Your browser is out-of-date.

In order to have a more interesting navigation, we suggest upgrading your browser, clicking in one of the following links.
All browsers are free and easy to install.

 
  • in vitruvius
    • in magazines
    • in journal
  • \/
  •  

research

magazines

projects ISSN 2595-4245

abstracts

português
Sabemos que em áreas com grande relevância histórica, há grandes chances de aparecerem surpresas agradáveis, como por exemplo, a antiga ludo-escultura da Elvira de Almeida no Parque Raul Seixas.

english
We know that in areas with great historical relevance, there are great chances of pleasant surprises, such as, for example, the old ludo-sculpture by Elvira de Almeida in Parque Raul Seixas.

español
Sabemos que en zonas de gran relevancia histórica hay grandes posibilidades de sorpresas agradables como, por ejemplo, el antiguo ludo-escultura de Elvira de Almeida en el Parque Raúl Seixas.

how to quote

LAVECCHIA, Lucas; LODI, Fabiana; SACCHETTO JR, Luiz Paulo M.; ARMENTANO, Isabella Maria D.; OLIVEIRA, Tamires Carla de. Vestígios da ludo-escultura de Elvira de Almeida. Projetos, São Paulo, ano 20, n. 235.02, Vitruvius, ago. 2020 <https://www.vitruvius.com.br/revistas/read/projetos/20.235/7873>.


Parque Raul Seixas, parte da ludo-escultura de Elvira de Almeida, Itaquera, São Paulo SP Brasil
Foto Lucas Lavecchia de Gouvea

Para a prática do projeto e obra em um espaço público, conhecer o local é determinante para a concepção e atendimento das exigências que se propõe no projeto de arquitetura. Lina Bo Bardi (1), em Cidadela da Liberdade, conta de suas inúmeras visitas à fábrica onde foi construído o Sesc Pompéia, em dias diferentes para conhecer as “alegres cenas populares” (2) e, então, conceber o projeto tal como conhecemos hoje.

E, para conhecer bem, é necessário tempo para tal, ou seja, aprender a história do lugar, a cultura local, o envolvimento da comunidade, os valores afetivos, os porquês das perguntas que nos vêm à cabeça entre outras memórias tanto coletivas, quanto individuais.

Assim, durante idas e vindas, fomos compreendendo o lugar do Parque Municipal Raul Seixas e suas características. Neste tempo, foi possível ter conhecimento suficiente para projetar o que, de fato, fosse atender àquela população e seus anseios, respeitando sua história.

Com isso, foi possível uma grande transformação física do espaço, incorporando os saberes do nosso tempo e preservando saberes do passado cristalizados naquele ambiente. Ao longo das obras, foi possível perceber a dimensão dessa transformação, e nos deu a oportunidade de identificar vestígios de elementos do passado, heranças que estavam ali, sob nossos pés.

Memorando n. 402-Depave-89. Trata da interação entre SMC e a arquiteta Elvira de Almeida para execução de brinquedos lúdicos no Parque Raul Seixas, Itaquera
Foto Lucas Lavecchia de Gouvea

Sabemos que em áreas com grande relevância histórica, cultural e ambiental, lançando um olhar cauteloso sobre o lugar, há grandes chances de aparecerem surpresas agradáveis. A maior delas encontrada aqui se deu de maneira espontânea, quando em uma visita percebemos um elemento no meio do bosque, feito de tora de eucalipto com pinturas geométricas e uma peça metálica no topo. Foi assim que encontramos a antiga ludo-escultura da Elvira de Almeida (3).

Fotografia com vista da casa da administração e Ludo-escultura de Elvira de Almeida
Foto divulgação

Pouco sobrou da obra de Elvira de Almeida, com o passar do tempo muito se perdeu, restando apenas a peça vertical muito característica de algumas de suas obras espalhadas pela cidade, além disso, não havia identificação na escultura desde 1990, ano de conclusão da ludo-escultura.

Entendemos que o processo de transformação, neste caso, de um espaço público não se reduz apenas à mudanças físicas, portanto, continuamos em paralelo com uma singela pesquisa sobre a ludo-escultura. Foi, então, que encontramos nos arquivos do Depave-1 (4), o memorando n. 402/Depave/89, de 27 de dezembro de 1989, que tratava da interação entre a Secretaria Municipal da Cultura e a arquiteta Elvira de Almeida, a fim de executar brinquedos lúdicos, no Parque Municipal Raul Seixas.

Parque Raul Seixas, fotos dos remanescentes dos brinquedos de Elvira de Almeida, Itaquera, São Paulo SP Brasil
Foto Lucas Lavecchia de Gouvea

No referido memorando está escrito. “Interagir com a Srª Heloisa Gregori, da SMC, a fim de haver contratação de brinquedos Lúdicos coordenados com o projeto da referida Secretaria para o Parque Raul Seixas”.

Além de outros documentos, encontramos uma foto da ludo-escultura com a seguinte legenda: “vista da casa da administração e ludo-escultura de Elvira de Almeida”. Nesta foto, é possível observar a ludo-escultura no primeiro plano e seus elementos metálicos, retorcidos, com formas assimétricas, troncos de árvores colocados no chão sobre bases de concreto, o elemento vertical de tora de eucalipto, os desenhos geométricos e a peça metálica formando uma figura lúdica. Ao fundo, vemos o bosque de eucaliptos e a casa da administração do Parque.

Parque Raul Seixas, fotos dos remanescentes dos brinquedos de Elvira de Almeida, Itaquera, São Paulo SP Brasil
Foto Lucas Lavecchia de Gouvea

Em consulta ao livro de Elvira de Almeida, Arte Lúdica, foi possível verificar em algumas páginas, croquis, fotos da construção inclusive com a presença de Samuel (5), seu companheiro, fotos da finalização e textos de Elvira relacionados à metodologia construtiva da ludo-escultura para o Parque Raul Seixas e suas intenções na reutilização de materiais recicláveis do galpão da Prefeitura, bem como todo o repertório e conceito desenvolvidos pela artista.

Com estes documentos pudemos compreender a carga histórica que continha o vestígio da ludo-escultura encontrada. Assim, buscamos uma forma de reincorporá-la ao parque depois de tanto tempo.

Parque Raul Seixas, parte da ludo-escultura de Elvira de Almeida, Itaquera, São Paulo SP Brasil
Foto Lucas Lavecchia de Gouvea

Lina falava da “Arquitetura Pobre” (6), de dar importância às coisas mais simples, assim, decidimos identificar o remanescente da ludo-escultura a fim de resgatar e manter viva esta memória, sem alterar ou intervir em sua obra de maneira que pudesse descaracterizá-la.

Após quase três décadas da instalação da escultura, entendemos que os conceitos, princípios, e heranças do passado que encontramos deveriam permanecer no parque, adequadamente identificada e acessível às pessoas. Para nós, significa dizer que esta escultura, executada no passado, tem hoje uma nova função e seu futuro dependerá da relação popular e seu significado.

Parque Raul Seixas, parte da ludo-escultura de Elvira de Almeida, Itaquera, São Paulo SP Brasil
Foto Lucas Lavecchia de Gouvea

Debruçados na pesquisa, para nossa surpresa, Elvira de Almeida não atuou apenas no Parque Raul Seixas, em seu livro, constatamos fotografias e textos de outras esculturas lúdicas localizadas no Parque Municipal Chico Mendes, no Itaim Paulista, e também de instalações de brinquedos no Parque do Ibirapuera, que na época contava com a presençada árvore da FAU.

Após tanto tempo, restam poucos vestígios de suas esculturas, mas ainda guardam memórias de um tempo onde o lúdico, a imaginação, a fantasia e a criatividade eram a essência teórica dos projetos de Elvira de Almeida para as crianças e adultos.

Parque Raul Seixas, parte da ludo-escultura de Elvira de Almeida, Itaquera, São Paulo SP Brasil
Foto Lucas Lavecchia de Gouvea

notas

1
Lina Bo Bardi (1914-1992) arquiteta ítalo-brasileira. Algumas de suas grandes obras são: o Sesc Pompéia, Masp, Casa de Vidro, Teatro Oficina, entre muitas outras obras de grande expressão no modernismo brasileiro.

2
Expressão usada por Lina Bo Bardi ao descrever suas visitas durantes os finais de semana na área da fábrica que seria transformada no futuro Sesc Pompéia.

3
Elvira de Almeida iniciou a carreira como escultora e designer, trabalhou em conjunto com a Prefeitura de São Paulo, e lecionou também na USP até 1993. Em 1989 incorporou em seu trabalho a proposta de sucata ambiental para transformar em arte lúdica, nesta fase do trabalho de Elvira de Almeida, o Depave realizou algumas obras em conjunto com a artista, algumas dessas obras foram executadas nos Parques: Raul Seixas, Chico Mendes e Ibirapuera.

4
As informações referentes à Elvira de Almeida foram encontradas em arquivos físicos e cadernos produzidos pelo Departamento de Parques e Áreas Verdes – Depave-1 da Secretaria do Verde e do Meio Ambiente – SVMA. Neste caderno havia uma foto com a escultura e a partir desta foto, foi possível resgatar a história da ludo-escultura. Ressaltamos que a SVMA foi reestruturada pelo Decreto Nº 58.625, de 08 de fevereiro de 2019 e o Depave-1 passa a ser chamado de Divisão de Implantação, Projetos e Obras – Dipo.

5
Samuel é o companheiro de Elvira e realizou junto com a arquiteta, a ludo-escultura do Parque Raul Seixas, além de muitras outras esculturas e brinquedos lúdicos. Seu livro, Arte Lúdica também é dedicado à Samuel.

6
Como descrito por Lina em Cidadela da Liberdade, a “Arquitetura Pobre, isto é, não no sentido de indigência, mas no sentido artesanal que exprime Comunicação e Dignidade máximas através dos menores e humildes meios”.

comments

235.02 arte e paisagem
abstracts
how to quote

languages

original: português

source

share

235

235.01 arquitetura da paisagem

Jardim Botânico de Maracaibo

José Tabacow

235.03 corporativo

GK Ventures

Felipe SS Rodrigues

235.04 institucional

Uma arquitetura urbana

Marcos Faccioli Gabriel and Evandro Fiorin

newspaper


© 2000–2020 Vitruvius
All rights reserved

The sources are always responsible for the accuracy of the information provided