Your browser is out-of-date.

In order to have a more interesting navigation, we suggest upgrading your browser, clicking in one of the following links.
All browsers are free and easy to install.

 
  • in vitruvius
    • in magazines
    • in journal
  • \/
  •  

research

magazines

projects ISSN 2595-4245


abstracts

how to quote

PORTAL VITRUVIUS. Concurso Nacional Lanceiros Negros. Projetos, São Paulo, ano 06, n. 066.03, Vitruvius, jun. 2006 <https://www.vitruvius.com.br/revistas/read/projetos/06.066/2672>.


Fundamentos

O objetivo principal é conceituar a diáspora histórica na correção ética e na verdadeira magnitude da civilização contemporânea.

A necessidade de redenção dos Lanceiros Negros perante a consciência nacional e universal é a meta desta Proposta. Sintetizar numa unidade as diferentes escalas e contextos é um desafio e privilégio para a Arquitetura.

O Cerro de Porongos foi o epicentro dos episódios derradeiros da Revolução Farroupilha cuja traição e massacre necessita de urgente reparação em tributo aos afro-descendentes e a todos os movimentos sociais, de justiça e direitos humanos – um libelo pela Liberdade.

A cidade, o sub-distrito, o memorial e o monumento

Pinheiro Machado a 370 km de Porto Alegre, junto a BR 293, entre Bagé e Pelotas tem a vocação de ser um importante Centro Turístico Cultural e Ecológico na região. A principal via de acesso pela rodovia é a avenida Amintas Luiz Dutra, sucedida pela avenida Protário Alves até a avenida Cel. Gervasio Tavares retornando para a rodovia. Forma o eixo principal para os acessos internos à cidade.

O futuro sub-distrito de Porongos pertence ao Município de Pinheiro Machado, aproximadamente a 30 km de distância. Implantado próximo do Sítio de Porongos que possibilitará sua sustentabilidade com a construção do Memorial dos Lanceiros Negros. A atração inegável que o Memorial levará ao Sítio, necessitará de infra-estrutura de apoio e serviços para o funcionamento pleno do Memorial. A implantação estratégica acarretará na instalação gradual de serviços como restaurantes e bares, pousadas, acampamento, pequenos comércios e habitações, cujos habitantes possibilitarão a mão de obra necessária e portanto com a geração de emprego e renda.

Propõe-se:

– Implantar a nova área urbana, a partir da bifurcação que acessa à direita para Torrinhas e à esquerda para Bagé;– criar um eixo norteador ortogonal à estrada para Torrinhas na direção do Memorial;– o terreno em declive terá um eixo binário longitudinal, que é traçado acompanhando as curvas de nível;– três eixos ordenadores da expansão urbana;– sobrepõe-se aos eixos uma malha quadriculada convencional com a direção formando um ângulo de aproximadamente de 30 graus com a orientação N, visando uma distribuição média mais eqüitativa a todos os lotes, no que tange à insolação e ventos dominantes.

Plano Diretor Geral resumido para esta Proposta

Estrutura Espacial:

– o sistema viário principal obedecerá a uma organicidade compatível com a topografia local, a característica da paisagem dominante, a preservação ambiental, o regime climático, a insolação e os ventos dominantes;– hierarquização das vias principais como eixos de ordenação territorial e fundiária, com calhas carroçáveis, guias e sarjeta, coletores das águas pluviais e de esgotos, calçadas para pedestres, e canteiros para paisagismo e jardinagem;– parcelamento do solo em malhas ortogonais sobrepostas aos eixos viários principais, com os grades das ruas buscando a menor declividade e na média proporcionando aos lotes melhor insolação e proteção aos ventos dominantes;– a sobreposição resultará numa maior espontaneidade no surgimento nas intersecções de praças, jardins e áreas livres.

Para o Memorial dos Lanceiros Negros propõe-se:

A implantação do Memorial procura não alterar a natureza do lugar, não usando a elevação como base de um “monumento”. A proposta deve se harmonizar com local escolhido, buscando uma integração com a configuração do terreno, integrando-se plasticamente através da topografia. Resulta desta conceituação, um direcionamento visual para o nascente da “bacia visual”, pouco povoada e de possível preservação.

a. a plantação de 120 eucaliptos alinhados ao longo da testada do terreno, representando os sobreviventes do massacre na época;b. a plantação de 306 eucaliptos rigorosamente enfileirados e em formação geométrica de um perfeito retângulo áureo, representando os 306 lanceiros mortos em Porongos. Os eucaliptos vivos simbolizam a ressurreição da vida dos 426 Lanceiros Negros do massacre de 14 de novembro de 1844;c. o Portal de Entrada está assinalado pelo intervalo aberto entre os 120 eucaliptos que da acesso ao Memorial;d. junto ao acostamento, dentro do terreno, foi locado o estacionamento para 20 autos e mais 4 ônibus;e. a edificação propõe uma linguagem arquitetônica simbólica, biomórfica e orgânica que envolve a encosta do morro como uma extensão do próprio;f. uma geometria instigante associando a configuração do terreno com a morfologia de um corpo humano tombado em desmaterialização;g. o caminhar pelo interior cinestésico na primeira rampa de acesso que sobe, estimula a expectativa e a reflexão;h. uma chegada surpreendente no mirante da cobertura, descortina toda a panorâmica do Sítio de Porongos com seus valores materiais e imateriais;i. a segunda rampa que desce conduz ao Salão de Eventos com vedação toda envidraçada enquadrando a “bacia visual“ do Sitio;j. no piso inferior as instalações administrativas e depósito;k. a estrutura principal de perfis metálicos em “I“ com alma perfurada e perfis e tubos de secção quadrada como longarinas para o contravento, tubos complementares para o parafusamento e soldagem das chapas de aço “corten“ e internamente na área do Salão de Eventos com taboadas de madeira de eucalipto autoclavado;l. as instalações de dutos e tubulações de água e esgoto, assim como condutores, conduítes e cabos através dos vãos entre o revestimento externo e o interno, passando pelos orifícios na alma das vigas principais;m. a estrutura metálica apoiada e embasada em empenas de concreto armado que serão revestidas em granito da região.

Para o Monumento dos Lanceiros Negros no Parque Farroupilha em Porto Alegre

Embora com todos os mesmos fundamentos das proposições em Pinheiro Machado, no sub-distrito de Porongos e no Memorial dos Lanceiros Negros, altera-se o contexto a essência do objeto arquitetônico. No Monumento prevalecerá o mesmo simbolismo do imaterial expresso numa linguagem de materiais construtivos.

Propõe-se:

a. um monolito com dimensões na base de 0,35 m x 4,00 m com embasamento total de 1,40 m2 e altura de 2,00 m, para evitar que seja encoberto pelas copas das árvores existentes no local;b. será construído em granito rosa polido originário da pedreira de Porongos, lapidado em fendas expressando formas angustiadas da morfologia humana;c. as fendas terão um revestimento interno com aço “corten“ analogamente com os mesmos materiais do Memorial;d. a elevação principal será voltada para a Avenida Engenheiro Luiz Englert;e. na elevação menor terá uma inscrição em baixo relevo com os seguintes dizeres: “Monumento aos Lanceiros Negros“;f. observar o Monumento em deslocamento a pé ou em auto, fará as fendas ganharem uma dinâmica visual de movimentos análogos a corpos em convulsão;g. a visão noturna com luzes focais darão maior dramaticidade à silhueta do Monumento.

ficha técnica

Autores
Arq. Candi Hirano
Arq. Juliana Assali Terra
Arq. Dani Hirano
Arq. Danilo R. Cardoso Terra

Colaboradores
Érika Engels Venditi
Shine Moura Braga
Cristiane R. J. Tashiro

source
Equipe premiada
São Paulo SP Brasil

comments

066.03 Concurso
abstracts
how to quote

languages

original: português

source
Comissão Organizadora
Porto Alegre RS Brasil

share

066

066.01 Concurso

Chan Chan 2006 / La Libertad no Peru – Concurso Internacional de Arquitectura

066.02 Prêmio

1° Prêmio Masisa de Arquitetura

066.04 Institucional

Centro de Saúde Familiar Vila La Reina

066.05 Concurso

Concurso de idéias para urbanização do Complexo da Rocinha

newspaper


© 2000–2020 Vitruvius
All rights reserved

The sources are always responsible for the accuracy of the information provided