Your browser is out-of-date.

In order to have a more interesting navigation, we suggest upgrading your browser, clicking in one of the following links.
All browsers are free and easy to install.

 
  • in vitruvius
    • in magazines
    • in journal
  • \/
  •  

research

magazines

projects ISSN 2595-4245


abstracts

how to quote

PORTAL VITRUVIUS. Centro Cultural de Eventos e Exposições - Nova Friburgo. Estúdio 41, Moacir Zancopé Junior e Corsi Hirano Arquitetos Associados. Projetos, São Paulo, ano 14, n. 159.04, Vitruvius, mar. 2014 <https://www.vitruvius.com.br/revistas/read/projetos/14.159/5102>.


Situado na estrada entre Nova Friburgo e Teresópolis o lote disponibilizado para o novo centro de eventos e exposições possui um caráter metropolitano inerente à sua localização. Somado ao fator geográfico, existem laços entre os municípios que ajudam a consolidar e valorizar o novo centro. A Escala Metropolitana do projeto, então, o habilita para receber grandes eventos regionais e também pequenos eventos de empresas e entidades locais. A multiplicidade de tamanhos e tipos de atividades que o novo centro deve comportar influi diretamente na sua organização partindo do princípio de ordenar essas diferentes atividades de modo à evitar conflitos e possibilitar a experiência agradável ao usuário, seja ele o visitante, o expositor ou  staff envolvido.

O edifício proposto, um prisma retangular, situa-se de modo perpendicular à estrada RJ-130 de um modo onde as menores empenas se voltam tanto à Leste quanto à Oeste. Esta localização do edifício no terreno possibilita a organização do programa de um modo linear e predominantemente térreo, facilitando as tarefas de carga e descarga através da criação de uma rua de serviço paralela ao lote e ao edifício. O estacionamento ocupa a porção frontal e superior do lote, em um local onde é facilitado o acesso bem como a comunicação deste com a edificação. É reservado, ainda, o espaço para expansão de feiras ao ar-livre. Este espaço situa-se entre o setor de exposições do edifício proposto e o estacionamento, de modo a possibilitar fácil comunicação com essas duas grandes áreas.

Essa implantação possibilita ainda uma futura expansão do centro em novos blocos e setores, sendo que a ocupação de apenas uma porção do lote não impede obras e novas edificações em outros trechos do lote sem comprometer a volumetria atual.

Ainda sobre a implantação, a insolação das maiores faces do volume são adequadas pois se voltam à norte e a sul, sendo esse tema tratado de forma mais abrangente adiante.

A opção por tratar a maior área no térreo evita grandes núcleos de circulação vertical, problemas de acessibilidade entre outros gerados pela opção pela estratificação em níveis. A questão da necessidade de altura de pé-direito alto na maior parte do programa possibilitou, no entanto, a sobreposição do restaurante sobre as salas de reuniões, local onde a necessidade de divisórias modulares e grande compartimentação dos espaços não requerem grandes alturas.

ficha técnica

autor
Moacir Zancopé Junior

pessoa Jurídica
Julio Cesar Fiori & Cia

colaboradores
Agatha Linck
Fernando Flores Moleta
Franco Luiz Faust
Thallita Chagas de Souza

climatização
Silvio Parucker

source

comments

159.04 concurso
abstracts
how to quote

languages

original: português

source

share

159

159.01 equipamento público

Centro Paula Souza

Francisco Spadoni

159.02 crítica

Concursos de arquitetura: um impasse jurídico

Fabiano Sobreira

159.03 concurso

Centro Cultural de Eventos e Exposições - Cabo Frio

159.05 concurso

Concurso Centro Cultural de Eventos e Exposições - Paraty

159.06 crítica

A caixa como solução única

Marco Milazzo

159.07 obra

Pitanga do Amparo

Edite Galote Carranza and Ricardo Carranza

newspaper


© 2000–2019 Vitruvius
All rights reserved

The sources are always responsible for the accuracy of the information provided