Your browser is out-of-date.

In order to have a more interesting navigation, we suggest upgrading your browser, clicking in one of the following links.
All browsers are free and easy to install.

 
  • in vitruvius
    • in magazines
    • in journal
  • \/
  •  

research

magazines

projects ISSN 2595-4245

abstracts

how to quote

PORTAL VITRUVIUS. Concurso Centro Cultural de Eventos e Exposições - Paraty. Dal Pian Arquitetos Associados, Apiacás Arquitetos e Yuri Vital Arquiteto. Projetos, São Paulo, ano 14, n. 159.05, Vitruvius, mar. 2014 <https://www.vitruvius.com.br/revistas/read/projetos/14.159/5103>.


Esta ATA se refere às atividades da Comissão Julgadora do Concurso Público para a seleção de projetos, em nível de estudos preliminares, visando à elaboração dos projetos executivos para a construção dos Centros Culturais, de Eventos e Exposições, em Cabo Frio, Nova Friburgo e Paraty, promovido pelo Governo do Estado do Rio de Janeiro, através da Secretaria de Estado de Obras e organizado pelo Instituto de Arquitetos do Brasil - IAB/RJ - Departamento Rio de Janeiro.

A Comissão Julgadora (CJ), composta pelos arquitetos Gerard Fischgold e Paulo Cesar Silva Costa, indicados pela Entidade Promotora, e Pedro da Luz Moreira (IAB-RJ), Alder Catunda (IAB-RJ) e Manuel Fiaschi (IAB-RJ), indicados pela Entidade Organizadora, se reuniu entre os dias 11/03 e 17/03 na sede do IAB-RJ para desenvolver seus trabalhos.

A Comissão Julgadora foi instalada às 10:00h do dia 11/03, iniciando seus trabalhos com a presença de todos os membros e do coordenador do concurso, arquiteto Ricardo Villar. A Comissão ouviu o relato do coordenador sobre as diretrizes e expectativas da Entidade Promotora. Em seguida foi aprovado o relatório do coordenador sobre o recebimento dos trabalhos. O coordenador entregou à Comissão 111 trabalhos numerados.

A Comissão deu inicio aos trabalhos, elegendo, por unanimidade, o arquiteto Pedro da luz Moreira para exercer a Presidência dos trabalhos.

Após uma primeira análise dos 111 trabalhos, realizada individualmente pelos membros da CJ e baseada nos critérios definidos pelo Edital e pelos Termos de Referência de Cabo Frio, Nova Friburgo e Paraty, foram selecionados de 6 a 8 trabalhos por jurado para cada cidade. A sessão foi encerrada às 14:00h com agendamento da nova sessão para o dia 13/03 às 10:00h. No intervalo entre a primeira e a segunda sessão os membros da CJ individualmente estiveram na sede do IAB-RJ selecionando os projetos.

A segunda sessão de julgamento dos trabalhos se iniciou às 10:00h do dia 13/03 para a definição dos melhores trabalhos para o Centro Cultural de Eventos e Exposições de Nova Friburgo e, após uma análise em conjunto pelos membros da Comissão dos trabalhos selecionados na etapa anterior, seguida de debates e, discussões, a Comissão selecionou 06 trabalhos para serem objeto de análise comparativa na etapa consecutiva. Os trabalhos da segunda sessão de julgamento foram encerrados às 14:00h do dia 13/03.

A terceira sessão de julgamento dos trabalhos se iniciou às 14:00h do dia 14/03 para a definição dos melhores trabalhos para Cabo Frio e Paraty. Após uma análise em conjunto pelos membros da Comissão dos trabalhos selecionados na etapa anterior, seguida de debates e discussões, a Comissão selecionou 06 trabalhos de cada cidade para serem objeto de análise comparativa na etapa consecutiva. Após a análise detalhada dos trabalhos selecionados na etapa anterior, baseada nos critérios estabelecidos no edital e seguida de uma rodada de debates, a Comissão deliberou, por unanimidade, que, dada a qualidade deste conjunto de propostas, dentre os 6 trabalhos de cada cidade estariam os 3 premiados e aos demais seriam concedidas menções honrosas.

Em seguida, por votação qualificada, a Comissão Julgadora decidiu pela seguinte classificação:

Cabo Frio
Menções Honrosas para os trabalhos 110, 122 e 145
Terceiro lugar para o trabalho 105
Segundo Lugar para o trabalho 107
Primeiro lugar para o trabalho 146

Nova Friburgo
Menções Honrosas para os trabalhos 208, 210 e 222
Terceiro lugar para o trabalho 211
Segundo Lugar para o trabalho 215
Primeiro Lugar para o trabalho 223

Paraty
Menções Honrosas para os trabalhos 307, 324 e 338
Terceiro lugar para o trabalho 301
Segundo Lugar para o trabalho 321
Primeiro lugar para o trabalho 312

A terceira sessão dos trabalhos foi encerrada às 20:00h do dia 14/03.

A Comissão Julgadora se reuniu novamente às 17:00h do dia 17/03 para a redação da ata sobre o julgamento dos trabalhos. Às 18:30h do mesmo dia, o Presidente da CJ declarou encerrados os trabalhos de avaliação e julgamento do Concurso "Centro Cultural, de Eventos e Exposições - Cabo Frio / Nova Friburgo / Paraty".

Comentário do júri

Verificou-se que as soluções dos estudos preliminares para os Centros Culturais, de Eventos e Exposições projetadas para as três cidades tiveram, de modo geral, qualidades urbanísticas e arquitetônicas reconhecidas por todos os membros da CJ.

Estas propostas encontram-se compatíveis com o nível de estudos preliminares, conforme solicitado no edital. Notou-se, entretanto, que as soluções de previsão de espaços técnicos e sua articulação com o programa principal foi pouco aprofundada e deverá ser objeto de atenção nos projetas contratados, algo que será desenvolvido de modo natural durante a elaboração das etapas subsequentes dos projetas.

Pareceres sobre os projetos premiados

Cabo Frio

Menções Honrosas - Trabalhos 110, 122 e 145
Os três projetos (11O, 122 e 145) destacam-se pela correta organização do programa, linguagem arquitetônica e funcional implantação, com a criação de uma praça nos trabalhos 110 e 122, relacionada aos principais pontos do programa e à paisagem circundante. E, no projeto 145 a praça ocorre interna ao edifício, com possibilidade de expansão efêmera.

Terceiro lugar - Trabalho 105
Traz uma solução de implantação adequada para o local, respeitando a paisagem e inserindo a arquitetura de modo ativo e poderoso, definindo uma praça/parque ligada à lagoa que cria diversos visuais. O trecho de praça coberta e a área para 1500 pessoas é no pavimento térreo, com facilidade de acesso, diferente do que ocorre com o auditório e as demais salas.

Segundo lugar - Trabalho 107
Organiza e arranja o programa no espaço de modo criativo, com desníveis e propicia que o funcionamento das atividades possa ocorrer de modo simples e inteligente, criando uma bela praça de eventos com vista para a lagoa.

Primeiro lugar - Trabalho 146
O trabalho se destaca dos demais pela sua implantação, que propicia o funcionamento do programa e o desfrute das visuais da lagoa com a criação de ampla praça para eventos e exposições sem a utilização de significativos movimentos de terra ou construções. A linguagem arquitetônica reflete o entendimento do programa e a tecnologia construtiva viabiliza que a construção seja bela, funcional e econômica, atendendo aos principais itens do edital e oferecendo à cidade de Cabo Frio um novo local que certamente será vetor para o desenvolvimento de sua cidadania, das atividades econômicas e da valorização de seus aspectos culturais e paisagísticos.

Nova Friburgo

Menções Honrosas - Trabalhos 208, 210 e 222
O trabalho 208 mereceu menção pela beleza arquitetônica da solução, com implantação em régua e criação de ambientes agradáveis e intimistas. O trabalho 210, por sua vez, revela praticidade e organização em sua solução arquitetônica e de implantação, organizando o programa e os espaços através de um eixo que se desenvolve e alcança a paisagem como fundo. A proposta de número 222 apresenta uma solução arquitetônica bastante adequada, com praça articuladora dos principais pontos do programa e linguagem arquitetônica sólida e coerente.

Terceiro lugar - Trabalho 211
Destaca-se a articulação espacial do programa, que se desenvolve por uma praça-rampa de acesso ao foyer, passeio por rampas e amplo espaço de eventos, com possibilidade de ampliação direta através da previsão de coberturas tensionadas retráteis, mostrando economia na solução.

Segundo lugar - Trabalho 215
Implanta o projeto com sensibilidade e acerto, de modo econômico e coerente, com aproveitamento das visuais e possibilidade de crescimento da área de exposição para o restante do terreno, e com linguagem arquitetônica compatível com o programa desejado.

Primeiro lugar - Trabalho 223
O trabalho impressiona pela sua simplicidade e beleza, que demonstra o claro entendimento do programa e a qualidade da relação com a paisagem. A implantação em régua e o arranjo dos espaços propicia a ampla ligação da área construída com a grande praça de exposições e eventos. A visão a partir da estrada é potencializada pela extensa fachada, resultado da opção pela implantação, que explora o terreno em todo o seu potencial e o organiza para receber diversos eventos, exposições e atividades que venham a ocorrer em Nova Friburgo.

Paraty

Menções Honrosas - Trabalhos 307, 324 e 338
O trabalho 307 opta pela solução do pátio interno e ga~ante beleza e solidez em suas fachadas e espaços. No trabalho 324 destacou-se a criação de um belo espaço interior e a hábil articulação dos blocos, com a preocupação em modular os volumes e adequar a sua escala ao local. O projeto de número 338 destaca-se pela modulação dos espaços propostos e tecnologia construtiva.

Terceiro lugar - Trabalho 301
Opta por criar espaços belos e uma relação instigante entre o entorno e o pátio interno, local de encontro e de eventos. Destaca~se a plasticidade da solução das lajes rampadas e das fachadas.

Segundo lugar - Trabalho 321
Revela acerto na escolha do partido de grande edificação com fragmentação em seu interior, mostrando adequada so lução do programa e coerente linguagem arquitetônica.

Primeiro lugar - Trabalho 312
O trabalho vencedor compreende com perfeição a necessidade de criação de um lugar de encontro que possibilite que o programa desejado para o Centro Cultural, de Eventos e Exposições ocorra de modo pleno e cheio de vida, com possibilidade de estender-se por toda a quadra. A ideia arquitetônica de um grande volume vazado que congrega os demais espaços e relaciona-se com a paisagem é, nessa proposta, muito bem articulada e com linguagem e tecnologias arquitetônicas adequadas e indicativas de uma evolução em nossa cultura de construir. Toda a resposta se dá sem criação de áreas cobertas de estacionamento ou escavações significativas, revelando acerto nas decisões.

Rio de Janeiro, 17 de março de 2014.

Presidente da Comissão Julgadora
Pedro da Luz Moreira

Relator da Comissão Julgadora
Manuel Fiaschi

Alder Catunda

Gerard Fischgold

Paulo Cesar Silva Costa

source

comments

159.05 concurso
abstracts
how to quote

languages

original: português

source

share

159

159.01 equipamento público

Centro Paula Souza

Francisco Spadoni

159.02 crítica

Concursos de arquitetura: um impasse jurídico

Fabiano Sobreira

159.03 concurso

Centro Cultural de Eventos e Exposições - Cabo Frio

159.04 concurso

Centro Cultural de Eventos e Exposições - Nova Friburgo

159.06 crítica

A caixa como solução única

Marco Milazzo

159.07 obra

Pitanga do Amparo

Edite Galote Carranza and Ricardo Carranza

newspaper


© 2000–2019 Vitruvius
All rights reserved

The sources are always responsible for the accuracy of the information provided