abriga com melhor infra-estrutura para atletas e pequeno público: quadras de tênis na cobertura, Judô, outras modalidades esportivas no primeiro piso, e quadras de recreação no térreo rebaixado.

Edifício de Congressos

  • 04 salas reversíveis para congressos, convenções e cinemas com área total de 1.000 m2 e capacidade de 192 lugares cada;
  • auditório principal com 420 m2 e capacidade de 350 lugares; área de exposições e eventos com 3.230 m2;
  • configura um nó articulador com acessos diretos desde a rua Manoel da Nóbrega, pelo subsolo, pela praça do ginásio ou pela extremidade da rua de conexão;

Edifício Conexão

  • elevadores de acesso público, semi-público ou reservado desde o subsolo;
  • térreo com 5.330 m2 comportando comércio, serviços, alimentação, 2 quadras poliesportivas semi-enterradas e esquina das confederações;
  • esplanada ou térreo elevado com 1610 m2, comportando comércio, serviços, alimentação, áreas de esportes, confederações e acessos principais ao estádio Ícaro de Castro Mello;
  • 2 andares de alojamentos totalizando 2.600 m2, com capacidade para 580 atletas;
  • centro de imprensa em andar livre com 1.300 m2;
  • terraço jardim com 1.300 m2, abrigando lavanderia, refeitório, restaurante, café e área de descanso;
  • nova articulação com o restante do Conjunto, com acesso pela esplanada elevada;
  • nova articulação com o as tribunas de honra e de imprensa do Ginásio Geraldo José de Almeida e do Estádio Ícaro de Castro Mello;

ficha técnica

Arquitetos
Luciano Margotto Soares, Marcelo Luiz Ursini e Sérgio Luiz Salles Souza – Núcleo de Arquitetura

Colaboradores
Alexander Gaiotto Miyoshi, André Yamaguishi Ciampi, Luis Claudio Marques Dias e Lilian Martins da Silva

source
Equipe de trabalho
São Paulo SP Brasil

comments

028.01 Concurso
abstracts
how to quote

languages

original: português

source
IAB-SP
São Paulo SP Brasil

share

028

newspaper


© 2000–2020 Vitruvius
All rights reserved

The sources are always responsible for the accuracy of the information provided